Roy Rosselló

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Roy Rosello)
Ir para: navegação, pesquisa
Roy Rosselló
Informação geral
Nome completo Roy Stephan Rosselló
Nascimento 1 de maio de 1969 (47 anos)
Origem Río Piedras,  Porto Rico
Nacionalidade norte-americano
Gênero(s) Pop, Latina
Cônjuge Patricia Rosselló
Instrumento(s) Vocal, Violão
Período em atividade 1983-presente
Gravadora(s) Som Livre

Roy Stephan Rosselló (Río Piedras, 1º de maio de 1969) é um cantor portorriquenho, ex-integrante da extinta banda Menudo[1].

Menudo[editar | editar código-fonte]

Aos 11 anos, Roy ingressa na escola livre de música, e aos 13 anos, em 1983, entra para o grupo Menudo, que foi um dos maiores fenômenos da música pop no mercado internacional. Juntamente com Rick Martin, Robby Draco Rosa, Ray e Charlie Massó, Roy faz parte dessa formação que dura de 1983 a 1986.[1]

O grupo participa de diversos seriados e programas de TV nos Estados Unidos, como Love Boat, The Morning Show, Solid Gold, Good Morning America, Show Train e canais como CBS, NBC e FOX. O grupo faz comerciais para TV e cinema (Pepsi-Cola (EUA e México), Gravado nos estúdios Universal, McDonald's (EUA e México), Crest (EUA e Japão), Scop (EUA), entre outros. Também participa do mais importante Festival da Música Internacional, o Tókio Music Festival, no qual ganha o prêmio Ouro, e em 1984 é concidado ao Grammy Awards, para a entrega do prêmio pelo disco "Triller", de Michael Jackson.

Com o Menudo, Roy Rosselló estrelou em oito álbuns que somam mais de 24 milhões de cópias vendidas no mundo todo, que levaram dez discos de platina. É também do grupo o recorde mundial de público, com 200 mil pessoas no Morumbi, no show de 16 de março de 1985 (Guinness Book of World Records). O grupo participa ainda do filme Cannon Ball Run 2, com Burt Reynolds, com o tema musical "Like a Cannon Ball".

Carreira pós-banda[editar | editar código-fonte]

Em 1986, continua sua carreira solo no meio artístico.[nota 1] Realiza uma turnê de um ano nos Estados Unidos, participando de um filme como ator principal (Star of the Jungle) e apresentando o programa de televisão Frente Jovem no Brasil.

Após se formar em Produção de TV e Cinema pela Art Institute da Flórida, Roy volta a Porto Rico, onde trabalha com o pai como gerente de vendas e marketing em projetos imobiliários, onde negocia apartamentos de alto padrão (vendendo imóveis luxuosos em Porto Rico para artistas famosos como Chayanne, entre outros).[1]

Em 2007, juntamente com Gui Musselli e Angelino (Sapo), compõe as músicas "Dame Tu Corazón", "Historia de Amor" e "Pais del Samba y Futebol". Na primeira fase, faz lançamento no Brasil, Portugal, Espanha e, na segunda etapa, países da América Latina. Em 2010, participou da gravação da música “Volver a Empezar”, de Julio Iglesias, para a trilha sonora da telenovela Ti Ti Ti, da Rede Globo.[1]

Morou na cidade de Las Vegas onde trabalhou com tv de canal a cabo, e atualmente mora em Porto Alegre, onde é proprietário de uma lanchonete com sua esposa, a brasileira Patricia Avila Rosselló, ex-miss Rio Grande do Sul [3].

A Fazenda[editar | editar código-fonte]

Em 2014, o ex-Menudo integra o elenco da sétima edição do reality show A Fazenda, da Rede Record.[1] Em depoimento no reality, ele disse ter sido vítima de pedofilia pelo empresário do grupo Menudo, o que causou uma certa polêmica.[4] Em 16 de outubro de 2014, Roy foi o 3º eliminado, ao receber menos votos favoráveis que seu concorrente na Roça, o modelo carioca Marlos Cruz.

Prisão[editar | editar código-fonte]

No dia 23 de setembro de 2014, Roy teve a prisão decretada por falta de pagamento de pensão alimentícia, deixando o reality dois dias depois, sendo levado a uma delegacia em Itu para prestar depoimento.[5][6][7][8][9][10] Retornou ao reality, no mesmo dia, após o pagamento da pensão alimentícia. [11][12]

Notas

  1. Segundo divulgado ao jornal da Billboard pelo fundador e empresário do grupo, Edgardo Diaz, em fevereiro de 1986.[2]

Referências

  1. a b c d e Da redação (23 de junho de 2012). «Por Onde Anda: Roy Rossello». MSN — Entretenimento. Consultado em 3 de fevereiro de 2014 
  2. Enrique Fernandez (1986). Latin Notas: a quartet instead of a quintet. [S.l.]: Billboard Newspaper. 82 páginas 
  3. «Fenômeno dos anos 80, ex-Menudo Roy Rosselló abre lancheria em Porto Alegre». Diário Gaúcho. Consultado em 21 de fevereiro de 2016 
  4. «Ex-Menudo Roy Rossello diz que perdoa inventor da banda por abusos». UOL Televisão. 15 de setembro de 2014. Consultado em 25 de setembro de 2014 
  5. «Ex-Menudo Roy Rossello é detido e votação de "A Fazenda" é suspensa». UOL Televisão. 25 de setembro de 2014. Consultado em 25 de setembro de 2014 
  6. «Record entrega ex-menudo de 'A Fazenda' à polícia». VEJA.com. 25 de setembro de 2014. Consultado em 25 de setembro de 2014 
  7. Daniel Castro (25 de setembro de 2014). «'É um choque muito grande', diz ex-Menudo ao ser preso na Record». UOL. Notícias da TV. Consultado em 25 de setembro de 2014 
  8. Carla Passi (25 de setembro de 2014). «Por determinação judicial, ex-menudo Roy deixa 'A fazenda'». O Globo. Patrícia Kogut. Consultado em 25 de setembro de 2014 
  9. «A roça de 'A Fazenda 7' está suspensa e Roy deixa o programa». F5 - televisão. 25 de setembro de 2014. Consultado em 25 de setembro de 2014 
  10. Flávio Ricco (23 de setembro de 2014). «Confinado na "Fazenda", ex-Menudo Roy tem prisão decretada». UOL Televisão. Consultado em 25 de setembro de 2014 
  11. Daniel Castro (26 de setembro de 2014). «Ex-Menudo Roy Rosselló volta à Fazenda e primeira roça é cancelada». UOL. Notícias da TV. Consultado em 26 de setembro de 2014 
  12. Eduardo Schiavoni (25 de setembro de 2014). «Ex-Menudo Roy paga pensão, é solto e volta para "A Fazenda 7"». UOL Televisão. Consultado em 26 de setembro de 2014