Usuário(a):Gabrielrs/Testes/Outros2

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Raven-Symoné
Informação geral
Nome completo Raven-Symoné Christina Pearman
Também conhecido(a) como Raven
Nascimento 10 de dezembro de 1985
Local de nascimento Atlanta, Geórgia
 Estados Unidos
Gênero(s) R&B, pop, hip-hop, soul, dance
Ocupação(ões) Atriz, cantora, compositora, comediante, dançarina, produtora de televisão e modelo
Instrumento(s) Vocais, piano
Período em atividade 1989–presente
Gravadora(s) MCA, Crash, RayBlaze, Hollywood, Universal Motown
Afiliação(ões) The Cheetah Girls
Página oficial Página de Raven-Symoné no Myspace

Raven-Symoné Christina Pearman[1] (Atlanta, 10 de dezembro de 1985), conhecida profissionalmente como Raven-Symoné (pronunciado /ˈreɪ.vən sɪˈmoʊn/, como se tivesse sem acento), ou simplismente Raven, é uma atriz e cantora americana. Symoné iniciou sua carreira em 1989 depois de aparecer em The Cosby Show, como Olivia. Ela lançou seu álbum de estréia, Here's to New Dreams em 1993, com o single "That's What Little Girls Are Made Of" alcançando a posição 68 na Billboard Hot 100 dos Estados Unidos. O álbum seguinte, Undeniable, foi lançado em 4 de maio de 1999.

Symoné apareceu em várias séries de televisão de sucesso, como The Cosby Show e Hangin' with Mr. Cooper, no final dos anos 1980 e início dos anos 1990. De 2003 a 2007, estrelou a série do Disney Channel, That's So Raven em que interpretou Raven Baxter, uma adolescente psíquica que tenta o melhor para manter seus poderes psíquicos em segredo. Durante seu tempo em That's So Raven, Symoné lançou seu terceiro álbum de estúdio, This Is My Time (2004), que foi o álbum solo da cantora com o melhor número de venda até à data, chegando ao número 51 na Billboard 200.[2] Após um ano do fim de That's So Raven, ela lançou seu quarto álbum de estúdio, Raven-Symoné (2008). O álbum alcançou a posição de número 159 da Billboard 200. Durante 2003 e 2006, ela participou de quatro trilhas sonoras da Disney, a trilha certificada disco de platina duplo pela RIAA, The Cheetah Girls (2003), no disco de ouro That's So Raven (2004), That's So Raven Too! (2006) e na trilha sonora certificada disco de platina, The Cheetah Girls 2 (2006). As trilhas sonoras venderam juntas 4,1 milhões de cópias e em abril de 2008, Symoné já vendeu 314 mil cópias de álbuns nos Estados Unidos. Ela é também a voz de Uniqua, na série da Nickelodeon, The Backyardigans, durante a quarta e última temporada.

Ela transitou para uma carreira no cinema, estrelando diversos filmes destinados ao público jovem, incluindo Dr. Dolittle (1998), Dr. Dolittle 2 (2001), College Road Trip (2008), e filmes de sucesso para a televisão, incluindo Zenon: Girl of the 21st Century (1999), The Cheetah Girls (2003), a sua sequência The Cheetah Girls 2 (2006), For One Night (2006), Revenge of the Bridesmaids (2010). Raven também emprestou sua voz para a série animada Kim Possible, para a personagem Monique e filmes da Tinker Bell da Disney. Raven-Symoné também possui um site de vídeo, Raven-Symoné Presents. Em 2011, Symoné atuou na série de comédia da ABC Family State of Georgia como Georgia Chamberlain, uma aspirante atriz com um ego enorme que se muda para Nova Iorque para tentar uma carreira de atriz.

Vida e carreira[editar | editar código-fonte]

1985–2001: Início da vida, da carreira artística e musical, primeiros filmes[editar | editar código-fonte]

Raven-Symoné nasceu em Atlanta, na Geórgia, é filha de Lydia (nascida Gaulden) e Christopher B. Pearman. Aos três anos, sua família mudou-se para Ossining, Nova Iorque, onde ela participou da Park School.[3] Quando criança, ela trabalhou para a Atlanta's Young Faces Inc. Modeling Agency e foi destaque em publicidade impressas locais.[4] Aos dois anos, trabalhou com a Ford Models em Nova Iorque, e apareceu em anúncios dos biscoitos Ritz, Jell-O, Fisher-Price e Cool Whip. Em 1989, Raven-Symoné fez um teste para um papel no filme de Bill Cosby, Ghost Dad. Aos três anos de idade, ela foi considerada jovem demais para o papel, mas Bill Cosby gostou dela, tanto que ele encontrou um papel para ela em seu programa, The Cosby Show, como sua neta Olivia.[5] Ela fez sua estréia no episódio de estreia da sexta temporada da série, e permaneceu até o final da série em 1992. Ela, então, apareceu como a versão mais jovem da personagem estrelada por Halle Berry, uma teimosa escrava birracial, no filme feito para a tevê Queen: The Story of an American Family, com base no livro de Alex Haley.[6]

Em 1992, Symoné iniciou sua carreira de cantora com a idade de cinco anos, quando ela assinou com a MCA Records. Ela passou quase dois anos fazendo aulas de canto com Missy Elliott. Seu álbum de estréia, Here's to New Dreams, foi lançado em 22 de junho de 1993, que gerou dois singles: "That's What Little Girls Are Made Of" e "Raven Is the Flavor", com o primeiro alcançando a posição 68 na Billboard Hot 100 dos Estados Unidos.[7] O álbum, contudo, não foi bem sucedido, e devido as baixas vendas, ela foi retirada da MCA Records em 1995. O disco vendeu mais de 73 mil nos Estados Unidos.[8] Em 1996, Symoné e seu pai fundaram a RayBlaze Records, em que ela assinou um contrato de distribuição com a Crash Records para seu segundo álbum Undeniable, que foi lançado em maio de 1999, vendendo mais de 2,000 nos EUA.[8] O álbum rendeu o single "With a Child's Heart", uma versão cover de Stevie Wonder. Para apoiar o disco, ela saiu em turnê como ato de abertura da banda 'N Sync na PopOdyssey Tour em 2001/2002.[9]

Após o término de The Cosby Show, ela conseguiu o papel de Nicole Lee no show Hangin 'with Mr. Cooper, fazendo sua estréia no terceiro episódio da segunda temporada da série, e permaneceu até o final em 1997.[10] Em 1994, durante seu tempo no último show citado, ela teve uma ponta no filme The Little Rascals como a namorada do personagem Stymie, mas em 1999 Symoné conseguiu seu maior papel no cinema no filme de comédia Dr. Dolittle com Eddie Murphy como Charisse Dolittle. O filme arrecadou mais de 294 milhões de dólares no mundo todo.[11] No mesmo ano, ela também apareceu em Zenon: Girl of the 21st Century como Nebulosa, sua primeira produção na Disney. Dois anos depois da primeira longa-metragem, Dr. Dolittle 2 foi lançado, neste juntando mais de 176 milhões de dólares no mundo.[12]

2002–2007: That's So Raven, The Cheetah Girls e This Is My Time[editar | editar código-fonte]

Em 2002, Symoné obteve o papel de voz de Monique em Kim Possible como a melhor amiga da protagonista, fora as duas temporadas do show, participou de dois filmes da série, Kim Possible: A Sitch in Time (2003) e Kim Possible: So the Drama (2005). Em 2001, Symoné fez teste para um papel em uma série futura para o Disney Channel intitulada Absolutely Psychic, sobre uma adolescente com habilidades psíquicas. Ela na verdade fez o teste para o papel recorrente de Chelsea Daniels, mas seu papel foi alterado para o principal personagem Raven Baxter e o nome da série mudou para That's So Raven.[13] O show estreou em 17 de janeiro de 2003 e terminou em 10 de novembro de 2007, tornando-se a série de maior audiência e uma das mais longa do Disney Channel.[14] A personagem-título inspira-se no seu talento, criatividade, poderes psíquicos e uma variedade de disfarces para entrar e sair de divertidas situações. That's So Raven gerou uma franquia de trilhas sonoras, bonecos, DVDs com episódios, e jogos de vídeo, sendo nomeada para o Outstanding Children's Program durante o 2005 e 2007 no Emmy Awards.[15][16] O show arrecadou mais de 400 milhões de dólares em marketing e lançou uma série derivada, Cory in the House.[17][18]

Em 2003, ela gravou o clássico de Stevie Wonder, "Superstition", como o tema principal do filme The Haunted Mansion. Ela assinou um contrato com a Hollywood Records, uma gravadora de propriedade da Disney e gravou a trilha sonora The Cheetah Girls, que estreou em 33 na Billboard 200 e está certificada platina dupla pela RIAA por vendas de 2 milhões de cópias, sendo a segunda trilha sonora mais vendida de 2004, atrás de Shrek. No ano seguinte, Symoné lançou um EP de cinco faixas com a Hollywood Records, em 1 de janeiro de 2004 antes do lançamento de This Is My Time, contendo "Backflip", "Bump", "Overloved", "What Is Love?", e "Mystify". Lançado para promover o álbum completo, o EP estava disponível apenas em lojas selecionadas e hoje em dia é muito raro. Em 21 de setembro de 2004, ela lançou seu terceiro álbum de estúdio, This Is My Time, que incluiu o single "Backflip", que recebeu alta rotação no Disney Channel, e estreou na BET através de um acesso especial concedido. O disco estreou no número um na parada musical Billboard Top R&B/Hip-Hop Albums e no número 51 na Billboard 200, com um sucesso moderado na primeira semana vendendo 19 mil exemplares, tornando-se o primeiro álbum de Symoné a entrar nos gráficos dos Estados Unidos. Ficou entre os 100 mais vendidos por 13 semanas, vendendo cerca de 235 mil cópias até 2 de fevereiro de 2007, segundo a Nielsen SoundScan.[8] As quatro músicas do álbum foram incorporadas nas trilhas sonoras de filmes da Disney: The Lion King 1½ ("Grazing in the Grass"); The Princess Diaries 2: Royal Engagement ("This Is My Time"); Ice Princess ("Bump"); e Go Figure ("Life Is Beautiful"). No mesmo ano, também gravou uma música para a primeira trilha sonora That's So Raven que estreou em 44 na Billboard 200 e agora está certificada Ouro pela RIAA pelas vendas de 500 mil cópias.

Em 2003, ela estrelou como a cantora Galleria Garibaldi em The Cheetah Girls, um filme original Disney Channel sobre quatro garotas da cidade que sonham em se tornar estrelas. O filme foi primeiro musical do canal e foi a base para outras franquias, incluindo bonecas, jogos de vídeo, trilhas sonoras com discos de platina e muito mais. O filme também estrelou Adrienne Bailon como Chanel Simmons, Sabrina Bryan como Dorinda Thomas, e Kiely Williams como Aquanette Walker. O filme foi dirigido por Oz Scott, e produzido pela vencedora do Grammy Whitney Houston. Ele atraiu mais de 6,5 milhões de espectadores na noite de estréia, tornando-o (na época) o filme mais assistido do Disney Channel e a maior audiência do canal em 2003. Em 2004, durante seu época no show That's So Raven, Symoné forneceu sua voz para Danielle em Fat Albert. Teve um desempenho moderado nas bilheterias, ganhando 48,551,322 milhões de dólares no mundo todo durante a sua execução teatral. Ela fez uma aparição em The Princess Diaries 2: Royal Engagement como Princesa Asana, durante o qual ela cantou um dueto com Julie Andrews, sendo seu primeiro filme com a Walt Disney Pictures. Teve também um desempenho de sucesso nas bilheterias, ganhando 134.734.481 milhões de dólares em todo o mundo durante a sua execução nos cinemas. A sequência do filme de televisão, Zenon: Z3, um filme original Disney Channel, com Symoné incluída como Nebula Wade, teve seu papel reprisado no filme Zenon: The Zequel (2001), que reuiu 1,3 milhões de telespectadores na noite de estréia. No mesmo ano, após o inesperado sucesso do filme e da trilha sonora, um episódio piloto de The Cheetah Girls foi gravado para o canal ABC. A série não foi aprovada devido o fato de Symoné não ser capaz de estar em duas séries ao mesmo tempo.

Em 2006, ela estrelou em seu primeiro papel dramático de sua carreira, For One Night, que foi baseado em uma história verdadeira. Sua estréia foi em 6 de fevereiro de 2006, no canal Lifetime Movie Network. Symoné estrelou como Briana McCallister, inspirado na história real de uma adolescente afro-americana que abalou uma pequena cidade onde bailes do ensino médio haviam sido segregados racialmente por décadas. Durante este tempo, ela também se desvinculou do Disney Channel. No mesmo ano, continuou seu papel em The Cheetah Girls 2, que foi dirigido por Kenny Ortega, produzido novamente por Houston e neste com Symoné atuando como produtora executiva do filme. O filme rendeu mais de 8 milhões de telespectadores na noite de abertura, tornando-o (na época) o filme mais assistido do Disney Channel e a maior audiência do canal no ano de 2006. Mais tarde nesse ano, ela forneceu a voz para Marti Brewster em Everyone's Hero, que foi distribuído pelo 20th Century Fox e lançado nos cinemas em 15 de setembro de 2006. A longa-metragem teve um desempenho moderado nas bilheterias, ganhando apenas 16 milhões de dólares no mundo todo durante a sua execução teatral, mas o filme não foi lançado em vários países importantes. Symoné gravou músicas para That's So Raven Too!, segunda trilha sonora original da série de mesmo nome, que estreou em 44 na Billboard 200 e vendendo cerca de 200 mil cópias até abril de 2007, segundo a Nielsen SoundScan.[8] O álbum contém cinco novas faixas escritas e cantadas pela artista, incluindo o single "Some Call It Magic", canções de amizade como "Friends" com Anneliese van der Pol, há também colaborações com Orlando Brown para "Little by Little" e Kyle Massey para "Let's Stick Together". A trilha sonora The Cheetah Girls 2, estreou no número 5 na Billboard 200 e é certificado platina pela RIAA por vendas de 1,3 milhões de cópias. Este disco contêm três canções solas inéditas de Symoné e sete outras faixas, como parte do grupo The Cheetah Girls. Depois do sucesso do terceiro álbum da cantora, This Is My Time (2004), a Crash Records vendeu seus direitos sobre o material do disco Undeniable a TMG Records, em cooperação com Rayblaize e sua então atual gravadora Hollywood, que relançou em 31 de outubro de 2006 sob o título From Then Until. O relançamento incluiu o vídeo da música "With a Child's Heart" bem como algumas cenas por trás dos bastidores e apresentações ao vivo. O disco vendeu mais de 8,000 nos Estados Unidos.[8] Para apoiar seu terceiro álbum de estúdio e a trilha sonora That's So Raven Too!. Symoné embarcou na This Is My Time Tour que começou em 19 de maio de 2006, em Richmond, VA e concluiu-se em 21 de outubro de 2006, em Columbia, SC. Em 2008, The Cheetah Girls: One World começou a ser produzido, no entanto Symoné não participou do filme, citando "questões territoriais" e "brigas" no conjunto de Cheetah Girls 2, o que levou a uma amizade tensa com as outras três atrizes. Em uma entrevista posterior, Adrienne Bailon, Sabrina Bryan e Kiely Williams negaram os rumores, dizendo que todas se dão muito bem.

2008–09: College Road Trip, Tinker Bell e Raven-Symoné[editar | editar código-fonte]

Em 2008, Symoné estrelou um novo papel principal na comédia College Road Trip, que gira em torno da estudante de 17 anos Melanie Porter que está aguardando ansiosamente para seu primeiro grande passo para a independência, quando ela planeja uma viagem só com meninas para conhecer futuras universidades. Mas quando seu autoritário pai e chefe de polícia (Martin Lawrence) insiste em acompanhá-la na esperança de influenciar sua decisão, descobre que sua viagem dos sonhos transformou-se em uma aventura cômica e tumultuada. Em sua semana de estréia, o filme arrecadou cerca de 14 milhões de dólares em 2,706 cinemas dos Estados Unidos e Canadá, classificando como o segundo filme mais assistido da semana. Faturou mais de 60 milhões dólares em todo o mundo.

Seu quarto álbum Raven-Symoné foi lançado em 29 de abril de 2008 e apresentou produtores como Sean Garrett, The JAM, Knightwritaz, e The Clutch. O único single "Double Dutch Bus", cover da faixa de 1981 de Frankie Smith, foi lançado em 8 de fevereiro de 2008 e o videoclipe dia 18 do mesmo mês e ano. O disco estreou em 159 na Billboard 200. Para promovê-lo, Symoné planejava noticiar sua primeira turnê em arenas, a The Pajama Party Tour na primavera de 2008, mas devido ao que os promotores chamaram de "dificuldades imprevistas" a turnê foi adiada. Mais tarde, a cantora confirmou que a turnê seria reprogramada e lançada no verão de 2008 sob o título de Raven-Symoné: Live Tour que teve início em julho de 2008 e continuou até 2009. Durante esta turnê, após concluir o contrato de dois álbuns com a Hollywood Records, Symoné confirmou que não iria renovar seu contrato com o selo.

Durante 2008 e 2009, Symoné deu voz para Iridessa, a fada da luz na série de filmes da Disney Fairies lançados direto em DVD, Tinker Bell, Tinker Bell and the Lost Treasure, Tinker Bell and the Great Fairy Rescue, Pixie Hollow Games e Tinker Bell and the Secret of the Wings. Ela apareceu no documentário Good Hair do humorista Chris Rock em 2009.

2010–presente: Retorno á televisão, estréia na Broadway[editar | editar código-fonte]

Em 2010, Symoné estrelou com Joanna Garcia o filme da ABC Family Revenge of the Bridesmaids. O longas conta a história de duas amigas de infância que tentam impedir o casamento de uma delas que está casanado por dinheiro, se disfarçando de damas de honra, de modo que o verdadeiro amor possa prevalecer. Reuniu 2,5 milhões de telespectadores na estreia, transformando-se no filme líder da tevê acabo entre mulheres de 18 á 34 anos, e entre os 5 programas mais assistindo no ranking semanal. Symoné fez uma participação especial na série original do Disney Channel Sonny with a Chance com Demi Lovato, onde interpretou a personagem Amber Algoode, presidente do fã-clube de Chad Dylan Cooper. Ela fez uma participação como artista convidda, junto com o pianista Chau-Giang Thi-Nguyen, e o trompetista e pianista de jazz Arturo Sandoval em 9 de dezembro no teatro de dança de Debbie Allen, The Hot Chocolate Nutcracker, no UCLA's Royce Hall. Os recursos da apresentação, bem como seu funcionamento a partir de 10 e 11 de dezembro, beneficiou as criançasda Debbie Allen Dance Academy.

Em 2012, estrelou seu primeiro seriado depois de quatro anos como personagem principal na comédia da ABC Family State of Georgia.

Referências

  1. White, Sue (6 de agosto de 2008). «Raven-Symone steps out of character for the Midland County Fair stage» (em inglês). MLive.com. Consultado em 11 de outubro de 2012. Cópia arquivada em 11 de outubro de 2012 
  2. «This Is My Time - Raven-Symoné» (em inglês). Billboard. 9 de outubro de 2004. Consultado em 11 de outubro de 2012 
  3. «It's My Life. Celebs. Raven Symone» (em inglês). PBS Kids GO!. Janeiro de 2005. Consultado em 11 de outubro de 2012 
  4. «Raven-Symone: 5 Things You Didn't Know About the 'State of Georgia' Star» (em inglês). Hollywood Reporter. 29 de junho de 2011. Consultado em 11 de outubro de 2012 
  5. Fox, Candi (25 de julho de 2012). «Disney to diva: Raven Symoné all grown up» (em inglês). Examiner. Consultado em 11 de outubro de 2012 
  6. «Queen: The Story of An American Family» (em inglês). Alex Haley. Consultado em 11 de outubro de 2012 
  7. «That's What Little Girls Are Made Of - Raven-Symoné» (em inglês). Billboard. 21 de agosto de 1993. Consultado em 11 de outubro de 2012 
  8. a b c d e Caulfield, Keith (2 de fevereiro de 2007). «Ask Billboard – Quoth the Raven, 'Any More?'» (em inglês). Billboard. Consultado em 11 de outubro de 2012 
  9. Blackman, Lori (20 de junho de 2001). «Raven-Symone growing up in 'Dr. Dolittle 2'» (em inglês). CNN. Consultado em 11 de outubro de 2012 
  10. Zaino, Nick (6 de julho de 2011). «Raven-Symone and Holly Robinson Peete Reminisce About 'Hangin' With Mr. Cooper' (VIDEO)» (em inglês). Aol TV. Consultado em 11 de outubro de 2012 
  11. «Doctor Dolittle» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 11 de otubro de 2012  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  12. «Dr. Dolittle 2» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 11 de otubro de 2012  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  13. «Raven Biography» (em inglês). Notable Bioggraphies. Consultado em 12 de dezembro de 2012 
  14. Seidman, Robert (13 de agosto de 2009). «On T.O., Jim Rome and how some media covers cable ratings (AKA I have T.O.'s back on this)» (em inglês). TV by the Numbers. Consultado em 13 de dezembro de 2012 
  15. Staff (9 de novembro de 2010). «Where did the Video Games site go?» (em inglês). Yahoo!. Consultado em 13 de dezembro de 2012 
  16. Cane, Clay (5 de setembro de 2012). «BET.com Exclusive: That's So Raven or That's Not So Raven!» (em inglês). BET. Consultado em 13 de dezembro de 2012 
  17. Nembhard, Wade (9 de novembro de 2010). «Raven Symone 25 - Celebrity Young Entrepreneur and Actress Musician» (em inglês). Erookie. Consultado em 13 de dezembro de 2012 
  18. «Kyle Massey Stars In 'That's So Raven' Spin-Off 'Cory In The House'» (em inglês). Star Pulse. 19 de dezembro de 2006. Consultado em 13 de dezembro de 2012