Adware

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.

Adware[editar | editar código-fonte]

Adware é qualquer programa que executa automaticamente e exibe uma grande quantidade de anúncios (ad= anúncio, software = programa) sem a permissão do usuário. As funções do Adware servem para analisar os locais de Internet que o usuário visita e lhe apresentar publicidade pertinente aos tipos de bens ou serviços apresentados lá. 

Os adwares também são usados de forma legítima por empresas desenvolvedoras de software livre ou gratuito. Nesse caso, a instalação é opcional e suas implicações estão previstas no contrato de licença exibido durante a instalação. 

O termo adware é frequentemente usado para descrever uma forma de malware (software malicioso), geralmente aquela que apresenta anúncios indesejados para o usuário de um computador. Os anúncios produzidos por adware são, por vezes, em a forma de um pop-up.

Quando o termo é usado dessa forma, a gravidade da sua implicação varia. Enquanto algumas fontes situam adware apenas como "irritante", outros a classificam como uma "ameaça online" ou até mesmo como vírus e trojans. A definição precisa do termo neste contexto também varia. O Adware que observa as atividades do usuário de computador sem o seu consentimento e enviam informações por relatórios ao autor do software é chamado spyware.

Alguns programas adware têm sido criticados porque ocasionalmente possuem instruções para captar informações pessoais e as passar para terceiros, sem a autorização ou o conhecimento do usuário e tem provocado críticas dos experts de segurança e os defensores de privacidade, incluindo o Electronic Privacy Information Center. Porém existem outros programas adware que não instalam spyware.

Existem programas destinados a ajudar o usuário na busca e modificação de programas adware, para bloquear a apresentação dos anúncios ou eliminar as partes de spyware. Para evitar uma reação negativa, com toda a indústria publicitária em geral, os criadores de adware devem equilibrar suas tentativas de gerar ingressos com o desejo do usuário de não ser molestado.

De acordo com a visão da Comissão Federal de Comércio, parece haver um consenso geral de que o software deve ser considerado "spyware" somente se for transferido ou instalado em um computador sem o conhecimento do usuário. No entanto, questões não resolvidas permanecem sobre como, o que e quando os consumidores precisam ser informados sobre o software instalado em seus computadores. Por exemplo, os distribuidores, muitas vezes divulgam um Acordo de Licença de Usuário Final (EULA) que não há software adicional fornecido com o software principal, mas alguns membros do painel e comentadores vêem essa divulgação como suficientes para inferir o consentimento para a instalação do software fornecido.

Programas foram desenvolvidos para detectar, colocar em quarentena e remover propagandas malware, incluindo Ad-Aware, Anti-Malware Malwarebytes, Spyware Doctor andSpybot - Search & Destroy. Além desses, quase todos os softwares antivírus comercial podem detectar adware e spyware, ou oferecer um pacote de detecção de spyware em separado.

Software como serviço[editar | editar código-fonte]

A renda derivada de apresentar anúncios para o usuário pode permitir ou incentivar o desenvolvedor a continuar a desenvolver, manter e atualizar o produto de software.

O uso de software de propaganda no mundo dos negócios está se tornando cada vez mais popular, um terço dos executivos de TI e de negócios em uma pesquisa de 2007 pela McKinsey & Company estão planejando usar software de anúncios nos próximos dois anos.

Exemplos de software de propaganda incluem a versão Windows do aplicativo de telefonia via Internet Skype, e do Amazon Kindle 3 família de leitores de e-book, que tem versões chamadas de "Kindle com Ofertas Especiais" que exibem anúncios na página inicial e no modo de suspensão em troca de preços substancialmente mais baixos.

Em 2012, a Microsoft e sua divisão de publicidade, Microsoft Advertising, anunciou que o Windows 8, o próximo grande lançamento do sistema operacional Microsoft Windows, proporcionaria métodos internos para autores de software utilizar o suporte de publicidade como um modelo de negócio. A idéia tinha sido considerada desde 2005.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre Informática é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.