Brasão de armas de Timor-Leste

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Brasão de armas de Timor-Leste
Brasão de armas de Timor-Leste
Detalhes
Adoção 18 de Janeiro de 2007

O escudo nacional de Timor-Leste foi aprovado em 18 de Janeiro de 2007. O emblema é delimitado por duas circunferências concêntricas de cor vermelha, aonde figura a denominação oficial do estado em português: República Democrática de Timor-Leste.

No interior do escudo está representado o Monte Ramelau, representado sobre a forma de uma pirâmide assente numa base com três ângulos em preto separada de um rebordo de cor vermelha por uma linha dourada.

Dentro da insígnia, na ponta superior figura uma estrela branca de cinco pontas que irradiam outros tantos raios de sol da mesma cor. Debaixo dos raios está representado um livro aberto vermelho de contornos dourados que se apoia numa base da cor dos contornos.

À direita da arma encontra-se uma espiga e duas folhas de arroz (hare fulin) e à esquerda uma maçaroca de milho e duas folhas ambas em dourado.

Pode ainda observar-se uma arma Kalashnikov AK-47 Galaxi ao lado de uma flecha (rama inan) de cor dourada sobre um arco da mesma cor.

Abaixo da insígnia alusiva ao Monte Ramelau aparece escrito numa faixa de cor branca o lema em tons de encarnado que diz: “Unidade, Acção e Progresso” que segundo a Assembleia Nacional representam os valores básicos em que deve basear-se a convivência do seu povo.

Brasões históricos[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bandeira de Timor-Leste Timor-Leste
Bandeira • Brasão • Hino • Cultura • Demografia • Economia • Geografia • História • Portal • Política • Subdivisões • Imagens
Ícone de esboço Este artigo sobre heráldica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Brasão de armas de Timor-Leste