As Viagens de Gulliver

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gulliver's Travels
Travels into Several Remote Nations of the World, in Four Parts. By Lemuel Gulliver, First a Surgeon, and then a Captain of several Ships
Gullivers travels.jpg
Primeira edição de Viagens de Gulliver
Autor (es) Jonathan Swift
Idioma Inglês
Género Sátira e, algumas vezes, ficção científica
Editora Benjamin Motte
Lançamento 1726

Gulliver's Travels (1726, alterado em 1735), oficialmente Travels into Several Remote Nations of the World, in Four Parts. By Lemuel Gulliver, First a Surgeon, and then a Captain of several Ships e traduzido para o português como As Viagens de Gulliver, é um romance satírico do escritor irlandês Jonathan Swift. É o trabalho mais conhecido de Swift, e também um clássico da literatura inglesa.

Resumo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.
As Viagens de Gulliver, quadro de Richard Redgrave, no Victoria and Albert Museum, Londres.

A narrativa inicia-se com o naufrágio do navio onde Gulliver seguia. Após o naufrágio ele foi arrastado para uma ilha chamada Lilliput. Os habitantes desta ilha, que eram extremamente pequenos, estavam constantemente em guerra por futilidades. Foi através dos lilliputianos que Swift demonstrou a realidade inglesa e francesa da época.

Na segunda parte, Gulliver conheceu Brobdingnag. Em contraposição a Liliput, na terra de Gigantes é que Gulliver percebe a Dimensão da mediocridade da sociedade inglesa diante da "grandeza" dos habitantes.

Já na terceira parte Na ilha Flutuante de Laputa, Swift criticou a Royal Society, a administração inglesa na Irlanda e a imortalidade, através da descrição dos habitantes dos países por onde Gulliver passou, com alienados cientistas, é uma feroz crítica ao pensamento cientifico que não traz benefícios para a humanidade.

Na última viagem Gulliver encontrou os Houyhnhm, uma raça de cavalos que possuía muita inteligência, que representavam os ideais iluministas da verdade e da razão. Os Houyhnhm temiam que alguém dos yahoos (uma raça imperfeita de um tipo de "humanos") movidas por instintos primitivos, se tornasse culto, satirizando a raça humana. Gulliver vê a humanidade como yahoos e toma nojo do ser humano.

Por fim Gulliver regressou a Inglaterra para ensinar aos outros as virtudes que aprendera com os Houyhnhm.

Adaptações[editar | editar código-fonte]

Música[editar | editar código-fonte]

  • O compositor alemão Georg Philipp Telemann fez uma suíte n º Violinos, um "Gulliver Suite." Os Cinco Primeiros Movimentos São "Intrada", "Chaconne da liliputianos", "Gigue da Brobdingnagians", "Daydreams da Laputians e flappers que lhes estão associadas", e "Loure dos Houyhnhnms bem-educados e dança selvagem do indomável Yahoos . "Telemann compos ESSE suíte in 1728, apenas do Dois Anos apos uma Publicação do Livro. Recentemente, Uma version Eclética dessa suíte FOI Composta e gravada (2008) Pelo músico e Produtor italiano Andrea Ascolini
  • Uma das banda de funk popular No More Reis 'canções mais populares, "Leaving Lilliput", é uma releitura da primeira viagem de Gulliver.
  • Na 'Sereno, um álbum da cantora pop espanhol Miguel Bosé, ele tem uma música em referência a Gulliver intitulado' Gullever.
  • Banda britânica Psychedelic Folk A Banda Lua Amarela 's estréia (2009) álbum foi intitulado " viaja para várias nações remotas do mundo" em um referência ao livro de Swift eo mix abrangente e eclética de sons e influências no álbum. A banda do guitarrista Rudy Carroll também comentou que ele vivia em uma casa chamada "Lilliput", quando ele era criança.

Filme, Televisão e Rádio[editar | editar código-fonte]

Gulliver's Travels foi adpatado várias vezes para filmes, televisão e rádio:

  • Gulliver's Travels (1992): Série de televisão animada.
  • Albhutha Dweepu (2005): Um filme malasiano baseado nas viagens de Gulliver, estrelando Prithviraj and Mallika Kapoor.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikisource Textos originais no Wikisource
Commons Imagens e media no Commons

Texto online[editar | editar código-fonte]

Filmes[editar | editar código-fonte]