Temple of Shadows

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Temple Of Shadows
Álbum de estúdio de Angra
Lançamento 6 de Setembro de 2004
Gravação Janeiro a Julho de 2004, no Mosh Studios de São Paulo, Brasil, e House of Audio da Alemanha
Gênero(s) Metal progressivo, power metal sinfônico
Duração 1:06:31
Gravadora(s) Paradoxx
Produção Dennis Ward
Cronologia de Angra
Hunters and Prey
(2002)
Aurora Consurgens
(2006)
Singles de Temple of Shadows
  1. "Wishing Well"
    Lançamento: Novembro de 2004

Temple of Shadows é o quinto álbum de estúdio da banda brasileira de power metal Angra.

O álbum é conceitual, pois conta a história fictícia de um cavaleiro conhecido como "The Shadow Hunter" (O Caçador da Sombra) que se une ao exército convocado pelo Papa para participar da Primeira Cruzada (1096-1099). Durante sua saga, ele passa por conflitos que o fazem refletir sobre a guerra santa da qual participa e os ideais da Igreja Católica, colocando sua devoção a prova.[1]

História[editar | editar código-fonte]

As 13 faixas contam uma história escrita pelo guitarrista Rafael Bittencourt sobre a vida de um participante da cruzada no século 11 - conhecido como The Shadow Hunter (O Caçador da Sombra) - questionando os ideais da Igreja Católica.

  • "Deus Le Volt!" (Deus quer assim), "Spread Your Fire" (Espalhe seu fogo): A história começa como um homem, mais tarde chamado de Caçador da Sombra (Shadow Hunter), escolhido por Deus, segundo diz um rabino que ele encontra, e diz que "espalhar seu fogo" é o seu destino.[1]
  • "Angels And Demons" (Anjos e Demônios): Como ele aceita seu destino, o Caçador da Sombra sai para difundir uma nova crença, contra os ensinamentos da Igreja Católica, que o define como um herege.[1]
  • "Waiting Silence" (Silencio de Espera): Com o passar do tempo, o Caçador da Sombra se apaixona por uma mulher muçulmana e tem dois filhos. Ele está em conflito com sua escolha entre o atender o chamado de seu destino ou viver uma vida normal. À medida que sua ansiedade aumenta, os cruzados da Igreja Católica Romana atacam a cidade onde vive sua família.[1]
  • "Wishing Well" (Fonte dos desejos): Completamente separada da próxima batalha, esta parte da história se passa na mente do Caçador da Sombra, como a voz do rabino constantemente em replays dizendo-lhe: "Não importa onde você joga suas moedas, quer seja em uma igreja ou na fonte dos desejos, o que importa é a tua fé! Se há um Deus, ele não tem casa: ele está em toda parte!"[1]
  • "The Temple of Hate":(O Templo do Ódio) Jerusalém é invadida por um exército da Igreja Romana, em correspondência com o evento real que ocorre em julho de 1099, e aniquila todos os habitantes da cidade. A esposa do Caçador da Sombra e seus dois filhos são mortos neste ataque. O Reino de Jerusalém foi fundado sobre os ideais fanáticos, intolerantes e ignorantes do Templo do Ódio, contra a vontade daqueles que viveram na Terra Santa antes de sua invasão.[1]
  • "The Shadow Hunter" (O Caçador da Sombra): O Caçador da Sombra continua suas viagens e encontra uma prostituta cigana. Em vez de lhe dar prazer, ela lê-lhe cartas, dizendo-lhe que o amor vai arrastá-lo de seu caminho. O Caçador da Sombra, buscando respostas para as perguntas que o atormentam, fica ainda mais perplexo com a mulher. Neste ponto, ele também descobre a morte de sua família.[1]
  • "No Pain for the Dead" (Sem Dor para os Mortos): Continuando a partir da canção anterior, O Caçador da Sombra enterra sua família, tentando superar a perda e tristeza, mas é confortado por saber que estão livres do sofrimento mortal e das emoções humanas. Ele, então, questiona se valeu a pena fazer tudo isso.[1]
  • "Winds of Destination" (Ventos do Destino): Algum tempo passa e o Caçador da Sombra acaba no assalto à fortaleza de Xerigordo, realizada por Kilij Arslan. Durante a conquista da Fortaleza de Xerigordo, o Caçador da Sombra é ferido e tem que fugir para escapar das tropas de Kilij Arslan. Perdendo sangue, ele desmaia antes de voltar a Constantinopla. Enquanto inconsciente, ele sonha com os pergaminhos perdidos escondidos nas ruínas do Templo de Salomão e dentro de cavernas perdidas no Mar Morto.[1]
  • "Sprouts of Time" (Frutos do Tempo): O Caçador da Sombra começa uma nova religião, reunindo pessoas em torno dele para espalhar a verdade revelada por ele. Palavras de paz e amor foram semeadas como sementes no coração dos sábios, mas infrutiferamente caíram no solo rochoso do coração dos cegos. O futuro é uma conseqüência do que fazemos agora. O presente expõe os Frutos do Tempo para todos. Não está claro se isso realmente aconteceu, ou se ele está alucinando este evento, como afirma próxima música em que ele está apenas acordando.[1]
  • "Morning Star" (Estrela da Manhã): Quando ele acorda, dois homens muçulmanos estão levando-o embora em um tipo de rede pendurada em um longo pedaço de madeira. Fraco e assustado, ele não pode reagir. À direita, enquanto o sol está amanhecendo, a Estrela da Manhã brilha no céu do novo dia. A estrela de seis pontas apresenta uma cruz e o tridente juntos como um só. Ele entende o primeiro sinal que lhe foi dado pelo rabino enquanto os lobos estão uivando. Naquele exato momento, a primeira profecia é cumprida. Ele descobrirá mais tarde que os dois homens são irmãos. Eles decidiram carregar o homem até sua casa quando o viram deitado e manchado de sangue no chão... Na casa da família Muçulmana, sua adorável irmã Laura vai cuidar dos ferimentos do cruzado.[1]
  • "Late Redemption" (Redenção Tardia): Durante os últimos momentos da vida deste cruzado, ele ainda está questionando: "Eu estava certo? Eu estava errado?" Lembranças e pensamentos giram em sua mente. O prisioneiro está sendo visitado por anjos. Ou são demônios? Quem sabe? Como pode o mais puro coração julgar o mal? O Anjo da Morte estende os braços e oferece um confortável silêncio eterno. O Caçador da Sombra entrega seu corpo e sua alma, certo de sua Redenção Tardia.[1]
  • "Gate XIII": é uma orquestra instrumental, riffs reprisando, progressões, e outros temas musicais de muitas das outras músicas, simbolizando que se vive a vida tirando a vida dos outros, acaba a vida, mais vida começa. A cobra come sua cauda.[1]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Allmusic 4 de 5 estrelas.[2]
Blabbermouth.net 8.5 de 10 estrelas.[3]
Novo Metal 9.5 de 10 estrelas.[4]

O álbum foi bem recebido pela crítica especializada, o Akihisa Ozawa da Burn! deu 91 pontos pelo álbum, algo raro na revista, o álbum ganhou 3 notas 10 no Free Paper da loja Sumiya[5], Edson Rocha (Redator do site Novo Metal) chegou a comentar:

"Um álbum que está há mais de dois meses no meu player não pode ser ruim. Já fiz diversos testes para avaliar a qualidade de Temple of Shadows; como ouvir de mau humor, deixar ele por uma semana na gaveta e voltar a escutá-lo, ouvir no carro, no discman, com dor de cabeça e etc, ou seja, dos mais diversos modos e humores e não consegui encontrar falhas nem músicas que estivessem lá somente para preencher espaço."[4]

O álbum ganhou diversos prêmios ao redor do mundo (Ver a seção Prêmios), o single "Wishing Well" atingiu #85 nas rádios brasileiras[6] e teve vídeo veículado na MTV Brasil[7].

Faixas[editar | editar código-fonte]

Todas as letras escritas por Rafael Bittencourt.[8]

N.º Título Música Duração
1. "Deus Le Volt!"   Kiko Loureiro 0:52
2. "Spread Your Fire"   Edu Falaschi, Kiko Loureiro 4:25
3. "Angels and Demons"   Edu Falaschi, Kiko Loureiro 4:10
4. "Waiting Silence"   Rafael Bittencourt, Kiko Loureiro 4:55
5. "Wishing Well"   Edu Falaschi 3:59
6. "The Temple of Hate"   Kiko Loureiro 5:13
7. "The Shadow Hunter"   Rafael Bittencourt, Kiko Loureiro 8:04
8. "No Pain for the Dead"   Kiko Loureiro, Rafael Bittencourt 5:05
9. "Winds of Destination"   Rafael Bittencourt, Kiko Loureiro 6:56
10. "Sprouts of Time"   Kiko Loureiro 5:09
11. "Morning Star"   Rafael Bittencourt, Kiko Loureiro 7:39
12. "Late Redemption"   Kiko Loureiro 4:55
13. "Gate XIII"   Kiko Loureiro, Rafael Bittencourt, Edu Falaschi 5:03
Duração total:
66:60

Créditos[editar | editar código-fonte]

Musicais[editar | editar código-fonte]

Banda
Músicos Adicionais
  • Voz na Faixa 12 – Milton Nascimento
  • Voz na Faixa 6 – Kai Hansen
  • Voz na Faixa 9 – Hansi Kürsch
  • Voz nas Faixas 2 e 8 – Sabine Edelsbacher
  • Backing vocals adicionais nas Faixas 3, 4 e 9 – Dennis Ward
  • Teclados – Michael Rodenberg
  • Quarteto de cordas Topcat – Alejandro Ramirez, Helena Imasato, Gustavo Pinto Lessa e Glauco Mashiro
  • Piano na faixa 10 – Sílvia Góes
  • Percussão – Douglas las Casas
  • Violoncello – Yaniel Matos
Outras Informações
  • Arranjos de Teclado e Orquestra – Kiko Loureiro
  • Arranjos - Angra
  • Arranjos e execução de Backing Vocals - Rafael Bittencourt
  • Coro na Faixa 2 e 9 – Edu Falaschi, Rafael Bittencourt, Felipe Andreoli, Tito Falaschi, Zeca Loureiro e Rita Maria
  • Arranjo e regência do quarteto de cordas das faixas 6 e 8 – Rafael Bittencourt

Técnicos[editar | editar código-fonte]

  • Gravado em: Estúdio House of Audio, Alemanha e Estúdio Mosh, Brasil de Janeiro a Julho de 2004
  • Gravado por: Dennis Ward
  • Mixado em: Estúdio House of Áudio de Junho a Julho de 2004
  • Mixado por: Dennis Ward
  • Masterizado em: Estúdio House of áudio de Junho a Julho de 2004
  • Masterizado por: Jürgen Lusky
  • Produzido por: Dennis Ward
  • Produção Executiva: Antonio D. Pirani
  • Músicas editadas por: Rakibitlou music

Desempenho nas paradas e certificações[editar | editar código-fonte]

Paradas musicais
Parada musical (2004) Melhor
posição
 Brasil - ABPD[9] 10
 Japão - Oricon Total Albums Sales[10] 22
 Japão - Oricon International Albums Chart[11] 6
 França - SNEP[12] 110
Certificações
País Certificação Provedor Vendas
Brasil Ouro[13] ABPD 50,000+

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Ano Nomeado Prêmio Resultado
2005 Melhor baixista nacional (Felipe Andreoli (músico)) Melhores de 2004 eleitos pelos usuários do Whiplash.Net[14] Vencedor
Melhor banda nacional Vencedor
Melhor baterista nacional (Aquiles Priester) Vencedor
Melhor capa nacional Vencedor
Melhor guitarrista nacional (Kiko Loureiro) Vencedor
Melhor tecladista nacional (Fabio Laguna) Vencedor
Melhor vocalista nacional (Edu Falaschi) Vencedor
Melhor álbum de Heavy metal Prêmio Claro de música[15] Vencedor
Melhor álbum de 2004 Melhores do ano Revista Burrn![16] Vencedor
Melhor canção de 2004 (Spread Your Fire) Vencedor
Melhor vocalista (Edu Falaschi) Nomeado
Melhor capa Nomeado
Melhor álbum de 2004 Melhores Rádio 89 FM[16] Nomeado

Referências

  1. a b c d e f g h i j k l m «Angra: A história do Templo das Sombras». Whiplash.net. Consultado em 24 de abril de 2012 
  2. «Allmusic - Temple of Shadows». Allmusic (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2012 
  3. «Blabbermouth.net CD Reviews - Temple of Shadows». Blabbermouth.net (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2012 
  4. a b «Angra - Temple of Shadows». Novo Metal.com. Consultado em 24 de abril de 2012 
  5. «Angra: Boas críticas para o novo álbum no Japão». Whiplash.net (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2012 
  6. «Diamonds are a girl's best friend - Brasil Charts 23.10.2004». ClubVicio (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2012 
  7. «Wishing Well». Flogão Angra. Consultado em 24 de abril de 2012 
  8. https://www.discogs.com/Angra-Temple-Of-Shadows/release/423980
  9. «Lista dos 50 CDs mais vendidos na semana». Revista Época Online. Consultado em 24 de março de 2012 
  10. «ANGRAのリリース一覧». Oricon (em japonês). Consultado em 24 de março de 2012 
  11. «Japanese Charts-The newest charts». UKMIX (em inglês). Consultado em 23–04/2012 
  12. «Les charts». Les Charts (em francês). Consultado em 7 de abril de 2012 
  13. «Angra Agora sim o recomeço pra valer». Consultado em 22 de abril de 2012 
  14. «Melhores de 2004 eleitos pelos usuários do Whiplash.Net». Consultado em 23 de abril de 2012 
  15. «Angra Ganha Prêmio Claro de Música!». Flogão Angra. Consultado em 23 de abril de 2012 
  16. a b «Angra Ganha Prêmio Claro de Música!». Flogão Angra. Consultado em 23 de abril de 2012 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Angra é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.