Rodrigo Pinho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Rodrigo Pinho
Informações pessoais
Nome completo Rodrigo Cunha Pereira de Pinho
Data de nasc. 30 de maio de 1991 (27 anos)
Local de nasc. Henstedt-Ulzburg, Schleswig-Holstein,  Alemanha
Nacionalidade alemão brasileiro
Altura 1,85 m
Canhoto
Informações profissionais
Período em atividade 2011–
Clube atual Portugal Marítimo
Número 9
Posição Atacante
Clubes de juventude
2010–2011 Brasil Bangu
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
20112014
2013
2014
2015
20152017
2016
2017
Brasil Bangu
Brasil Cabofriense (emp.)
Brasil Madureira (emp.)
Brasil Madureira
Portugal Braga
Portugal Nacional (emp.)
Portugal Marítimo
0016 0000(4)
00015 0000(5)
0017 0000(6)
0017 0000(10)
00017 0000(3)
00012 0000(1)
00037 000(11)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 01 de Fevereiro de 2018.

Rodrigo Cunha Pereira de Pinho (Henstedt-Ulzburg, 30 de maio de 1991) é um futebolista brasileiro nascido na Alemanha. Atua como atacante e atualmente defende o Marítimo, de Portugal.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Alemão de Henstedt-Ulzburg, Rodrigo Pinho foi o artilheiro do Campeonato Carioca Sub-20 em 2011, jogando pelo Bangu. Começou a se destacar entre os profissionais durante a excursão que o clube fez à Europa, em 2012. Em 2013, foi emprestado a Cabofriense até dezembro. Após ser campeão do Campeonato Carioca - Série B e garantir o acesso do clube de Cabo Frio para a elite, Rodrigo Pinho retornou ao Alvirrubro da Zona Oeste para a disputa da Copa Rio.[1] As diretorias de ambos os clubes entraram em um acordo, e o atleta pôde ser liberado antes do término do compromisso. Rodrigo Pinho deixou a Cabofriense com cinco gols marcados na competição. O mais importante deles foi o gol de empate na partida contra o America, em que a equipe perdia por 1 a 0 em casa até os 38 do segundo tempo. Sem dúvidas, aquele resultado foi fundamental para o retorno do time à Série A. Na temporada de 2014, depois de disputar o Campeonato Carioca pelo clube que o revelou, Rodrigo foi novamente emprestado, dessa vez ao Madureira para da Série C do Brasileirão e da Copa Rio. Ao fim do empréstimo e com belas atuações pelo Tricolor Suburbano, marcando gols decisivos, o atacante decidiu não renovar com o Bangu e assim, acertou um contrato em definitivo com o Madureira até dezembro de 2015.

Braga[editar | editar código-fonte]

Após ser vice-artilheiro do Campeonato Carioca de 2015 e artilheiro da Taça Rio, com nove gols, foi negociado com o Braga, Portugal, com quem assinou contrato por quatro anos.[2]

Marítimo[editar | editar código-fonte]

Em 29 de julho de 2017, Rodrigo Pinho assinou por quatro temporadas com o Marítimo.[3]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Rodrigo Pinho é filho do grande atacante Nando, também formado pelo Bangu e que passou pelo Flamengo, em 1989.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Cabofriense
Madureira

Referências

  1. «Rodrigo Pinho retorna ao Bangu para disputa da Copa Rio». GloboEsporte.com. 10 de setembro de 2013. Consultado em 31 de março de 2015 
  2. «Vice-artilheiro do Carioca, Rodrigo Pinho é contratado pelo Braga». GloboEsporte.com. 4 de junho de 2015. Consultado em 15 de junho de 2015 
  3. «Gamboa e Rodrigo Pinho apresentados». csmaritimo.org.pt. 29 de Junho de 2017. Consultado em 29 de Junho de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]