Ériu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Na mitologia irlandesa, Ériu (AFI[ˈeːrʲu]), filha de Ernmas dos Tuatha Dé Danann, era a deusa epônima padroeira da Irlanda. Seu marido era Mac Gréine ("Filho do Sol").[1] Foi mãe de Bres com o príncipe Elatha dos Fomorianos.

O nome em inglês para Irlanda vem de Ériu e da palavra land ("terra" em germânico, nórdico antigo ou anglo-saxão).

Papel místico[editar | editar código-fonte]

Com suas irmãs Banba e Fódla, fez parte de um importante triunvirato de deusas. Quando os Milesianos chegaram vindos da Espanha, cada uma das irmãs pediu que seu nome fosse dado ao país. Embora a honraria tenha sido concedida a ela e Ériu (Éire) tenha se tornado o nome ainda em uso, Banba e Fódla ainda são às vezes usados como nomes poéticos para a Irlanda, tal como Albion é usado para a Grã-Bretanha.

Ériu, Banba e Fódla são interpretadas como as deusas da soberania.[2]

De acordo com Seathrún Céitinn as três deusas reverenciadas por Éire, Banba e Fódla eram Badhbh, Macha e Móirríoghan (respectivamente?).[3]

Nome e etimologia[editar | editar código-fonte]

A Universidade de Gales reconstruiu o léxico proto-céltico *Φīwerjon- (nominativo singular Φīwerjō) como a etimologia proto-céltica para o nome.[4] Esta forma céltica implica o proto-indo-europeu *piHwerjon-, provavelmente relacionado ao adjetivo *piHwer- "gordo" (conforme o sânscrito pīvan, f. pīvarī e derivado pīvara, "gordo, pleno, abundante") significando assim "terra gorda" ou "terra da abundância", aplicada desde cedo à ilha da Irlanda. A forma proto-céltica tornou-se *īweriū[5] no céltico-Q (proto-goidélico). De uma forma similar ou ligeiramente posterior surgiram os termos gregos Ἰέρνη, I[w]ernē, Ἰουερνία e Iouernia; a última forma convertendo-se no latim Hibernia.

Referências

  1. Lebor Gabála Érenn. Tradução online em www.ancienttexts.org
  2. Astro-Teologia e Mitologia Sideral
  3. Seathrún Céitinn. Foras Feasa ar Érinn. Tradução online CELT.
  4. Proto-Celtic—English Lexicon
  5. Mallory, J.P. e D.Q. Adams, ed. Encyclopedia of Indo-European Culture. Londres: Fitzroy Dearborn Pub., 1997, p. 194

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre mitologia celta é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.