Iveco Daily

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde março de 2015).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas.
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2015). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Iveco Daily
Iveco Daily 2014 Minibus. Free image Spielvogel.JPG
Iveco Daily (sexta geração) em exposição em Hanover, Alemanha, 2014.
Visão Geral
Nomes
alternativos
Fiat Daily
Produção 1978–presente
Fabricante Iveco
Modelo
Carroceria Micro-ônibus
Furgão
Van
Caminhão
Ficha técnica
Motor 3.0 diesel HPi
Transmissão 5 marchas
Modelos relacionados Mercedes-Benz Sprinter
Peugeot Boxer
Fiat Ducato
Último
Próximo


O Iveco Daily é uma van produzida pela Iveco desde 1978, comercializada também como Fiat Daily até 1983. Ela também está disponível como um micro-ônibus.

Primeira geração (1978-1990)[editar | editar código-fonte]

A primeira série Daily (MY78) foi oferecido com dois modelos, o 35 eo 50 (3,5 e 5,0 toneladas). O maior deles (Daily 50) tinham uma capacidade de carga de até 17 m³. Em 1980, um turbodiesel versão chamada "Turbodaily" foi introduzido, e ele estava em produção até 2002 (Europa). Esta geração não foi comercializada no Brasil.

Segunda geração (1990-2000)[editar | editar código-fonte]

A segunda geração do Daily (MY 98) foi introduzido em 1990, com uma cabine totalmente revisto e melhorias no motor Sofim (na época, com uma capacidade de 2,5 L). Na sequência da entrada em operação comercial da Ford na Iveco, em 1986, o Daily de 3,5 toneladas foi logo retirado do mercado do Reino Unido, devido à concorrência direta com o Ford Transit, o Daily permaneceu no Reino Unido, na versão acima de 4,0 toneladas, e agora vendido como o caminhão Iveco-Ford.

A segunda geração recebeu um facelift em 1996, que difere apenas ligeiramente no exterior, mas o motor estava já disponível em 2,8 litros de capacidade 76 KW (103 cv). A versão 59-12 (chassi-cabine e furgões) e 59-13 (van) foram lançados.

Com o lançamento de uma nova geração na Europa e a inauguração de uma nova planta no Brasil, toda a linha de produção foi transferida para o Brasil e o modelo continuou a ser fabricado na planta de Sete Lagoas até meados de 2007. Atualmente esta geração é fabricado na planta de La Victória na Venezuela (por meio de CKD ) e na China por meio de joint-venture.

Terceira geração (2000-2006)[editar | editar código-fonte]

Com a terceira série do Daily (S-2000) tem novos grupos de luz (maior e menor). O nome Turbodaily caiu em desuso pois todas as versões vieram com tecnologia Unijet (common rail). Duas novas versões foram lançadas: "Agile", com mudança automática de marchas, e "GNV", uma versão a gás natural. Também duas classes de carga foram introduzidas novas: Daily 65 e 28 (6,5 toneladas e 2,8 toneladas). O Iveco Daily foi feito "Van do Ano" para o ano de 2000. Apesar de não serem do mesmo fabricante, o Iveco Daily e o renault Master possuem peças estruturais (de funilaria, carroceria e de montagem) intercambiáveis.

Esta versão não foi comercializada nem importada oficialmente para o Brasil.

Quarta geração (2006-2011)[editar | editar código-fonte]

A geração atual foi desenhado por Giugiaro (S-2007) e chegou ao mercado em meados de 2006 (europa) e 2007 (Brasil). Ele está disponível como: Van de passageiros, furgão de carga, chassi-cabine simples, chassi-cabine dupla e scudato (nomencatura interna da Iveco para se referir ao chassi preparado para ser encarroçado como microônibus).

Possui novos motores FPT F1C, que atendem a norma Euro 4 (fabricados na europa) e Euro III (fabricados no Brasil), variando a potência entre 136cv e 155cv, com 2998cc, 4 cilindros, 16 válvulas, Turbo diesel commom rail.

Pela primeira vez um veículo da Iveco teve seu lançamento praticamente simultâneo no Brasil e na Europa, diferindo apenas em alguns meses.

Uma parceria com a encarroçadora de ônibus brasileira Neobus gerou o Cityclass, um microônibus derivado do Neobus Thunderboy, porém com montagem dedicada ao chassi do Daily 70C16.

Quinta geração (2011-2014)[editar | editar código-fonte]

A quinta geração foi introduzida em junho de 2011, tendo sida descontinuada em 2014 e substituída pela sexta geração.

Sexta geração (2014-presente)[editar | editar código-fonte]

Atual geração, fabricada desde 2014, substituindo a quinta geração.

Galeria de imagens[editar | editar código-fonte]