2112 (álbum)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
2112
Álbum de estúdio de Rush
Lançamento Março de 1976
Gravação Toronto Sound Studios em Toronto, 1975
Gênero(s) Rock progressivo
Duração 39:06
Gravadora(s) Anthem Records (Canadá)
Mercury Records
Produção Rush e Terry Brown
Cronologia de Rush
Último
Último
Caress of Steel
(1975)
All the World's a Stage
(1976)
Próximo
Próximo

2112 é o quarto álbum de estúdio da banda canadense Rush, lançado em fevereiro de 1976. Este álbum está na lista dos 200 álbuns definitivos no Rock and Roll Hall of Fame.[1]

2112 é um dos dois álbuns do Rush citados no livro 1001 Albums You Must Hear Before You Die (em português: 1001 Discos Para Ouvir Antes De Morrer), o outro sendo Moving Pictures.

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
allmusic 4.5 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar half.svg [2]
Symbol unlikely.svg Esta tabela precisa de ser acompanhada por texto em prosa. Consulte o guia.

Faixas[editar | editar código-fonte]

  1. "2112" - 20:34
    • I. "Overture" - 4:32
    • II. "Temples of Syrinx" - 2:13
    • III. "Discovery" - 3:29
    • IV. "Presentation" - 3:42
    • V. "Oracle: The Dream" - 2:00
    • VI. "Soliloquy" - 2:21
    • VII. "The Grand Finale" - 2:14
  2. "A Passage to Bangkok" - 3:34
  3. "The Twilight Zone" - 3:17
  4. "Lessons" - 3:51
  5. "Tears" - 3:31
  6. "Something for Nothing" - 3:59

Créditos[editar | editar código-fonte]

  • Baixo, violão de nylon e vocais: Geddy Lee
  • Guitarra, violão de seis e doze cordas: Alex Lifeson
  • Bateria e percussão: Neil Peart
  • Teclados em "Tears" e direção de arte: Hugh Syme
  • Produtores: Rush e Terry Brown
  • Músicas: Lee e Lifeson
  • Letras: Peart

Notas e referências

  1. 2007 National Association of Recording Merchandisers (em inglês). timepieces (2007). Página visitada em 26 de maio de 2010.
  2. Avaliação no allmusic