Veículo autônomo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Junior, um Volkswagen Passat automático, estacionado na Stanford University.

Veículo autônomo, carro robótico, carro sem motorista e outros termos, designam qualquer veículo terrestre com capacidade de transporte de pessoas ou bens sem a utilização de um condutor humano [1] . O seu principal objetivo é integrar um conjunto de tecnologias de sensores, de sistemas de controle e atuadores para sensoriar o ambiente, determinar as melhores opções de ação e executar estas ações de forma mais segura e confiável do que poderia ser obtida por um condutor humano comum. Ainda que as pesquisas estejam adiantadas, até a presente data estes veículos ainda não estão disponíveis para uso geral.

Atualmente, diversos recursos tecnológicos como freios ABS, comunicação inter-veicular e outros recursos, já automatizam processos específicos de um veículo, porém a decisão final de navegação ainda é do condutor humano. Os veículos autônomos, assim, tem como objetivo substituir o condutor humano por um sistema de controle computacional que integre os recursos tecnológicos do veículo. Diversas técnicas diferenciadas tem sido desenvolvidas pelos grupos de pesquisa ao redor do mundo para atingir estes objetivos.

Histórico[editar | editar código-fonte]

As pesquisas em veículos autônomos são originadas de dois campos distintos de pesquisa: os Sistemas Inteligentes de Transportes e a Robótica Móvel [1] .

  • 1939: Futurama- protótipo de veículos automatizados em vias dedicadas apresentado na Feira Mundial de Nova Iorque.
  • Década de 1950: a General Motors cria uma série de carros-conceito chamados de Firebird. O Firebird II possuía um sistema de condução automática baseada em um fio enterrado detectado por bobinas no veículo.
  • 1966-1972: o robô Shakey é criado pelo SRI. É considerado o primeiro robô móvel a utilizar técnicas de Inteligência Artificial, utilizando um conjunto de sensores para navegar pelo ambiente.
  • 1977: primeiro veículo robótico inteligente criado na Universidade de Tsukuba.
  • 1985: Ernst Dickmanns e sua equipe desenvolve o veículo VaMoRs, uma van Mercedes-Benz equipada com diversos sensores.
  • 2004: DARPA lança o DARPA Grand Challenge, uma competição para estimular as pesquisas em veículos terrestres não tripulados. A competição, com 107 participantes, não teve nenhum vencedor.
  • 2005: é realizado o segundo DARPA Grand Challenge, sendo vencedor o veículo Stanley da Universidade de Stanford.
  • 2007: é realizado o DARPA Urban Challenge, terceira versão da competição do DARPA. Nesta competição, veículos autônomos deveriam navegar em um ambiente urbano simulado, devendo respeitar as regras de trânsito e atender diversos objetivos diferentes. O vencedor desta competição foi o veículo Boss da Universidade Carnegie Mellon.


Vantagens possíveis[editar | editar código-fonte]

As principais vantagens associadas ao desenvolvimento de veículos autônomos incluem [1] :

  • Redução dos acidentes de trânsito provocados por fatores humanos;
  • Redução das deficiências permanentes ou temporárias que não permitam que um condutor humano guie um carro não-autônomo;
  • Aumento da produtividade já que o condutor pode realizar outras atividades durante o processo de navegação;
  • Otimização dos recursos veiculares através da utilização adequada dos componentes.

Desafios[editar | editar código-fonte]

Os principais desafios apresentados no desenvolvimento dos veículos autônomos incluem [1] :

  • Definição das responsabilidades legais sobre os eventos provocados pelo veículo;
  • Ajuste da legislação de trânsito para tratar os veículos autônomos.

Legislação[editar | editar código-fonte]

Alguns lugares do mundo já alteraram sua legislação para se adequar aos veículos autônomos. Em especial, três estados dos EUA (Nevada, da Flórida e da Califórnia) podem ser utilizados nas vias públicas de transportes desde que um condutor humano permaneça no veículo e possa intervir em casos de emergência [1] [2] [3] [4]

Principais pesquisas em veículos autônomos na atualidade[editar | editar código-fonte]

As principais pesquisas em veículos autônomos na atualidade incluem:

Veículos autônomos no Brasil[editar | editar código-fonte]

As principais pesquisas atualmente em curso no Brasil na área de Veículos Autônomos são [1] :

Carro Autônomo Desenvolvido na UFMG. [5]
Carro Robótico Inteligente para Navegação Autônoma (CaRINA) do Laboratório de Robótica Móvel - LRM-ICMC-USP. [6]

Em 22 de outubro de 2013, o CaRINA 2 realizou uma demonstração pública de navegação autônoma nas ruas de São Carlos. Durante a demonstração, o veículo percorreu avenidas da cidade, identificando pedestres e obstáculos [7] . Acredita-se que este seja o primeiro teste de um veículo autônomo em vias públicas (com devida autorização) na América Latina [8] [9] .

Equipe do Veículo Autônomo (EVA)
do Departamento de Engenharia de Transportes da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo. [10]
Sistema Embarcado de Navegação Autônoma (SENA)
do Laboratório de Mecatrônica do Departamento de Engenharia Mecânica da EESC-USP.[11]
Veículo Autônomo da UNIFEI [12]
Veículo Autônomo da UFES [13]

Referências

  1. a b c d e f Pissardini, R. S. ; Wei, D. C. M. ; Fonseca Jr., E. S.. (Novembro 2013). "Veículos Autônomos: Conceitos, Histórico e Estado-da-Arte". Anais do XXVII Congresso de Pesquisa e Ensino em Transportes.
  2. Guizzo, E. (2011). How Google's Self-Driving Car Works. IEEE Spectrum: 18 Oct. 2011. Disponível em <http://spectrum.ieee.org/automaton/robotics/artificial-intelligence/how-google-self-driving-car-works>
  3. Muller, J. (2012). With Driverless Cars, Once Again It Is California Leading The Way. 26 Sep.2012. Forbes. Disponível em <http://www.forbes.com/sites/joannmuller/ 2012/09/26/with-driverless-cars-once-again-it-is-california-leading-the-way/>.
  4. Pinto, C. (2012). How Autonomous Vehicle Policy in California and Nevada Addresses Technological and Non-Technological Liabilities. Intersect. v. 5. n.1.
  5. http://coro.cpdee.ufmg.br/
  6. http://www.lrm.icmc.usp.br
  7. Carina, o carro brasileiro que anda sozinho- WebMotors
  8. USP faz teste inédito com carro sem motorista pelas ruas de São Carlos- G1
  9. Carro sem motorista-Projetos brasileiros de veículos autônomos trazem contribuições para o futuro da mobilidade urbana- Revista FAPESP
  10. http://www.ptr.poli.usp.br/
  11. http://www3.eesc.usp.br/sena/url/pt/index.php
  12. http://www.unifei.edu.br/unifei-noticia-bom-dia-brasil-globo
  13. http://www.lcad.inf.ufes.br/