Terminal Rodoviário de São Carlos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Terminal Rodoviário de São Carlos
Dr. Paulo Egydio Martins
Vista parcial das plataformas
Uso atual Terminal rodoviário
Localização Rua Jacinto Favoreto, 777 - São Carlos, SP
Linhas 36 linhas (155 destinos)
Administração Socicam
Equipav
Inauguração 12 de outubro de 1982 (31 anos)
Serviços Ônibus Táxi Restaurante Estacionamento Acesso à deficiente físico Escada rolante Elevador Farmácia Biblioteca ou banca de livros

O Terminal Rodoviário de São Carlos (nome oficial Terminal Rodoviário Paulo Egydio Martins), mais conhecido como Rodoviária de São Carlos, ou Estação Rodoviária, é uma rodoviária que funciona como terminal de passageiros e cargas de forma ininterrupta.

Situado na cidade de São Carlos, foi inaugurado em 12 de outubro de 1982, no final da gestão do Governador Paulo Salim Maluf sendo que o governador em exercício era José Maria Marin. Situa-se na rua Jacinto Favoreto, 777, no bairro Macarengo, zona norte da cidade. O acesso pode ser feito por ônibus, táxis e autos.

A nova rodoviária, foi construída para substituir a antiga que ficava ao lado da estação ferroviária e que já estava desativada há mais de vinte anos.

História[editar | editar código-fonte]

A primeira rodoviária de São Carlos foi construída no fim dos anos 40, ao lado da Estação de São Carlos (local ainda existe hoje). A partir de meados dos anos 50 com a chegada da rodovia que liga a cidade a São Paulo, e por ser um local sem condições de receber mais que dois ônibus, seu movimento foi distribuído para mais dois locais, o prédio da Viação Cometa (hoje café) na avenida São Carlos esquina com a rua Sete de Setembro, e o prédio da Empresa Cruz (hoje loja) na avenida São Carlos esquina com rua Marechal Deodoro, e assim permaneceu até a inauguração da nova rodoviária em 1982 para onde tudo foi transferido.

Características[editar | editar código-fonte]

Compreendendo uma área de 13.000 metros quadrados, sendo 8.000 metros quadrados é área construída, esse terminal funciona durante 24 horas por dia e atende alguns estados brasileiros e várias cidades do Interior de São Paulo.

Tem acessibilidade com infraestrutura adequada para recepcionar passageiros com mobilidade reduzida, deficientes físicos e idosos. Posuindo estabelecimento alimentício, banca de jornais e revistas, lan house e pontos de informação ao passageiro.

São 17 empresas rodoviárias, 16 bilheterias, e 36 linhas de ônibus, que atendem a 155 cidades, atendendo 60 mil pessoas em média por mês. Para atender essa demanda existem 11 plataformas de embarque e desembarque. Em dias de maior movimento, de acordo com a necessidade, possui plataformas reversíveis. Os ônibus também contam com um estacionamento de espera, que tem capacidade para até 3 veículos.

Administração[editar | editar código-fonte]

A administração do terminal é de responsabilidade da Socicam.[1]

Características operacionais[editar | editar código-fonte]

  • Plataformas: 11
  • Empresas operantes: 17
  • Destinos: 155
  • Área total: 13.000 m³
  • Área comercial: 1.000 m³
  • Saídas diárias: 230
  • Estacionamento: 50 vagas
  • Ponto de táxi: 22 vagas
  • Câmeras de segurança: 10
  • Sanitários: 2
  • Telefones públicos: 8 (1 para deficientes auditivos)

Empresas que atendem no terminal[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. [1] Uniara.com.br.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]