SS Great Western

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
SS Great Western
Joseph Walter - The 'Great Western' riding a tidal wave, 11 December 1844.jpg
 Reino Unido
Proprietário Great Western Steamship Company
Fabricante William Patterson Shipbuilders
Homônimo Great Western Railway
Batimento de quilha 26 de junho de 1836
Lançamento 19 de julho de 1837
Comissionamento 31 de março de 1838
Viagem inaugural 8 de abril de 1838
Descomissionamento dezembro de 1846
Estado Vendido em 1847
 Reino Unido
Proprietário Royal Mail Steam Packet Company
Aquisição 24 de abril de 1847
Estado Vendido em 1855
 Marinha Real Britânica
Proprietário Marinha Real Britânica
Aquisição 1855
Estado Desmontado em 1856
Características gerais
Tipo de navio Transatlântico (1838–1855)
Transporte de tropas (1855–1856)
Deslocamento c. 2 300 t
Tonelagem c. 1 700 t
Maquinário 4 mastros
2 motores a vapor
Comprimento 76,8 m
Boca 17,59 m
Propulsão 2 rodas de pá
- 750 cv (552 kW)
Velocidade 8,5 nós
Tripulação 60
Passageiros 148

O SS Great Western foi um navio de passageiros britânico construído pelos estaleiros da William Patterson para a Great Western Steamship Company,[1] sendo a primeira embarcação construída com o objetivo de realizar a travessia transatlântica entre o Reino Unido e os Estados Unidos.

Projeto[editar | editar código-fonte]

Projetado por Isambard Kingdom Brunel, o Great Western foi o maior navio do mundo entre 1837 e 1839. Com o casco construído com madeira do tipo carvalho e movido a rodas de pás serviu como navio modelo para outras embarcações. Em sua viagem inaugural, saiu de Bristol, Reino Unido, seu porto de registro em 8 de abril de 1838, rumo a Nova Iorque, Estados Unidos, em viagem inaugural. e chegou à cidade de Nova York 15 dias depois (metade do tempo que os navios à vela normalmente demoravam).[2] Foi detentor do Blue Riband até 1843.[3] O navio foi vendido em 1847 para a Royal Mail Steam Packet Company, posteriormente servindo como transporte de tropas durante a Guerra da Crimeia antes de ser desmontado em 1856.[1]

Referências

  1. a b Corlett, Ewan (1975). The Iron Ship: the Story of Brunel's SS Great Britain. [S.l.]: Conway 
  2. «Novo Milênio: Rota de Ouro e Prata - Navios: o 'Great Western'». www.novomilenio.inf.br. Consultado em 9 de janeiro de 2022 
  3. Gibbs, Charles Robert Vernon (1957). Passenger Liners of the Western Ocean: A Record of Atlantic Steam and Motor Passenger Vessels from 1838 to the Present Day. [S.l.]: John De Graff. pp. pp. 41–45 


Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos navais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.