Copa Fiat

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Trofeo Linea Fiat)
Ir para: navegação, pesquisa
Copa Fiat
Organização RM Racing Events
Edições 3
País  Brasil
Etapas 6



Ultimos campeões
Piloto Rio de Janeiro Cacá Bueno


A Copa Fiat (antes Trofeo Linea Fiat) foi uma categoria automobilística brasileira, integrante do Racing Festival, juntamente com a Fórmula Futuro[1] O campeonato é disputado em 6 etapas pelos principais autódromos do Brasil, com 2 provas por etapa, totalizando 12 provas ao final da temporada.

No último ano de disputa da competiçaõ, em 2012, a organização mudou o nome da categoria para Copa Fiat e promoveu mudanças em algumas partes do carro utilizado pelos pilotos, tentando deixá-lo com aspecto menos parecido com um automóvel de rua e mais próximo a um carro de competição.[2]

Assim como o Campeonato Brasileiro de Turismo, era uma categoria de base para categorias maiores, como a Stock Car Brasil e o Campeonato Brasileiro de Marcas e Pilotos, ao permitir participação de pilotos com habilitação nacional B.

Contou com a participação dos pilotos Cacá Bueno, Popó Bueno, André Bragantini Jr., Christian Fittipaldi, Giuliano Losacco, Fernando Nienkotter, Leonardo Nienkotter, Cesinha Bonilha e Ulisses Silva.

Carro[editar | editar código-fonte]

Fiat Linea
Visão Geral
Produção 2010
Fabricante Fiat
Ficha técnica
Motor FPT 1.4 16v turbo 260cv
Transmissão 6 marchas sequenciais
Dimensões
Comprimento 4.560 mm
Entre-eixos 2.601 mm
Largura 1.730 mm
Altura 1.500 mm
Velocidade Máx. 230km/h
Ver artigo principal: Fiat Linea

O carro utilizado na competição é uma versão modificada do Fiat Linea produzido em série pela montadora. O modelo passou por alterações de suspensão e carroceria, além da remoção de alguns itens para redução do peso. O motor, produzido pela Fiat Powertrain Technologies, possui alguns cavalos extras de potência em relação ao original.[1]

Regulamento[editar | editar código-fonte]

A categoria é disputada em duas corridas por etapa, de forma que a classificação para a segunda acontece no sistema de grid invertido: O oitavo colocado da primeira corrida larga na pole, o sétimo parte em segundo, e assim por diante, até o vencedor da primeira prova, que larga em oitavo. A posição de largada do nono colocado em diante é a mesma em que o piloto terminou a primeira corrida.[3] Para efeito de classificação no campeonato, ao final da última etapa, os dois piores resultados do calendário são descartados.

Sistema de pontuação[editar | editar código-fonte]

10º
1ª corrida 20 14 12 10 8 6 4 3 2 1
2ª corrida 15 12 10 8 6 4 2 1

Campeões[editar | editar código-fonte]

Ano Piloto
2010 Rio de Janeiro Cacá Bueno
2011 Rio de Janeiro Cacá Bueno
2012 Rio de Janeiro Cacá Bueno

Referências


Ícone de esboço Este artigo sobre Automobilismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.