Fiat Linea

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde julho de 2012).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)


Fiat Linea
Fiat Linea in Kraków (1).jpg
Visão Geral
Produção 20082016
Fabricante Fiat
Modelo
Classe Sedã Premium
Carroceria Sedã 4 portas
Designer Fiat Style Centre
Ficha técnica
Motor 1.4 16V T-Jet (Gasolina)
1.8 16V E.Torq (Flex)
Transmissão Manual/Automatizada Dualogic - 5 marchas
Modelos relacionados Fiat Punto
Fiat Bravo
Citroën C4 Lounge
Peugeot 308
Peugeot 408
Ford Focus Sedan
Renault Mégane
Renault Fluence
Toyota Corolla
Dimensões
Comprimento 4.560 mm
Entre-eixos 2.601 mm
Largura 1.730 mm
Altura 1.500 mm
Cronologia
Fiat Marea
Fiat Tipo (Europa)
Fiat Cronos (América do Sul)
Fiat Linea in Kraków (3).jpg

O Linea é um sedã de porte médio da FIAT, que conta com o agora aposentado propulsor 1.4 16V Turbo TJet, com potência de 152cv, e o motor 1.9 16v, sendo posteriormente substituído pelo motor E-Torq 1.8 16V com 132 cv nas versões Essence e Absolute. Esse motor faz parte da nova linha de motores da Fiat, que incluem um 1.6 16V, já adotado em outros modelos da marca.

No interior, nota-se esmero e bons materiais. O painel segue o estilo adotado no Punto e, para competir com Citroën C4 Lounge, Peugeot 308 (Carro do Ano na Europa 2014), Peugeot 408, Honda Civic, Chevrolet Cruze, Renault Fluence, Toyota Corolla e o Novo Ford Focus, manteve um acabamento caprichado, com opção de interior em couro ou microfibra. Entre os itens opcionais, airbags laterais e de cortina, sistema de viva-voz com bluetooth, GPS integrado ao quadro de instrumentos (Blue&Me NAV), entrada USB, entre outros.

Lançamento[editar | editar código-fonte]

Foi lançado, no Brasil, no dia 19 de Setembro de 2008, concretizando uma aposta da Fiat de conquistar espaço no mercado de carros médios, o qual foi perdido pela marca na década de 1990, com o fim da produção do Fiat Tempra. Porém não conseguiu sucesso ao enfrentar o Toyota Corolla, Honda Civic e o Chevrolet Vectra, sendo rebaixado para Compacto Premium.

No Brasil e na Turquia, o modelo veio para substituir o já desgastado Fiat Marea, que teve produção iniciada no Brasil em 1998 modelo 1999.

Versões[editar | editar código-fonte]

  • Linea Essence 1.8 16V
  • Linea Essence 1.8 16V Dualogic
  • Linea Absolute 1.8 16V Dualogic
  • Linea HLX 1.9 16V Dualogic
  • Linea T-Jet 1.4 Turbo 16V
  • Linea LX 1.9 16V

Competições[editar | editar código-fonte]

O Linea não participaria de nenhuma competição automobilística, mas a Fiat anunciou seu retorno ao Campeonato Argentino de TC2000.[1] Foi um dos dez modelos das oito montadoras que participaram da competição em 2009.[2]

Em setembro de 2009 a Fiat anunciou o lançamento da categoria automobilística Trofeo Linea Fiat, integrante do Racing Festival.[3]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Fiat Linea

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre automóveis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.