São Carlos (São Paulo)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de São Carlos
"Capital Nacional da Tecnologia"
"Capital do Conhecimento"
" Cidade do Clima"
" Cidade Sorriso"
"Sanca"
São Carlos (a partir de cima, esquerda): Catedral de São Carlos, UFSCar, P-47D Thunderbolt e Demoiselle 22 (do Museu TAM), Estação Ferroviária de São Carlos, Parque da Chaminé, Escola Álvaro Guião e um panorama da cidade.

São Carlos (a partir de cima, esquerda): Catedral de São Carlos, UFSCar, P-47D Thunderbolt e Demoiselle 22 (do Museu TAM), Estação Ferroviária de São Carlos, Parque da Chaminé, Escola Álvaro Guião e um panorama da cidade.
Bandeira de São Carlos
Brasão de São Carlos
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 4 de novembro
Fundação 1857 (156 anos)
Gentílico são-carlense ou carlopolitano
Lema A bandeirantibus venio
"Procedo dos bandeirantes"
Prefeito(a) Paulo Altomani (PSDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de São Carlos
Localização de São Carlos em São Paulo
São Carlos está localizado em: Brasil
São Carlos
Localização de São Carlos no Brasil
22° 01' 04" S 47° 53' 27" O22° 01' 04" S 47° 53' 27" O
Unidade federativa  São Paulo
Mesorregião Araraquara IBGE/2008 [1]
Microrregião São Carlos IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Norte: Rincão, Luís Antônio, Santa Lúcia
Sul: Ribeirão Bonito, Brotas, Itirapina
Leste: Descalvado, Analândia
Oeste: Ibaté, Araraquara, Américo Brasiliense
Distância até a capital 230 km[2]
Características geográficas
Área 1 137,303 km² [3]
População 236 457 hab. (SP: 31º) –  Estimativa Populacional IBGE/2013[4]
Densidade 207,91 hab./km²
Altitude 856 m
Clima tropical de altitude Cwa
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,805 (SP: 18º) – muito alto PNUD/2010[5]
PIB R$ 4 523 693 mil (BR: 102º) – IBGE/2009[6]
PIB per capita R$ 20 519,06 IBGE/2009[6]
Página oficial
Prefeitura www.saocarlos.sp.gov.br

São Carlos é um município brasileiro localizado no interior do estado de São Paulo, na região Centro-Leste, a uma distância de 58 km do centro geográfico (Obelisco), e a uma distância rodoviária de 230 quilômetros da capital paulista. Com uma população recenseada em 236.457 habitantes (IBGE/2013)[7] , distribuídos em uma área total de 1.141 km², é a 13ª maior cidade do interior do estado em número de residentes.

A cidade é um importante centro regional industrial [8] , com a economia fundamentada em atividades industriais e na agropecuária (neste setor, destaca-se a produção de cana-de-açúcar, laranja, leite e frango). Servida por vários sistemas rodoviário e ferroviário, São Carlos conta com uma unidade comercial da multinacional Suíça Leica-Geosystems [9] e com unidades de produção de algumas empresas multinacionais, dentre as quais a Volkswagen [10] , Faber-Castell (a subsidiária são-carlense é a maior do grupo em todo o mundo, produzindo 1,5 bilhão de lápis por ano) [11] , Electrolux [12] Tecumseh [13] e Husqvarna [14] . Algumas unidades de produção de empresas nacionais, dentre as quais Toalhas São Carlos [15] , Tapetes São Carlos [16] , Papel São Carlos [17] , Prominas Brasil [18] , Opto Eletrônica [19] , Latina [20] e Engemasa [21] .

Atendendo às necessidades locais, e, em certos aspectos, regionais, há uma rede de comércio e serviços distribuída em lojas de rua, postos de conveniência e um shopping center da rede Iguatemi. No campo de pesquisas, além das universidades, estão presentes no município dois centros de desenvolvimento técnico da Embrapa.

Os dois campi da Universidade de São Paulo (USP), a Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e o Instituto Federal de São Paulo (IFSP), além de outros dois Campi de ensino superior particular, o Centro Universitário Central Paulista (UNICEP) , tornam intensa a atividade universitária no município, que conta com uma população flutuante de mais de vinte mil graduandos e pós-graduandos [22] [23] [24] [25] , boa parte atraída de outras cidades e estados.

História[editar | editar código-fonte]

Conde do Pinhal, um dos fundadores de São Carlos.

São Carlos foi fundado na segunda metade da década de 1850, por iniciativas de Antônio Carlos de Arruda Botelho (Conde do Pinhal) e Jesuíno José Soares de Arruda[26] .

A data histórica de fundação é o dia 4 de novembro de 1857, dia de São Carlos Borromeu, padroeiro da cidade.

Em 1865, o povoado tornou-se vila, com o nome de São Carlos do Pinhal, e em 1880 foi elevada a cidade, desmembrando-se de Araraquara[27] .

Sua denominação foi reduzida de São Carlos do Pinhal a São Carlos no ano de 1908 [28] [29] .

O município é conhecido pelo nome de "Cidade do Clima", devido ao clima seco e ameno. Hoje é conhecida como a "Capital da Tecnologia" [30] .

Geografia[editar | editar código-fonte]

  • O município possui uma área total de 1.141 km², sendo 67,25 km² de área urbana.

Clima[editar | editar código-fonte]

Visão noturna

O clima é tropical de altitude com inverno seco (Köppen: Cwa ), com temperatura média mínima de 15,3° e máxima de 27,0°.

Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano
Temperatura Máxima (média) °C 28,0 28,0 28,0 28,0 25,0 24,0 24,0 27,0 28,0 28,0 28,0 25,0 27,0
Temperatura Mínima (média)°C 18,0 18,0 17,0 16,0 13,0 12.0 12,0 13,0 15,0 16,0 16,0 18,0 15,3
Chuvas mm 268,7 227,4 136,7 59,4 49,7 32,1 15,5 26,6 58,9 132,8 164,9 240,1 1422,8
Fonte: Unicamp - Cepagri
  • Temperaturas
    • Média anual: 21,5 °C
    • Mês mais quente fevereiro: 23,8 °C
    • Mês mais frio julho: 15,2 °C
    • Máxima absoluta: 36,8°C , 30/10/2012 [1]
    • Mínima absoluta: -2.2 pelo Ciiagro no dia 26/06/1994 e -1.0 no dia 17/07/2000 pelo INMET [2], embora existam relatos de temperaturas de até -4° no século XIX .
    • Menor Máxima absoluta: 8.7° no dia 29/06/1996[3]
  • Áreas
    • Total: 1.141 km²
    • Rural: 1.073,75 km²
    • Urbana: 67,25 km² - 6% da área total
    • Urbana ocupada: 33,25 km²
  • Altitudes
    • Média: 860 metros
    • Mínima: 520 metros
    • Máxima: 1.121 metros
  • Clima
    • Tropical de altitude: verão chuvoso e inverno seco.
    • Precipitação: 1512 mm.
  • Umidade relativa do ar:
    • Verão: 76%
    • Inverno: 54%

Demografia[editar | editar código-fonte]

Histórico populacional
ano População

1920 54.225
1930 44.978
1934 51.000
1940 48.609
1950 47.731
1960 61.287 [32]
1970 85.425
1980 119.535
1991 158.221
1996 175.517
2000 192.998
2002 est. 204.354
2004 est. 210.986
2007 est. 212.956 [33]
2008 est. 218.080 [34]
2009 est. 220.463 [35]
2010 221.950
2011 224.172
2012 226.322
2013 236.457

O crescimento da população foi grande desde o século XIX, a partir de 1872. Em 1874 a cidade possuía 6.897 habitantes; em 1881, aproximadamente 10.000 habitantes. Com o começo da imigração italiana, em 1886, a população chegou a 16.104 habitantes (tendo 1050 imigrantes italianos, ou 6,5% da pop. total[36] ), e, no fim do século, em 1899, contabilizava 10.396 imigrantes italianos, sendo a segunda maior imigração do estado. Por isso, era conhecida na Itália como "Piccola Italia"[37] .

No século XX, o crescimento da população (a partir de 1950) foi resultado da industrialização e da consequente migração de outras regiões do estado e do país. Em decorrência, a partir de 1991, o crescimento demográfico vem sendo muito grande e rápido (de acordo com IBGE). E as novas pesquisas tem mostrado que a migração aumentou.

Na cidade, a população (de acordo com o censo de 2000), mostra considerável número de famílias e pessoas individualmente que migraram de outras regiões (ver quadro ao lado).

Dados do Censo 2010
  • População residente
  • Total: 221.936
  • Homens: 108.875
  • Mulheres: 113.061
  • Urbana: 213.070
  • Rural: 8.866
Dados recentes

Grupos étnicos[editar | editar código-fonte]

Povoamento do município[editar | editar código-fonte]

Até o final do século XIX, a maioria da população de São Carlos era não branca, sendo que em 1886, negros, pardos e caboclos compunham 55% da população e os brancos somente 45%. Dos 5.950 negros e pardos existentes naquele ano no município, 2.987 eram escravos e 1.277 "ingênuos", filhos livres de mães escravas que, até os 21 anos, deveriam prestar serviços aos senhores, conforme disposto na Lei Rio Branco, de 1871. Ou seja, 71,6% dos negros e pardos do município eram escravos ou ingênuos. O grande número de escravos e filhos de escravos em São Carlos é explicado por tratar-se de uma região de fronteira de próspera expansão da cultura do café.[42]

Com o processo de abolição da escravatura, a imigração para São Carlos cresceu enormemente, visando a substituição da mão de obra escrava por trabalhadores livres estrangeiros. Isso acarretou num processo de "branqueamento" da população local, pois em 1907 os brancos já constituíam a maioria, devido sobretudo à imigração italiana. Entre 1887 e 1907, o número de italianos no município aumentou dez vezes e o de outros estrangeiros, sobretudo portugueses e espanhóis, aumentou quatro vezes.[42] Em 1907, os 15.247 estrangeiros registrados compunham 40% da população de São Carlos, sendo que o impacto da imigração era muito maior, levando-se em conta que os filhos de estrangeiros nascidos no Brasil eram contados como brasileiros. Por outro lado, a população não branca diminuiu no município, sendo que negros e mulatos constituíam 12,5% dos habitantes. Os caboclos, descendentes aculturados de indígenas, foram eliminados do censo de 1907 e, supõem-se que alguns deles devem ter saído do município, enquanto muitos devem ter sido classificados como mulatos e alguns como brancos ou negros.[42]

Por volta de 1900, a maioria dos casamentos realizados em São Carlos envolviam cônjuges imigrantes e quase 90% das crianças nascidas no município eram filhas de pais estrangeiros. Entre 1898 e 1918, em torno de 60% das crianças nasciam de pais estrangeiros, sendo que só a partir da década de 1920 é que a maioria dos pais já eram nascidos no Brasil.[42] Os censos de 1886 e 1907 mostram que a imigração estrangeira acarretou numa mudança radical na composição étnica de São Carlos:[42]

Grupo 1886 1907
Pretos 24,8% 9,9%
Pardos 12,2% n/d
Mulatos n/d 2,6%
Caboclos 18% n/d
Brancos brasileiros 32,3% 48,1%
Italianos 6,5% 29,3%
Portugueses 2,9% 4,3%
Espanhóis 0,7% 4,3%
Alemães 2,3% 0,5%
Outros imigrantes 0,2% 1,1%

Na década de 1930, a imigração estrangeira decresceu, devido à crise cafeeira e, após 1934, pelas políticas restritivas do governo, que passou a estabelecer cotas de imigração. Assim, os imigrantes e seus descendentes foram sendo substituídos por trabalhadores vindos dos estados do Nordeste e de Minas Gerais.[42] A maioria desses migrantes eram mulatos ou mestiços.[43]

Etnias[editar | editar código-fonte]

Mais da metade da população é descendente de italianos, tanto que a cidade era conhecida na Itália como "Piccola Italia"[44] [45] . O restante é composta principalmente por descendentes de portugueses, indígenas, espanhóis, sírio-libaneses, africanos, alemães, e japoneses, embora muitos tenham origem mista.

Etnia Percentagem
Brancos 72,34%
Negros 5,28%
Pardos 21,56%
Amarelos 0,74%
Indígenas 0,09

Fonte: IBGE - Censo Demográfico 2010[46]

Religião[editar | editar código-fonte]

Religião Porcentagem Número
Católicos 65,56% 145.519
Protestantes 21,15% 46.941
Sem religião 6,06% 13.446
Espíritas 3,73% 8.269
Budistas 0,11% 247
Umbandistas 0,26% 522
Judeus 0,02% 45

Fonte: IBGE - Censo Demográfico 2010[47]

Igreja Católica[editar | editar código-fonte]

Catedral de São Carlos Borromeu

O município é sede da Diocese de São Carlos (criada em 1 de março de 1908), abrangendo hoje, vinte e nove municípios da região central do estado paulista em cinco Regiões Pastorais. Compreende 70 paróquias, 14 quase-paróquias, duas capelas, uma diaconia e a Catedral.

A Igreja local conta com os Irmãos Lassalistas desde 1957. Atualmente os Lassalista administram o Colégio La Salle São Carlos, referência em educação humana e cristã.[48]

Conta também com a presença da congregação dos Salesianos de Dom Bosco que tem uma presença significativa na cidade com uma obra social, atendendo em média quatrocentas crianças, as medidas socioeducativas ("LA" - liberdade assistida , "NAI" - núcleo de atendimento integrado) Escolinha de Futebol, Iniciação Profissional, Alfabetização de Jovens e Adultos, Programas de Apoio Sócio-familiar, com sete Oratórios Festivos (atende as crianças e jovens nos finais de semana com atividades esportivas, recreativas e religiosas), com o noviciado (fase mais importante da formação do seminário salesiano) e com uma Paróquia.

Religioso[editar | editar código-fonte]

Meio ambiente[editar | editar código-fonte]

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Sub-bacia hidrográfica[editar | editar código-fonte]

Rio Monjolinho (dentro da cidade)

Bacia hidrográfica[editar | editar código-fonte]

Tratamento de águas[editar | editar código-fonte]

Parque da Chaminé

O serviço de água e esgoto é por conta do "Serviço Autônomo de Água e Esgoto" (SAAE).

  • rede de água: 100% da população
  • rede de esgoto: 98% da população, a rede possui aproximadamente 300 km de extensão
  • tratamento de esgoto: 98% da população

Foi construída uma (ETE) Estação de Tratamento de Efluentes, que foi entregue à população em 1º de dezembro de 2008, semelhante à Piçarrão de Campinas, o projeto são-carlense foi concebido pelo Departamento de Hidráulica e Saneamento da Escola de Engenharia de São Carlos da Universidade de São Paulo (EESC-USP). Acompanhando o crescimento demográfico da cidade pelo período de 50 anos, esta estação está sendo construída no antigo sítio Santa Adelaide situado na estrada municipal Cônego Washington José Pêra.

A localização faz fronteira ao norte pelo rio Monjolinho, ao sul pela estrada Cônego Pêra e a leste com a antiga ferrovia. O sítio tem 13 alqueires, ocupados por pasto, sem a existência de plantações temporárias ou permanentes, cuja declividade média é de 9% na direção leste-oeste e altitude em relação ao nível do mar. O terreno também apresenta espaço adequado para prováveis adaptações.

A primeira etapa tratará 100% do esgoto gerado no município até o ano de 2012, com uma vazão de 600 litros por segundo. Atualmente, são despejados no rio Monjolinho cerca de 500 L/s. A segunda etapa deverá ser implantada em 2015, prevendo-se o tratamento de 1.000 L/s. Estimando-se uma população de 500 mil habitantes, a terceira etapa deverá ser implementada a partir de 2055, com capacidade de tratar 1.270 L/s. "A principal vantagem deste sistema é o seu caráter modular, em que a construção de novas unidades dependerá do aumento populacional da cidade ao longo dos anos, reduzindo significativamente o custo da obra".

Política[editar | editar código-fonte]

Administração pública[editar | editar código-fonte]

Poder Executivo

O atual prefeito de São Carlos é Paulo Altomani (PSDB), paulista de Amparo, empresário, engenheiro, ex-professor da Universidade Federal de São Carlos e ex-jogador de futebol, eleito em 2012 pela primeira vez. Na eleição, teve o apoio de DEM, PHS, PTdoB, PSDC, PSL e PTN. O atual vice-prefeito é Claudio Di Salvo, do Democratas.

Poder Legislativo

O Poder Legislativo é representado pela câmara municipal, composta por vinte e um vereadores com mandato de 4 anos. Cabe aos vereadores na Câmara Municipal de São Carlos, especialmente fiscalizar o orçamento do município, além de elaborar projetos de lei fundamentais à administração, ao Executivo e principalmente para beneficiar a comunidade.

Poder Judiciário

O Poder Judiciário na comarca [49] de São Carlos é representado pelo Fórum Criminal, com 3 varas, Tribunal do Juri, Juizado Especial Criminal e Vara da Infância e Juventude, Fórum Cível, com 5 varas, Juizado Especial Cível e Serviço Anexo da Fazenda, Fórum Trabalhista, com 2 varas, Fórum da Justiça Federal, com 3 varas federais, sendo 2 Varas Federais e a Vara do Juizado Especial Federal.

Segurança Pública

A segurança pública no município é exercida, pela Políca Civil através da Seccional de Polícia de São Carlos do Deinter 3, possuindo 5 Distritos Policiais em São Carlos, 1 Delegacia da Mulher, DISE, Garra, DIG, Superitendência Polícia Técnico-Científica (EPML), IML, Necrotério, 26º Ciretran, e mais 7 Distritos Policiais nas cidades que pertencem a região da Seccional.

Pela Políca Militar através do 38º Batalhão de Polícia Militar do Estado de São Paulo do CPI-3, que possui 4 Companhias distribuídas nas cidades da região do Batalhão, além da Cia. Força Tática que fica na cidade de São Carlos.

O Corpo de Bombeiros através do 3º Sub-Grupamento de São Carlos (SGB), que pertence ao 16º Grupamento de Bombeiros (GB), possuindo 3 Unidades no município.

Também há a Guarda Municipal de São Carlos, que possui 5 Grupamentos e o Serviço de Vigilância Patrimonial.

Cidades-irmãs[editar | editar código-fonte]

Cidades-irmãs é uma iniciativa do Núcleo das Relações Internacionais da Prefeitura de São Carlos, que busca a integração entre a cidade e demais municípios nacionais e estrangeiros.

A integração entre os municípios é firmada por meio de convênios de cooperação, que têm o objetivo de assegurar a manutenção da paz entre os povos, baseada na fraternidade, felicidade, amizade e respeito recíproco entre as nações.

São Carlos possui oficialmente quatro cidades-irmãs[50] [50] :

Economia[editar | editar código-fonte]

Panorama da Zona Central de São Carlos, vista noturna a partir do Shopping.
Panorama da Zona Central de São Carlos, vista noturna a partir do Shopping.

São Carlos hoje tem um perfil industrial ativo, possuindo unidades de produção de várias empresas multinacionais. Em contrapartida, o setor agrícola mantém-se ativo, com a produção de leite e lacticínios, cana-de-açúcar e laranjas, entre outros produtos.

Destacam-se entre as grandes unidades industriais, as fábricas da Volkswagen, Faber-Castell, Electrolux, Tecumseh do Brasil, Husqvarna, Toalhas São Carlos, Tapetes São Carlos, Papel São Carlos, Prominas Brasil, Opto Eletrônica, Latina, Sixtron Company. A cidade possui ainda o Centro Tecnológico da TAM, localizado na antiga fábrica da Companhia Brasileira de Tratores, CBT.

Parque tecnológico[editar | editar código-fonte]

Visão da zona central

A característica educacional dá à cidade ainda outro título: "Atenas Paulista". Isto faz de São Carlos um importante polo tecnológico, educacional e científico [51] [51] .

Privilegiada por sua localização, próximo ao centro geométrico do estado de São Paulo, São Carlos situa-se em uma região muito procurada para aplicação de capitais por ter grande capacidade de absorver os investimentos e beneficiada por rodovias e ferrovias.

O Polo de Alta Tecnologia teve início na segunda metade do século XX; mais tarde, a cidade foi confirmada como pólo industrial do interior do estado, juntamente com cidades como Campinas, Sertãozinho, Franca, São José dos Campos, Santos e Ribeirão Preto, entre outras.

A presença de duas universidades finalmente catalisou a instalação de um parque de alta tecnologia, formado por duas unidades da EMBRAPA, pelo CEAT (Centro Empresarial de Alta Tecnologia), Citesc (Centro de Inovaçãoe Tecnologia São Carlos),a incubadora de empresas (CEDIN-Centro de Desenvolvimento de Indústrias Nascentes)e o Instituto Inova, gestor do Parque Eco-Tecnológico Damha. A cidade conta também com o ParqTec, nele encontra-se o Science Park que já conta com 2 multinacionais á a suíça Leica Geosystems e a israelense Amdocs.[52] [53]

Institutos de pesquisa[editar | editar código-fonte]

A cidade destaca-se pela presença de instituições de pesquisa voltadas à alta tecnologia. Possui grande número de empresas e centros tecnológicos, desenvolvidos em torno de duas das mais destacadas universidades do país: a Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), e a Universidade de São Paulo, com dois campi em São Carlos.

Além destas duas universidades, São Carlos possui duas unidades de pesquisa da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), um centro universitário e uma faculdade integrada.

Universidades, faculdades e colégios técnicos[editar | editar código-fonte]

Além dos dois campus da Universidade de São Paulo (USP), do Instituto Federal de São Paulo (IFSP) e da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), possui uma instituição privada de ensino superior reconhecida pelo MEC: Centro Universitário Central Paulista (UNICEP), além de centros de formação profissional do Senai, Sesi, Sesc, Senac, Atheneu, Istituto de Educação e Tecnologia de São Carlos (IETECH) e IETECH Gastronomia, FATEC e Escola Técnica Estadual Paulino Botelho. Temos que considerar também as universidades próximas, como é o caso do campus de Araras da Universidade Federal de São Carlos.

Atualmente, está sendo construído no Parque Eco-Tecnológico Damha, uma indústria de semicondutores de marca "Simetrix Corporation", que será a 1° do ramo de semicondutores da América Latina. Serão produzidos chips de memória ferroelétrica para e utilização em bilhetes de transporte coletivo, transações bancárias, e até mesmo telefonia móvel e TV Digital. Consolidando mais um título à São Carlos, como a cidade da "Nanotecnologia" brasileira.

Cultura, lazer e turismo[editar | editar código-fonte]

Artes[editar | editar código-fonte]

  • Possui o Teatro Municipal de São Carlos, nomeado oficialmente Teatro Municipal "Dr. Alderico Vieira Perdigão", juntamente com um Teatro de Arena, além de um teatro no SESC.
  • A cidade possui sete salas de cinema comerciais, sendo três no Shopping Iguatemi São Carlos, o Cine São Carlos, mais uma sala de cinema no SESC, uma na UFSCar e uma no CDCC da USP. Há também o Cinema para todos (em todos os lugares, todos os dias da semana), projeto em parceria entre Prefeitura com Vídeo 21, CDCC, CINEUFScar e SESC [54] .

Bibliotecas[editar | editar código-fonte]

Clubes[editar | editar código-fonte]

Represa do Broa

Shoppings e centros comerciais[editar | editar código-fonte]

Shopping Iguatemi[editar | editar código-fonte]

Galerias[editar | editar código-fonte]

  • Galeria Sallum com 40 lojas, fica localizado na Vila Prado
  • Galeria Dubai com 36 lojas, também fica localizado na Vila Prado, próximo a UPA daquela região
  • América Shopping Mall que conta com 26 lojas, fica localizado no Santa Felícia, próximo a UPA
  • Estação Damha Mall, conta com 22 lojas dos mais diversos tipos, este fica localizado na região da ABASC
  • Uma nova galeria será construída no região do campus 1 da USP, será uma espécie de mega galeria, com 44 lojas, sendo duas âncoras, um hipermercado e uma bricolagem podendo ainda ter em seu entorno um hotel.[55] [56]
  • Novo shopping deve ser construído no trevo sul da cidade, entre a sede do Tenda Atacado e o call center Mapfre na Rodovia Washington Luís.

São Carlos Shopping[editar | editar código-fonte]

  • Em 2012, o Grupo Encalso compra área da antiga Faber Castell no centro da cidade e a obra terá 27 mil metros quadrados em dois edifícios, sendo que uma parte será residencial, com 178 apartamentos, deck park e a outra, abrigará o Shopping Center, além de um hotel. o São Carlos shopping terá 202 lojas, sendo 6 delas âncoras, distribuídas em 4 pisos e em 25.875m2 de ABL. O shopping terá ainda aproximadamente 1900 vagas de estacionamento.[57] [58]

Festa do Clima[editar | editar código-fonte]

  • Realizada anualmente no mês de abril, com uma tradicional "Exposição de Orquídeas", shows, artesanato e barracas de comidas diversas.

Festas universitárias[editar | editar código-fonte]

  • Por abrigar duas universidades de alta captação universitária e renome no Brasil, USP e UFSCar, São Carlos apresenta um alto número de festas universitárias.[59]

Museus[editar | editar código-fonte]

Atrativos naturais[editar | editar código-fonte]

Visão do Iguatemi Shopping
  • Parque Ecológico de São Carlos "Dr. Antônio Teixeira Viana" [60] - [61] Com zoológico, educação ambiental e preservação.
  • Bosque Santa Marta - Com uma trilha com percurso de 1.500 m.
  • Pista da Saúde - UFSCar - Bosque com percurso de 2.000 m, sinalização de exercícios apropriados a cada 100 m.
  • Horto Florestal Municipal "Navarro de Andrade" - Preservação de matas ciliares e trilha de 400 m.

Fazendas e sítios históricos[editar | editar código-fonte]

  • Fazenda Pinhal - km 4,5 da (SPA-149) Rodovia Municipal Domingos Innocentini e acessar (SCA-276).
  • Fazenda Santa Maria - km 158 da (SP-215) Rodovia Luís Augusto de Oliveira.
  • Fazenda Vale do Quilombo -
  • Fazenda São Roberto - km 245 da (SP-318) Rodovia Engenheiro Thales de Lorena Peixoto Junior e (SCA-329) EM Abel Terrugi até Santa Eudóxia.
  • Fazenda Lenda D'Água - km 11 da (SCA-334) EM da Babilônia.
  • Sítio São Joaquim -
  • Sítio São João - km 7,8 Rodovia Municipal Domingos Innocentini à esquerda, mais 5 km de terra. Projetos de recuperação de áreas degradadas, principalmente da micro-bacia do Ribeirão Feijão e Programa de Educação Ambiental "Amigos do Ribeirão Feijão" com trilhas ecológicas, oficinas, brincadeiras, dinâmicas, cursos, cursos de férias com acampamento e aulas práticas, para Educadores Ambientais, Produtores Rurais, Alunos e Professores de escolas estaduais, municipais e particulares de São Carlos e Região.[62]

Esporte profissional atual[editar | editar código-fonte]

  • Equipes importantes da cidade que atuam em quatro modalidades esportivas, descrito no quadro abaixo.
Clube Esporte Liga Estádio / Ginásio Fundação Título
Rugby São Carlos Rugby Associação Brasileira de Rugby Estádio da USP e
Estádio Zuzão
2000 campeão paulista do interior 2006
medalha de ouro Jogos Abertos do Interior 2011
(representando São Carlos)
São Carlos Futebol Clube
Paulistinha
Futebol Campeonato Paulista de Futebol - Série A2
Campeonato Paulista de Futebol - Série B
Estádio Luís Augusto de Oliveira 2004
1958
campeão 2005 Série B
Categorias de base
Interativo / Iate Clube de São Carlos
Associação de Handebol Brasileira São Carlos
Handebol Campeonato Paulista Ginásio João Marigo Sobrinho e
Ginásio Hugo Dornfeld (Zuzão)
2005
2002
campeão 2006 Copa Ouro
Objetivo / São Carlose
Associação Pro-Basquetebol de São Carlos
Basquete Campeonato Paulista Ginásio Municipal Milton Olaio Filho e
Ginásio João Marigo Sobrinho
1998
1991
campeão 2008 Cadete regional
campeão 2009 Sub-21 regional
campeão 2010 Adulto regional
Basquete Lance Livre São Carlos Basquete Campeonato Regional Ginásio João Marigo Sobrinho
Ginásio da Santa Felícia
2008 campeão 2009 Infanto-Juvenil
Handebol em Cadeira de Rodas - UFSCar/São Carlos Handebol Campeonato Paulista de Handebol em Cadeira de Rodas Ginásio Poliesportivo da UFSCar/São Carlos Bi-campeão Paulista 2009/2012

Transporte[editar | editar código-fonte]

Terminal Rodoviário
Aéreo
Porto Seco
Rodoviário
Ferroviário
Transporte coletivo

Linhas[editar | editar código-fonte]

São 63 linhas regulares no total: 54 diametrais, 2 linhas circulares que atendem o centro da cidade, 4 linhas periféricas (linhas interbairros que não passam pelo centro da cidade e atendem um shopping center), 3 linhas rurais (ligam o centro a distritos e outras regiões fora do perímetro urbano do distrito sede). Fora as linhas rurais, e a linha 2 (UFSCar x Vila Prado, com frequência de 30 min), as demais linhas têm uma frequência de 1h. A cidade com ainda com 198 linhas especiais, sendo a maioria para bairros próximos a escola e também para a UFSCar em horários matutinos e noturnos, das 06h da manhã ás 09 horas e 18:25 á 23:40 da noite. Essas linhas também vão para áreas rurais e também para os distritos de Água Vermelha e Santa Eudóxia e o Varjão. 2 dessas linhas vão para o C.E.A.T.

Terminais de integração[editar | editar código-fonte]

A cidade não possui terminais urbanos integrados, apenas dois terminais de transferência de ônibus, defronte à rodoviária, denominada "Estação Norte" e a "Estação Sul" junto a Avenida Sallum com Avenida Grécia. A integração tarifária é possível via cartão pré-cadastrado, de forma que se pode tomar dois ônibus pagando-se uma passagem.

Rodovias[editar | editar código-fonte]

Rodovia Washington Luís (trevo norte - sentido sul)
Estradas estaduais
Estradas municipais

Comunicação[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia possui o
Portal de São Paulo


Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikiquote Citações no Wikiquote
Commons Imagens e media no Commons
Meta-Wiki Meta-Wiki

Notas

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. Confiança estará no grupo dos Santos na Copa São Paulo de Juniores. Atalaia Agora (24 de novembro de 2010). Página visitada em 8 de março de 2011.
  3. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  4. Estimativa Populacional 2013. Estimativa Populacional 2013. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de agosto de 2013). Página visitada em 31 de agosto de 2012.
  5. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Página visitada em 19 de setembro de 2013.
  6. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2005-2009. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 16 jan. 2012.
  7. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas IBGE_Pop_2013
  8. http://www.fiesp.com.br/fiesp/interior-acao-regional.aspx
  9. http://www.leica-geosystems.com/
  10. http://www.volkswagen.com/br/pt/Volkswagen_do_Brasil/historia_da_volkwagen/fabricas_brasil/sao_carlos__sp_.html
  11. http://www.fabercastell.com.br/html/faber_brasil/index.htm
  12. http://www.electrolux.com.br/institucional/quem_e/ufabris.asp?sessao=3,1,4,
  13. http://www.tecumseh.com.br/
  14. http://www.br.husqvarna.com/
  15. http://www.toalhassaocarlos.com.br/toalhassaocarlos/paginas/quemsomos.php?lng=5
  16. http://novosite.tscl.com.br/index.jsf
  17. http://www.saocarlossa.com.br/index.htm
  18. http://www.prominas.com.br/?acao=paginas&id=5
  19. http://www.opto.com.br/
  20. http://www.latinanet.com.br/
  21. http://www.engemasa.com.br/?lang=br&welcome_verification=1
  22. http://www2.ufscar.br/home/index.php
  23. http://www.sc.usp.br/
  24. http://www.unicep.edu.br/
  25. http://www.fadisc.edu.br/fadisc.edu/default.asp
  26. http://www.maisinterior.com.br/saocarlos/v4_historia.asp
  27. http://www.promemoria.saocarlos.sp.gov.br/?conteudo&id=86
  28. http://www.saocarlosaqui.com/acidade/historia.html
  29. http://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/dtbs/saopaulo/saocarlos.pdf
  30. http://portalexame.abril.com.br/revista/exame/edicoes/0890/economia/m0126152.html
  31. Secretaria de Economia e Planejamento (novembro de 2007). Região Administrativa Central. Governo do Estado de São Paulo. Página visitada em 28 de julho de 2008.
  32. HISTEDBR – Estimativas 21 de Abril de 2010
  33. – Estimativas / Contagem da População Almanach 21 de Abril de 2010
  34. Estimativas da população para 1º de julho de 2008 (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de agosto de 2008). Página visitada em 5 de setembro de 2008.
  35. Estimativas da população para 1º de julho de 2009 (PDF). Estimativas de População. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (14 de agosto de 2009). Página visitada em 16 de agosto de 2009.
  36. Relatório apresentado ao Exmo. Sr. Presidente da Província de São Paulo pela Comissão Central de Estatística, 1888, p. 24
  37. http://www.cidades.com.br/cidade/sao_carlos/004768.html
  38. http://www.ibge.gov.br/cidadesat/topwindow.htm?1
  39. http://www.tse.jus.br/eleicoes/estatisticas-do-eleitorado
  40. http://www.tse.gov.br/internet/eleicoes/regi_uf_blank.htm
  41. Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. IBGE.gov.br. Página visitada em 12 Julho 2011.
  42. a b c d e f Vantagens de imigrantes e desvantagens de negros: emprego, propriedade, estrutura familiar e alfabetização depois da abolição no oeste paulista.
  43. Da escravidão às migrações: raça e etnicidade nas relações de trabalho no Brasil (em portuguese) (2008). Página visitada em 2008-07-08.
  44. http://www.al.sp.gov.br/noticia/?id=269950
  45. http://www.cidades.com.br/cidade/sao_carlos/004768.html
  46. http://www.sidra.ibge.gov.br/bda/tabela/protabl.asp?c=2093&i=P&nome=on&qtu8=137&qtu14=3&notarodape=on&tab=2093&opn8=0&opn14=0&unit=0&pov=1&poc2=1&opc1=1&OpcTipoNivt=1&opn1=0&nivt=0&orc86=3&poc1=1&sec58=0&orp=7&qtu3=27&qtu13=47&opv=1&poc86=2&opc2=1&sec1=0&pop=1&opn2=0&opn15=0&orv=2&orc2=4&opc58=1&qtu2=5&qtu15=4&sev=1000093&opc86=2&sec2=0&opp=1&opn3=0&qtu6=5565&opn13=0&sec86=0&ascendente=on&sep=36961&orn=1&qtu7=36&orc1=5&poc58=1&qtu1=1&opn9=0&cabec=on&orc58=6&opn7=0&decm=99&pon=2&qtu9=558&opn6=1&digt6=S%E3o+Carlos+%2D+SP&OpcCara=44&proc=1
  47. http://www.sidra.ibge.gov.br/bda/tabela/protabl.asp?c=2103&i=P&nome=on&qtu8=137&qtu14=3&notarodape=on&tab=2103&opn8=0&opn14=0&unit=0&pov=3&opc1=1&poc2=1&poc133=2&OpcTipoNivt=1&opn1=0&nivt=0&poc1=1&sec58=0&orp=7&qtu3=27&qtu13=47&opv=2&sec1=0&opc2=1&opc133=2&pop=1&opn2=0&opn15=0&orv=2&orc2=4&opc58=1&orc133=6&qtu2=5&qtu15=4&sev=1000093&sec2=0&sec133=0&opp=1&opn3=0&qtu6=5565&opn13=0&orc1=3&poc58=1&qtu1=1&opn9=0&cabec=on&orc58=5&opn7=0&decm=99&ascendente=on&sep=38558&orn=1&qtu7=36&pon=2&qtu9=558&opn6=1&digt6=&OpcCara=44&proc=1
  48. http://www.lasalle.edu.br/saocarlos
  49. http://www.fazenda.sp.gov.br/ua/hierarquia3.asp?ua1=47646
  50. a b "Leis São Carlos Index. Cidade de São Carlos. Acesso: 23 de Dezembro, 2009.
  51. a b http://www.parqtec.com.br/
  52. https://foursquare.com/v/leica-geosystems-sudam%C3%A9rica/4de8d76b8130632db90abad5
  53. http://www.amdocs.com/News/Pages/tim-brasil-signed-amdocs-managed-services-agreement.aspx
  54. http://www.mnemocine.com.br/cinema/historiatextos/exibicaoscarlos.htm
  55. http://www.gerccom.com.br/projetos/18/rspartners-sro-carlos
  56. http://rspartners.com.br/site/Galerias/view/10
  57. http://www.saocarlos.sp.gov.br/index.php/noticias-2014/165841-prefeito-entrega-alvara-para-construcao-de-espaco-multiuso-com-novo-shopping-ao-grupo-encalsodamha.html
  58. http://www.gerccom.com.br/projetos/15/shopping-sro-carlos
  59. http://night.ae/
  60. http://www.pesc.org.br/files/default.asp
  61. http://www.girafamania.com.br/introducao/zoo_sp-itatiba.htm#Carlos
  62. Amigos do Ribeirão Feijão

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikiquote Citações no Wikiquote
Commons Imagens e media no Commons
Commons Categoria no Commons
Wikivoyage Guia turístico no Wikivoyage
Meta-Wiki Meta-Wiki
Wikivoyage
O Wikivoyage possui o guia São Carlos
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre São Carlos (São Paulo)
Wikcionário
O Wikcionário possui o verbete São Carlos.