AK-103

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
AK-103
AK-103 Assault Rifle.JPG
Tipo Fuzil de Assalto
Local de origem  Rússia
História operacional
Guerras Primeira Guerra da Chechênia
Segunda Guerra na Chechênia
Guerra Russo-Georgiana
Guerra Civil da Líbia
Histórico de produção
Criador Mikhail Kalashnikov
Data de criação 1994
Fabricante Izhmash
Quantidade
produzida
+ 200.000
Variantes AK-104
Especificações
Peso 3,4 kg (sem carregador)
Comprimento 943 mm (com a coronha estendida), 700 mm (com a coronha rebatida)
Comprimento 
do cano
415 mm
Calibre 7.62x39mm
Ação Operada a gás, ferrolho rotativo
Cadência de tiro 600 disparos/min
Velocidade de saída 735 m/s
Alcance efetivo 500 m
Sistema de suprimento Carregador de 30 tiros
Mira Mirra de ferro (alça e massa), com escala de 100 até 1.000 m

AK-103 - sigla em russo para Kalashnikov Automática, é uma arma russa moderna, produzida pela Izhmash, de configuração tradicional (ao contrário da Bullpup) considerada a sucessora do AKM ("Modernizado") que por sua vez é sucessora do famoso fuzil de assalto AK-47.

História e Caracteristicas[editar | editar código-fonte]

Datada de 1994, utiliza o calibre 7,62x39mm M43, a mesma de seus antecessores. Possui o mesmo design da série Kalashnikov, porém utiliza melhorias do AK-74 e AK-74M, além de substituir muitas partes de metal (na maioria chapa de aço estampado) e madeira por plástico (polímeros), que torna a arma muito mais leve e resistente.

É uma arma feita primariamente para exportação, utiliza o velho calibre 7,62x39mm em vez da munição russa mais recente 5,45x39mm, que é uma munição com menor poder de parada. O exército russo usa como fuzil padrão o AK-74M e o novo calibre 5,45x39mm de 1974 e não mais o 7,62x39mm de 1943, desenvolvido no final da 2ª guerra mundial.

Esta arma possui também uma série de acessórios disponíveis, como vários tipos de miras: miras telescópicas, miras laser, miras de visão noturna, além de um supressor de som (silenciador) e um lançador de granadas GP-30. O lançador de granadas GP-30 não usa telhas picatinny, sendo incompatível com os modelos ocidentais, tendo uma vida útil de 400 tiros. O AK-103 possui carregadores novos e mais leves, feitos de polímero negro, mas aceita carregadores de AK-47, AKM e AKMS, com 30 balas 7,62x39mm M43.

Usuários[editar | editar código-fonte]

  •  Etiópia: A empresa Gafat Armament Engineering Complex produz o AK-103 na Etiópia, substituindo o AKM nas fileiras do Exército Etíope.
  •  Índia A Rosobronexport, exportadora oficial de armas da Rússia está negociando a fabricação sob licença do AK-103 na India, pela Ordnance Factory Board.
  •  Rússia Utilizado por vários grupos de operações especiais policiais e militares. É utilizado limitadamente pelo Exército Russo
  •  Venezuela: Fabricado sob licença pela CAVIM (Compañía Anónima Venezolana de Industrias Militares), substituindo o FN FAL (também fabricado sob licença pela CAVIM) das linhas do Forças Armadas da Venezuela.

Fontes[editar | editar código-fonte]


Este artigo relativo a armas de fogo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.