Abarth

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Abarth & C. Spa
Privada
Atividade Automotiva
Fundação 15 de Abril de 1949
Sede Turim,  Itália
Pessoas-chave Luca di Montezemolo (Presidente)
Harald J. Wester (CEO)
Website oficial abarth.it
Logo da Abarth no modelo 595.

Abarth & C. S.p.A. é uma montadora de carros de rua e corrida e subsidiária de Tuning fundando pelo ítalo-austríaco Carlo Abarth em 1949.[1] Abarth & C. S.p.A. é pertencente a Stellantis pela subsidiária Stellantis Italy. Sua logomarca é um escudo estilizado com um escorpião num fundo amarelo e vermelho.[2]

História[editar | editar código-fonte]

Nos anos 1960, a Abarth começou a ganhar sucesso na categoria de hillclimbing e Corrida de Carro Esportivo, majoritariamente em veículos com motores de 850 cc até 2000 cc de cilindrada, rivalizando com o Porsche 904 e o Ferrari Dino. Hans Herrmann foi o piloto de serviço da marca desde 1962 até 1965 que venceu os 500 km de Nürburgring em 1963, juntamente com Teddy Pilette.[3]

Pouco tempo depois, Carlo Abarth prometeu a Johann Abt que o autorizava a testar carros novos vindos de fábrica gratuitamente, se este vencesse todas as provas em que a Abarth entrara - Abt quase conseguiu, vencendo 29 das 30 provas realizadas no total, ficando na ultima prova em 2º lugar.[3] Mais tarde, Abt fundou Abt Sportsline.

Para além das provas desportivas que a Abarth concorrera, a Abarth também começou a produzir escapes de alta performance. Mais tarde, a Abarth diversificou a sua produção em vários kits de tuning para carros afectos ao transporte de passageiros, maioritariamente da marca Fiat. Um escape de corrida foi produzido pelos modelos de Lambretta "D" e "LD". Os escapes originais Abarth LD são agora itens de colecionador de alto valor. Réplicas estão disponíveis que carregam o nome de Abarth. Lambretta também continha diversas motocicletas com motores de 125 cc de cilindrada durante os anos 1950, graças parcialmente ao escape que Abarth desenvolveu para elas.[4][5] A marca Abarth também foi associada na produção de carros desportivos e de competição com a Porsche[6] e a Simca.

O Abarth 1500 Coupé/Biposto de 1952 projetado por Bertone, junto de Carlo Abarth e Carlo Scagliarini.
Fiat 500 Abarth.
Fiat 595 Abarth Turismo
Fiat Abarth 1000 TC.
Fiat Abarth 695.
Fiat Grande Punto Abarth
Cisitalia Abarth 205A Berlinetta Vignale 1950.

Em 1971 a Abarth foi comprada pela Fiat, e a sua equipe por Enzo Osella. A Abarth tornou-se um departamento particular de competição desportiva da Fiat, gerida pelo famoso engenheiro designer Aurelio Lampredi. Alguns modelos construidos pela Fiat foram utilizados pela Lancia e Autobianchi com a colaboração da Abarth, o mais famoso deles foi o Autobianchi A112 Abarth.

Fiat Abarth 1000 Scorpione Coupé Allemano 1962.


Fiat 124 Abarth.

Referências

  1. «Abarth wants 100 dealers in Europe». autonews.com. Consultado em 7 de janeiro de 2008 
  2. «Abarth Logo | Design, History and Evolution». www.famouslogos.net. Consultado em 28 de julho de 2011 
  3. a b «The history of Abarth». abarthcarsuk.com. Consultado em 28 de maio de 2014. Cópia arquivada em 29 de maio de 2014 
  4. «125 Model D Racer». racinglambrettas.com. Consultado em 22 de junho de 2014 
  5. «Lambretta World Land Speed Record Scooter». lambrettista.net. 7 de outubro de 2013. Consultado em 22 de junho de 2014 
  6. «Porsche 356B Carrera GTL Abarth». porschearchive.com. Consultado em 28 de maio de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Abarth