True Lies

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
True Lies
A Verdade da Mentira (PT)
True Lies (BR)
Pôster promocional
 Estados Unidos
1994 •  cor •  141[1] min 
Direção James Cameron
Produção James Cameron
Stephanie Austin
Roteiro James Cameron (história)
Randall Frakes (história)
Baseado em La Totale! por Claude Zidi
Simon Michaël
Didier Kaminka
Elenco Arnold Schwarzenegger
Jamie Lee Curtis
Tom Arnold
Bill Paxton
Tia Carrere
Art Malik
Eliza Dushku
Grant Heslov
Charlton Heston
Gênero Comédia de ação
Suspense
Espionagem
Romance
Música Brad Fiedel
Cinematografia Russell Carpenter
Edição Conrad Buff
Mark Goldblatt
Richard A. Harris
Companhia(s) produtora(s) Lightstorm Entertainment
Distribuição 20th Century Fox
Universal Pictures (Reino Unido)
Lançamento Estados Unidos 15 de Julho de 1994
Brasil 9 de Setembro de 1994
Portugal 14 de Outubro de 1994
Idioma Inglês
Orçamento US$100–120 milhões
Receita US$378,882,411[2]
Página no IMDb (em inglês)

True Lies (br: True Lies / pt: A Verdade da Mentira) é um filme de ação de 1994 dirigido por James Cameron, e estrelado por Arnold Schwarzenegger e Jamie Lee Curtis. Este é um remake estendido do filme francês de 1991 La Totale!, que foi dirigido por Claude Zidi e estrelado por Thierry Lhermitte e Miou-Miou.[3]

True Lies foi o primeiro projeto da Lightstorm Entertainment a ser distribuído em uma produção de vários milhões de dólares numa parceria de Cameron com 20th Century Fox, assim como a primeira grande produção para a empresa de efeitos visuais Digital Domain, que foi co-fundada por Cameron. True Lies foi a única colaboração em um filme fora da franquia Terminator com Cameron, Schwarzenegger, e Brad Fiedel como diretor, ator e compositor, respectivamente.

Após a sua liberação, True Lies foi o filme mais caro já feito, bem como o primeiro filme a ter mais de um orçamento de produção de $100 milhões, e passou a um sucesso comercial e de crítica. Por seu desempenho, Curtis ganhou o Globo de Ouro de Melhor Atriz - Filme Musical ou Comédia e o Saturn Award de Melhor Atriz, enquanto Cameron ganhou o Saturn Award de Melhor Diretor. O filme arrecadou, em última instância $378 milhões em todo o mundo na bilheteria e também foi indicado para o Oscar de Melhores Efeitos Visuais e BAFTAs na categoria Melhor Efeito Visual, e também por sete Saturn Awards.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Trata-se de uma história de ação e espionagem sobre um agente secreto com vida dupla espionando a própria esposa e terminando por envolvê-la numa terrível trama terrorista. Tremendo sucesso de crítica e bilheteria. Uma continuação estava sendo planejada, até ocorrerem os atentados de 11 de setembro.

Harry Tasker é um agente secreto de elite que esconde sua profissão de sua esposa Helen, que pensa que ele é um vendedor de computadores. Quando Harry descobre que sua esposa está vendo outro homem, não sabe que é porque ela quer ir atrás de mais aventura em sua vida - não atrás de sexo como ele imaginava. De alguma forma, ela acaba caindo na mão de perigosos terroristas e dessa vez ele terá que revelar quem realmente é para salvar os dois - ou até mesmo ser salvo por ela.[4]

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Dublagem Original[editar | editar código-fonte]

Segunda Dublagem[editar | editar código-fonte]

Ator / Atriz Personagem Dublagem (Álamo) Brasil Dublagem (Audionews) Brasil
Arnold Schwarzenegger Harry Tasker Affonso Amajones Garcia Júnior
Jamie Lee Curtis Helen Tasker Cecília Lemes Sheila Dorfman
Tom Arnold Albert Gibson Carlos Campanile Júlio Chaves
Bill Paxton Simon Élcio Sodré Hélio Ribeiro
Tia Carrere Juno Skinner Rosa Maria Baroli Lina Rossana
Art Malik Salim Abu Aziz Walter Breda Márcio Simões
Eliza Dushku Dana Tasker Ana Elena
Grant Heslov Faisil Mauro Eduardo Lima Marco Antônio Costa
Charlton Heston Spencer Trilby João Paulo Ramalho José Santanna
Crystina Wyler Charlene Nádia Carvalho
Tom Isbell Repórter Marco Ribeiro
Mike Akrawi Cameraman do Jihad Airam Pinheiro
Locutor Nano Filho Marco Ribeiro

Produção[editar | editar código-fonte]

Schwarzenegger afirmou que durante as filmagens de uma cena com um cavalo, uma câmera explodiu e o cavalo "ele ficou louco, girando e pulando" perto de uma queda de 90 pés. Schwarzenegger rapidamente deslizou para fora do cavalo e um dublê pegou; concluiu ele, "[isto é] por isso que eu sempre vou amar dublês".[5] A cena em que a personagem de Jamie Lee Curtis é salva por Arnold Schwarzenegger, que a pega em pleno helicóptero, foi realizada pela própria atriz, que se recusou a usar uma dublê para a cena.[6] Custando $100[7][8]–120[9] milhões para produzir, True Lies foi o primeiro filme com um orçamento de produção de $100 milhões.[10] O governo americano forneceu para as filmagens de True Lies três aviões Marine Harriers e seus pilotos, pela quantia de US$100.736. [6]

Lançamento[editar | editar código-fonte]

Resposta da crítica[editar | editar código-fonte]

Após o seu lançamento em 1994, o filme recebeu críticas em sua maioria positivas. Baseado em 47 comentários recolhidos pelo Rotten Tomatoes, True Lies tem um 72% classificação fresco e uma média ponderada de 6.5/10, com o consenso sendo "Se ele não alcançar as alturas do diretor James Cameron e colaborações anteriores da estrela Arnold Schwarzenegger, True Lies ainda embala ação e humor suficiente em seu enredo, por vezes absurdo para entreter".[11] Website Metacritic, que atribui uma média ponderada de vários comentários, deu ao filme um 63 de 100, indicando "avaliações favoráveis".[12]

James Berardinelli de Reelviews deu ao filme 3.5 estrelas de 4, dizendo,

"Eu ainda tenho que decidir se True Lies é a melhor comédia ou filme de ação. Ele contém elementos pesados ​​de ambos, e joga-los igualmente bem. Ao contrário de tais tentativas fracassadas como Hudson Hawk e Last Action Hero, no entanto, True Lies é um grande, filme grandioso que tem uma imensa quantidade de diversão, sem nunca tomar-se demasiado a sério... Speed e True Lies e entregam em um verão dois socos que vão deixar os telespectadores se contorcendo de emoção e tentando recuperar o fôlego".[13]

O filme arrecadou $146 milhões no mercado dos EUA e $232.6 milhões no exterior,[14] tornando este o terceiro filme de melhor bilheteria de 1994,[15] e também um retorno para Schwarzenegger seguinte Last Action Hero no verão anterior. Por sua atuação, Jamie Lee Curtis recebeu um Globo de Ouro para Melhor Atriz em um Musical/Comédia.[16]

Apesar das críticas positivas, o filme foi criticado como sexista, cruel ou mesmo misógino, para o seu tratamento de personagens femininas, como o herói (Schwarzenegger), utilizando recursos da sua agência para perseguir e assustar sua esposa.[17] Outros percebido como transmitir um forte preconceito anti-árabe ou anti-muçulmano.[18]

Dos muitos locais que foram usados ​​no filme, a Mansão Rosecliff foi usado para as cenas de baile de tango no início do filme e do exterior do chalé suíço que Harry Tasker infiltra é o Ochre Court.[19] A cena de dança de salão que fecha o filme, assim como as cenas no lobby do fictício Hotel Marquis, em Washington, ocorrerá no Salão de Cristal do Millennium Biltmore Hotel no centro de Los Angeles.[20]

Bilheteria[editar | editar código-fonte]

Abertura em 2,368 cinemas nos Estados Unidos, True Lies foi classificado em #1 em sua semana de estreia, ganhando $25,869,770. True Lies foi um sucesso de bilheteria, ganhando $146,282,411 nos Estados Unidos e $232,600,000 no resto do mundo, totalizando $378,882,411 mundialmente.[2]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Prêmio Categoria Beneficiário Resultado
Prêmios Globo de Ouro Melhor Atriz Jamie Lee Curtis Venceu
BAFTA Melhores Efeitos Visuais Especiais John Bruno, Thomas L. Fisher, Jacques Stroweis, Pat McClung, Jamie Dixon Indicado
Saturn Award Melhor Atriz Jamie Lee Curtis Venceu
Melhor Diretor James Cameron Venceu
Melhores Efeitos Visuais Venceu
Melhor Ator Arnold Schwarzenegger Indicado
Melhor Atriz Coadjuvante Tia Carrere Indicado
Melhor Ator Coadjuvante Bill Paxton Indicado
Melhor Filme de Ação/Aventura/Suspense - Indicado
Oscar Melhores Efeitos Visuais John Bruno, Thomas L. Fisher, Jacques Stroweis e Patrick McClung Indicado
MTV Movie Awards Melhor Atriz Jamie Lee Curtis Indicado
Melhor Performance Cómico Tom Arnold Indicado
Melhor Beijo Arnold Schwarzenegger e Jamie Lee Curtis Indicado
Melhor Sequência de Dança Arnold Schwarzenegger e Tia Carrere Indicado
Melhor Sequência de Ação Explosão da Ponte/Resgate da Limusine Indicado
Eddie Award Melhor Edição Conrad Buff IV, Mark Goldblatt, Richard A. Harris Indicado
Japanese Academy Awards Excelente Filme em Língua Estrangeira - Indicado
Prémio Screen Actors Guild 1994 Melhor Atriz Coadjuvante Jamie Lee Curtis Indicado

Possível sequência e adaptação em série de televisão[editar | editar código-fonte]

Em setembro de 2010, vários sites relataram que Cameron estaria desenvolvendo True Lies como uma possível série de televisão com o produtor de Dark Angel René Echevarria atuando como dono do show e produtor.[21] Em 2012, os relatórios de notícias on-line citaram que Eliza Dushku disse que haveria uma sequência reunindo o elenco original com o escritor/diretor James Cameron.[carece de fontes?] Cameron originalmente planejado para fazer uma sequência em algum momento de 2002, mas ele colocou seus planos em espera uma vez que os Ataques de 11 de setembro de 2001 ocorreu em Nova Iorque, dizendo que o terrorismo não era mais algo a ser tomada de ânimo leve.[22] Em uma entrevista, James Cameron afirmou que não há planos para uma sequência para True Lies, mas ele e Schwarzenegger havia falado sobre a possibilidade de trabalhar em um novo projeto juntos uma vez Schwarzenegger deixar o cargo de governador da Califórnia.[23]

No filme The Kid & I, interpreta um personagem fictício baseado em si mesmo. Nesse filme, o personagem estrelou em True Lies e é perseguido por um fã e equipes com Henry Winkler e Linda Hamilton a fazer uma sequência; Schwarzenegger e Curtis aparecem como a si mesmos. Tom Arnold, brincando, comentou na sede de campanha de Schwarzenegger que uma sequência de True Lies foi cancelada após Arnold Schwarzenegger ter vencido a Eleição para governador da Califórnia em 2003.

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

True Lies
Trilha sonora de Brad Fiedel e vários artistas
Lançamento 19 de julho de 1994
Gravadora(s) Lightstorm/Epic Soundtrax
Lista de faixas
N.º Título Duração
1. "Sunshine of Your Love"    
2. "Darkness, Darkness"    
3. "Alone in the Dark"    
4. "Entity"    
5. "Sunshine of Your Love (The Adrian Sherwood & Skip McDonald Remix)"    
6. "Main Title/Harry Makes His Entrance"    
7. "Escape from the Chateau"    
8. "Harry's Sweet Home"    
9. "Harry Rides Again"    
10. "Spying on Helen"    
11. "Juno's Place"    
12. "Caught in the Act"    
13. "Shadow Lover"    
14. "Island Suite"    
15. "Causeway/Helicopter Rescue"    
16. "Nuclear Kiss"    
17. "Harry Saves the Day"    

Músicas que aparecem no filme não incluídas na trilha sonora:


Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • True Lies é a refilmagem do filme francês La Totale!, de Claude Zidi.
  • Esta é a terceira vez em que o ator Arnold Schwarzenegger e o diretor James Cameron trabalham juntos. Eles anteriormente já haviam trabalhado em O Exterminador do Futuro (1984) e O Exterminador do Futuro 2 (1991).
  • Na cena em que Harry conta para Gib (Tom Arnold) que Helen está tendo um caso, Gib conta uma história sobre sua segunda mulher, que levou tudo quando o deixou. Ele diz no filme: "Que tipo de piranha doente tira até as pedras de gelo do congelador?". Esse diálogo é uma referência ao divórcio de Tom Arnold e Roseanne Barr. Na época, foi relatado que ela teria feito a mesma coisa com o ex-marido.[24]

Referências

  1. «TRUE LIES (15)». United International Pictures. British Board of Film Classification. 9 de agosto de 1994. Consultado em 1 de outubro de 2013 
  2. a b «True Lies (1994)». Box Office Mojo. Consultado em 27 de fevereiro de 2013 
  3. La Totale! (em inglês) no Internet Movie Database
  4. «True Lies (1994) - Cineplayers». Cineplayers. Consultado em 4 de Janeiro de 2016 
  5. Schwarzenegger, Arnold. «IamArnold. AMA 2.0.». Reddit. Consultado em 21 de janeiro de 2014 
  6. a b «True Lies». AdoroCinema. Consultado em 28 de outubro de 2014 
  7. Fox, D., 1994. Movies: 'True Lies,' 'Forrest Gump' and 'The Lion King' are on target to break a record for non-holiday weekend ticket sales. Los Angeles Times, [internet] July 18. Disponível em http://articles.latimes.com/1994-07-18/entertainment/ca-17141_1_true-lies [Acessado em 24 de julho de 2010].
  8. Kempley, R., 1994. ‘True Lies’ (R). The Washington Post, [internet] 15 de julho. Acessado em 24 de julho de 2010.
  9. Thompson, Anne. (2907-1994) 5 True Lies About James Cameron. Ew.com. Retrieved on 2011-07-14.
  10. «First film with a $100 million budget». Guinness World Records. Consultado em 30 de abril de 2014 
  11. «True Lies». Rotten Tomatoes. Consultado em 5 de agosto de 2011 
  12. lies. Metacritic.com (2009-12-18). Retrieved on 2011-07-14.
  13. 1994 James Berardinelli, ''True Lies''. Reelviews.net. Retrieved on 2011-07-14.
  14. True Lies (1994). Box Office Mojo (1994-10-18). Retrieved on 2011-07-14.
  15. 1994 Domestic Grosses. boxofficemojo.com
  16. Jamie Lee Curtis – Awards & Nominations – MSN Movies. Movies.msn.com. Retrieved on 2011-07-14.
  17. John Simon, "True Lies," National Review, August 29, 1994.
  18. Charles Glass, "A prejudice as American as apple pie," New Statesman, November 20, 1998.
  19. http://www.newport-discovery-guide.com/movies-filmed-in-newport-ri.html
  20. http://www.millenniumhotels.com/usa/millenniumbiltmorelosangeles/90anniversary/biltmore-filming-history.html
  21. «James Cameron Adapting 'True Lies' For TV». Deadline.com. 13 de setembro de 2010. Consultado em 13 de setembro de 2010 
  22. «Sequel talk true or lies?» 
  23. «Cameron Doubtful for TL2 but Hopeful for Another! Tom Arnold Claims Another Project with "Lies" Team!». TheArnoldFans.com. 8 de maio de 2009. Consultado em 6 de abril de 2010 
  24. «True Lies: Curiosidades - AdoroCinema». AdoroCinema. Consultado em 5 de Janeiro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]