Armênia zacárida

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Territórios zacáridas no início do século XIII.

O termo Armênia Zacárida (armênio: Զաքարյան Հայաստան), é usado para descrever os teritórios da Armênia dados para o príncipe feudal Zacárida-Mxargrzeli por Tamara da Geórgia, a rainha do Reino da Geórgia.

História[editar | editar código-fonte]

Após o colapso da Dinastia dos Bagrátidas da Armênia, o país foi sucessivamente ocupado pelos bizantinos, seljúcidas e outros estados muçulmanos[1] .

Durante o século XII os Bagrátidas da Geórgia aproveitaram o ressurgimento no poder, e expandiram seus domínios para a área armênia ocupada pelos muçulmanos.[2] Apesar de muitas complicações no reinado de Jorge III, o sucesso voltou no reinado da Tamara.[2] Isso era sobretudo graças ao generais Zacáridas Zacare e Ivane.[2] Por volta do ano 1199, eles tomaram a cidade de Ani, e em 1201, a grata rainha Tamar deu Ani a eles como um feudo.[2] Eventualmente, estes territórios coincidiam com a Armênia Bagrátida. [1]

Entretanto, quando os mongóis atacaram Ani em 1236, os Bagrátidas tiveram uma atitude amigável com os Zacáridas.[2] Eles confirmaram Shanshe em seu feudo, e adicionaram o feudo de Avag, filho de Ivane. Mais tarde, em 1243, eles pegaram Akhlat da princesa T’amt’a, filha de Ivane.[2]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b Sim, Steven. The City of Ani: A Very Brief History. Visitado em 2007-07-15.
  2. a b c d e f Minorsky, Vladimir. Studies in Caucasian History. [S.l.]: Taylor’s Foreign Press, 1953. pp. 102-103 pp. 0521057353. }
Ícone de esboço Este artigo sobre História da Armênia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.