Santiago de los Caballeros

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Os céus da cidade.

Santiago de los Caballeros é a segunda maior cidade da República Dominicana, localizada no centro-norte da região da República, é conhecida como Vale do Cibao.[1] Esta cidade, também conhecida como "Santiago de los 30 Caballeros" ou simplesmente Santiago, é a capital da província de Santiago.

Foi fundada em 1495 durante a primeira onda de colonização europeia do Novo Mundo, hoje Santiago de los Treinta Caballeros (a primeira "Santiago" das Américas).

História[editar | editar código-fonte]

Em 1495, Cristóvão Colombo fundou, durante sua segunda viagem, o forte de Santiago, na margem leste do rio Yaque del Norte. Em 1506, o município que se formou ao seu redor foi transferido para as margens do rio Jacaguá. Em 1562, Santiago de los Caballeros é destruída por um terremoto.[2] Os sobreviventes se instalam em um terreno adjacente ao rio Yaque del Norte, atual localidade da cidade. Quando o Real Privilégio de Concessão de Armas foi concedido em 1508 à Villa de Santiago em Hispaniola, a figura heráldica incluída em seu escudo era a venera.[3]

A cidade testemunhou acontecimentos históricos importantes, incluindo a Batalha de 30 de março, em 1844 , com a qual os dominicanos consolidaram sua independência da vizinha República do Haiti, o que aconteceu no atual Parque Imbert. Na Guerra de Independência, Santiago de los Caballeros foi uma importante cidade estratégica, tendo sido capital da República Dominicana durante a Guerra da Restauração (1863-1865).[3]

O domínio dos franceses pelo Tratado de Basileia (que cedeu a parte espanhola da ilha à França em 1795) deixou sua marca em Santiago de los Caballeros. A partir dessa façanha, o município passou a planejar uma área urbana moderna. O neoclasicismo europeu está representado no Palácio Municipal, construído entre 1892 e 1895, pelo arquiteto belga Luis Bogaert. A era vitoriana foi o auge da arquitetura da cidade. Inúmeras residências foram construídas no elegante estilo neoclássico europeu que constituem o centro histórico de Santiago de los Caballeros.[3]

Referências

  1. Staff writers (22 de agosto de 2007). «República Dominicana Região Central». Ministério do Turismo. Consultado em 22 de agosto de 2007. Arquivado do original em 22 de novembro de 2007 
  2. História de Santiago de los Caballeros, República Dominicana (em espanhol)
  3. a b c Santiago de los Caballeros, República Dominicana (em espanhol)
Ícone de esboço Este artigo sobre geografia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.