Fiat Oggi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Oggi
Fiat Oggi CS 1985 Vermelho Gasolina 1300
Visão Geral
Produção 1983–1985
Fabricante Fiat
Modelo
Classe Sedan Compacto
Carroceria 3 Volumes
Ficha técnica
Motor 1.3L (1297 cm³)
Transmissão Manual de 5 Marchas
Modelos relacionados Fiat 147
Fiat Panorama
Fiat Fiorino
Fiat Spazio
Fiat Prêmio
Dimensões
Comprimento 3966 mm
Entre-eixos 2225 mm
Largura 1545 mm
Altura 1337 mm
Peso 840 kg
Tanque Porta-Malas 440L
Cronologia
Fiat Prêmio

O Oggi (hoje, em italiano) foi um modelo de automóvel produzido pela Fiat do Brasil entre 1983 e 1985, derivado do 147 e do Spazio.

Lançado no Brasil em 1976, o Fiat 147 ganhou uma picape em 1978 (147 Pick-up e Fiorino), perua em 1980 (Panorama), mas só recebeu o sedã em 1983 com o lançamento do Oggi. O Oggi adotava a frente do Spazio, com um grande porta-malas (maior de sua categoria na época) que superava seu concorrente Voyage, da VW, que era maior que ele e inclusive de superiores como Opala da GM. Contava com motor 1.3L (1297 cm³) 8v a álcool apenas com ignição eletrônica opcional, e câmbio de 5 marchas, com 56 cv a 5200 rpm (líquidos) e torque máximo líquido de 9,9 kgfm a 3000 rpm chegava a 147,5 km/h segundo a Fiat, porem testes revelaram que ele atinge 154 km/h .

Trouxe inovações técnicas, como o sistema cut off (comum atualmente em injeção eletrônica), um dispositivo acoplado ao carburador comandado por uma pequena central eletrônica que corta o fornecimento de combustível de marcha lenta em desacelerações (freio motor), e válvula "Thermac", encarregada de levar ar aquecido pelo coletor de escapamento para o motor durante a fase de aquecimento[1].

Além da versão CS, houve uma versão esportiva de 1.415 cm³ com poucas unidades (300 apenas): O Oggi CSS, lançado apenas para homologação do modelo nas competições de "Marcas e Pilotos", que contava com itens esportivos do Spazio TR, como o painel completo, defletores de ar, faróis auxiliares e rodas de liga leve.

O Oggi chegou também a ser comercializado na série especial "Pierre Balmain", fabricada de Janeiro a Março de 1984. Disponível na cor dourado "bege áureo" com acabamento interno monocromático, para-choques, grade, frisos e plásticos externos marrons, vinha com o símbolo PB da grife no painel e inscrições laterais e por fim vinha com 2 malas da grife do estilista.

Apesar das vantagens o Oggi não fez muito sucesso, provavelmente pelas críticas de sua traseira alta e retilínea destoar bastante do conjunto. Saiu de linha em 1985 com 20.083 unidades vendidas[2], substituído pelo Prêmio, o três-volumes derivado do Uno, o qual foi produzido durante um tempo razoável, porém igualmente sem alcançar grande sucesso comercial.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre automóveis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.