Fiat Mobi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Out of date clock icon.svg
Este artigo ou seção pode conter informações desatualizadas.

Se sabe algo sobre o tema abordado, edite a página e inclua informações mais recentes, citando fontes válidas. Utilize o campo de resumo para uma breve explicação das alterações e, se achar necessário, apresente mais detalhes na página de discussão.

Fiat Mobi
Fiat Mobi produzido no Brasil.
Visão Geral
Produção 2016 — Presente
Fabricante Fiat, grupo Fiat Chrysler Automobiles
Matriz Itália Turim, Piemonte, Itália
Montagem Brasil Betim, Minas Gerais, Brasil
Modelo
Classe Subcompacto
Carroceria Hatch 4 portas
Ficha técnica
Motor 1.0L Fire 8v l4 flex[1] [2]
1.0L Firefly 6v l3 flex[3]
Potência 1.0: (E) 75 cv (55 kW) @ 6250 rpm
   (G) 73 cv (54 kW) @ 6250 rpm
1.0: (E) 77 cv (57 kW) @ 6250 rpm
   (G) 72 cv (53 kW) @ 6250 rpm
Torque 1.0: (E) 9,9 kgf-m (97 Nm) @ 3850 rpm
 (G) 9,5 kgf-m (93 Nm) @ 3850 rpm
1.0: (E) 10,9 kgf-m (110 Nm) @ 3250 rpm
 (G) 10,4 kgf-m (100 Nm) @ 3250 rpm
Transmissão Manual de 5 velocidades[2]
Automatizado de 6 velocidades[4]
Layout Motor frontal transversal, tração dianteira
Modelos relacionados Volkswagen Up!
JAC J2
Chery QQ
Chery Face
Lifan 320
Renault Kwid
Dimensões
Comprimento 3 566 mm (140 in)[2]
Entre-eixos 2 305 mm (91 in)
Largura 1 633 mm (64 in)
Altura 1 490 mm (59 in)
Altura livre do solo 0 146 mm (5,7 in)
Peso 907 kg (2 000 lb)
Tanque 47 l (12 US-gal)
Consumo urbano: (A) 8,4 km/l
(G) 11,9 km/l

Rodoviário: (A) 9,2 km/l
(G) 13,3 km/l[2]
Velocidade Máx. 154 km/h (96 mph)
Capacidade
de carga
400 kg (880 lb)[2]
Cronologia
Palio Fire

O Mobi é um veiculo de carroceria hatch do segmento subcompacto produzido pela Fiat em Betim, Minas Gerais, Brasil. Ele foi lançado no dia 13 de abril de 2016[5]. O Mobi é um projeto brasileiro que divide plataforma com o Fiat Uno de segunda geração, além do motor e transmissão[6]. Ele foi criado para ser concorrente direto do Volkswagen Up!, com dimensões e características parecidas, incluindo à tampa traseira de vidro existente no Up! europeu desde 2011.

História[editar | editar código-fonte]

Em meados de 2014 começaram os rumores sobre um suposto subcompacto, que atendia pelo nome de "projeto 341" ou "x1h", que seria lançado pela Fiat no inicio de 2016[7]. Ele viria para competir com o Volkswagen Up! e substituir a versão básica do Fiat Uno, denominada Vivace[7]. O x1h seria derivado do Uno, compartilharia plataforma, motor, e transmissão[6].

Em 13 de abril de 2016 foi lançado o Fiat Mobi (como modelo 2017)[5], que confirmava todos os rumores a seu respeito. Ele era equipado com um motor 1.0L FIRE 8v, que rendia 75 cv (55 kW) e 73 cv (54 kW) de potência à 6250 rpm quando abastecido com etanol e gasolina, respectivamente[5], e 9,9 kgf-m (97 Nm) e 9,5 kgf-m (93 Nm) de torque à 3850 rpm quando abastecido com etanol e gasolina, respectivamente. Para transferir essa potência para as rodas o veiculo era equipado inicialmente com uma transmissão manual de cinco velocidades.

Inicialmente, o Mobi contava com seis níveis de acabamento: Easy, Easy On, Way, Way On, Like, Like On[5]. A versão Easy contava com retrovisores com comando interno, banco traseiro bipartido, para-choque na cor da carroceria, rodas de 13 polegadas com calotas, espelho de cortesia, como itens de série e ar quente e o pacote Functional (com vidros dianteiros e travas elétricas, limpador e desembaçador do vidro traseiro e predisposição do rádio) como opcionais. A Easy On continha tudo que a Easy tinha e acrescentava ar-condicionado, direção hidráulica, regulagem de altura do volante e rodas aro 14 no lugar das aro 13, e não contava com opcionais. A versão Like continha tudo que a Easy On tinha mais vidros e travas elétricas, predisposição de rádio, computador de bordo, chave telecomando, limpador e desembaçador traseiro, cintos de segurança dianteiros com altura ajustável, maçanetas e retrovisores na cor da carroceria, grade dianteira pintada em preto brilhante, abertura interna para tampa do porta-malas, revestimento do porta-malas e caixa para bagagem com volume de 14 litros. Era opcional: sistema de som, rádio e o Fiat Live On (o sistema multimídia proprietário da Fiat), todos acompanhados de alarme e comandos no volante. A Like on acrescentava rodas de liga leve de 14 polegadas, faróis de neblina, regulagem de altura do banco do motorista, retrovisores elétricos com a função “tilt down” (que abaixam sozinhos ao engatar a marcha ré), repetidores de seta, sensor de estacionamento, tecidos com estampas diferenciadas nos bancos, alarme e rádio com comandos no volante. Não havia opcionais nessa versão. A versão Way tinha um visual “aventureiro” e trazia todos os itens da Like. Inclui barras longitudinais de teto, para-choques com estética mais robusta e molduras plasticas nas caixas das rodas, além da suspensões mais elevadas. Nessa versão eram opcionais: sistemas de som, rádio e a central multimídia Live On, ambos acompanhados de alarme e comandos no volante. A Way On tinha o mesmo conteúdo da Like On e o visual da Way, com a adição de rodas de liga leve aro 14 com desenho próprio e o console de teto com porta-objetos e espelho adicional.

No final de 2016 a Fiat renovou sua linha de motores 1.0L no Brasil, o Mobi recebeu um motor 1.0L Firefly 6v todo em alumínio[8]. Esse motor rendia 77 cv (57 kW) e 72 cv (53 kW) de potência à 6250 rpm, quando abastecido com etanol e gasolina, respectivamente. E 10,9 kgf-m (110 Nm) e 10,4 kgf-m (100 Nm) de torque à 3250 rpm quando abastecido com etanol e gasolina, respectivamente. Além da transmissão manual de 5 velocidades, o mobi recebeu uma transmissão automatizada de 5 velocidades, porém esse câmbio é exclusiva da versão Drive[4].

Versões[editar | editar código-fonte]

Easy[editar | editar código-fonte]

A versão Easy contava com retrovisores com comando interno, banco traseiro bipartido, para-choque na cor da carroceria, rodas de 13 polegadas com calotas, espelho de cortesia, como itens de série e ar quente e o pacote Functional (com vidros dianteiros e travas elétricas, limpador e desembaçador do vidro traseiro e predisposição do rádio) como opcionais.

Easy On[editar | editar código-fonte]

A Easy On continha tudo que a Easy tinha e acrescentava ar-condicionado, direção hidráulica, regulagem de altura do volante e rodas aro 14 no lugar das aro 13, e não contava com opcionais.

Like[editar | editar código-fonte]

A versão Like tem predisposição de rádio, computador de bordo, chave desmodrômica , cintos de segurança dianteiros não ajustaveis, maçanetas e retrovisores na cor da preta, grade dianteira pintada em preto brilhante, abertura externa para tampa do porta-malas, revestimento do porta-malas e caixa para bagagem com volume de 14 litros. Era opcional: sistema de som, rádio, fárol de neblina, limpador e desembaçador traseiro e o Fiat Live On (o sistema multimídia proprietário da Fiat).

Like On[editar | editar código-fonte]

A Like on acrescentava rodas de liga leve de 14 polegadas, faróis de neblina, regulagem de altura do banco do motorista, retrovisores elétricos com a função “tilt down” (que abaixam sozinhos ao engatar a marcha ré), repetidores de seta, sensor de estacionamento, tecidos com estampas diferenciadas nos bancos, alarme e rádio com comandos no volante. Não havia opcionais nessa versão.

Way[editar | editar código-fonte]

A versão Way tinha um visual “aventureiro” e trazia todos os itens da Like. Inclui barras longitudinais de teto, para-choques com estética mais robusta e molduras plasticas nas caixas das rodas, além da suspensões mais elevadas. Nessa versão eram opcionais: sistemas de som, rádio e a central multimídia Live On, ambos acompanhados de alarme e comandos no volante.

Way On[editar | editar código-fonte]

A Way On tinha o mesmo conteúdo da Like On e o visual da Way, com a adição de rodas de liga leve aro 14 com desenho próprio e o console de teto com porta-objetos e espelho adicional.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Fiat Mobi». precoscarros.com.br. Consultado em 18 de abril de 2016 
  2. a b c d e «Fiat Mobi - ficha técnica». carrosnaweb.com.br. Consultado em 18 de abril de 2016 
  3. «Fiat MOBI Drive 1.0». carrosnaweb.com.br. Consultado em 7 de maio de 2017 
  4. a b Nicolas Tavares (30 de março de 2017). «Fiat Mobi GSR é prático e torna-se o 1.0 mais econômico do Brasil». IG. Consultado em 7 de maio de 2017 
  5. a b c d Luciana de Oliveira (13 de abril de 2016). «Fiat Mobi é lançado no Brasil, e preço parte de R$ 31.900». G1. Consultado em 18 de abril de 2016 
  6. a b Bruno Freitas (14 de abril de 2016). «Derivado, mas menor que o Uno, Fiat Mobi chega a partir de R$ 31.900». Vrum. Consultado em 11 de julho de 2016 
  7. a b Marlos Ney Vidal (14 de novembro de 2014). «City Car da Fiat será primo dos projetos 326/327 (Palio e Uno)». Autossegredos. Consultado em 7 de maio de 2017 
  8. Flavio R. Silveira (13 de dezembro de 2016). «Avaliação: Mobi Drive é o verdadeiro Fiat Mobi (e o único que deveria existir)». Motor Show. Consultado em 13 de maio de 2017 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Fiat Mobi