Sisters (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Sisters
Irmãs[1] (PRT)
Irmãs Diabólicas[2] (BRA)
 Estados Unidos
1973 •  cor •  92 min 
Direção Brian De Palma
Produção Edward R. Pressman
Lynn Pressman-Raymond
Produção executiva Robert Rohdie
Roteiro Brian De Palma
Louisa Rose
Elenco Margot Kidder
Jennifer Salt
William Finley
Gênero suspense
terror
Lançamento Estados Unidos 27 de março de 1973
Idioma língua inglesa

Sisters é um filme de suspense e terror psicológico dirigido por Brian De Palma, estralando Margot Kidder e Jennifer Salt. De Palma está no seu primeiro filme de terror, fortemente influenciado por Alfred Hitchcock, tendo como referência Janela Indiscreta e Festim Diabólico, ambos de Hitchcock, e o filme tem a presença de Bernard Herrman, um constante parceiro de Hitchcock, que compôs a famosa trilha sonora de Psycho.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O filme é sobre uma modelo franco-canadense, Danielle Breton (Margot Kidder), que depois de sair de uma noite conturbada noite, dorme com o seu amante, Phillip Woode (Lisle Wilson). Porém, no dia seguinte, Phillip é assassinado pela irmã extremamente ciumenta de Danielle, Domique, que também é interpretada por Margot Kidder, e a jornalista Grace Collier (Jennifer Salt) vê tudo pela janela de seu apartamento e decide chamar a polícia, mas Danielle esconde o corpo, junto com o seu ex-marido, Emil Breton (William Finley), e quando os polícias vão até a casa de Danielle e encontram nada, Grace decide investigar sozinha e provar que não foi só imaginação o que ela viu, sem antes se deparar com algo obscuro no passado de Danielle.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

Brian De Palma se inspirou em um caso de duas irmãs gêmeas siamesas soviéticas, Masha e Darya Krivoshlyapova. O filme é fortemente influenciado pelos filmes de Alfred Hitchcock, tendo como referência Janela Indiscreta, e também conta com Bernard Herrmann como compositor. Herrmann é conhecido por trabalhar em vários filmes de Hitchcock, como por exemplo Psycho e Vertigo.

Lançamento[editar | editar código-fonte]

O filme foi lançado nos Estados Unidos pela American International Pictures, em 27 de março de 1973 e também foi lançado na Europa. Ele também foi exibido no Festival de Veneza em 1975. Sisters foi lançado em VHS pela Warner Home Video em 1980, e foi relançado em 2000 por Homevision. O filme foi relançado em uma edição especial em DVD pela Criterion Collection, em 3 de outubro de 2003, em uma nova visão digital widescreen.

Recepção e crítica[editar | editar código-fonte]

O filme foi recebido com elogios, Roger Ebert (um jornalista e crítico de cinema) observou: "Feito conscientemente como uma homenagem a Hitchcock" e acrescentou: "Ele tem uma vida própria", e elogiou o desempenho de Jennifer Salt. Vincent Canby, do The New York Times, o chamou de um bom filme de terror substancial e afirmou: "De Palma revela-se para ser um diretor de primeira linha mais ou menos convencional", também observou referência a Repulsion e Psicose. Enquanto isso, a Variety, embora afirmando que era "um bom melo drama psicológico", disse que "a direção de Brian De Palma não enfatiza os valores de exploração e mascaram totalmente a fraqueza do roteiro". No site Rotten Tomatoes, o filme tem uma aprovação de 83%[3], com base de 20 críticas.

Portal A Wikipédia tem os portais:

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.