Caesar III

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Caesar III
Produtora Impressions Games
Editora(s) Sierra Entertainment
Plataforma(s) PC
Data(s) de lançamento 1998
Gênero(s) Estratégia
Modos de jogo Single Player
Número de jogadores 1
Controles [[mouse, Teclado]]

Caesar III é um jogo de computador lançado em 1998. É o terceiro jogo de estratégia da série Caesar, que é composta por quatro jogos no total. É um jogo de construção de cidades baseado no Império Romano. A empresa responsável pelo desenvolvimento do jogo é a Impressions Games, e foi publicado pela Sierra Entertainment. O jogo pode ser encontrado traduzido para o português.

História[editar | editar código-fonte]

No controle de um cidadão romano, o jogador deve fazer sua carreira política ou militar e ascender ao controle do Império Romano. São onze missões, onde pode-se escolher entre fundar ou desenvolver uma cidade romana pacífica ou envolvida em conflitos e invasões de povos bárbaros. A medida que o jogo vai avançando, o jogador vai sendo promovido até o ápice do jogo, quando é considerado sucessor de César e vitorioso, passa a ser o grande imperador de Roma.

Cidades[editar | editar código-fonte]

O jogo apresenta 40 cidades romanas e é fiel a cronologia de conquistas do Império Romano. Apenas vinte-e-três cidades podem ser "fundadas" pelo jogador, e as outras servem como aliadas ou inimigas durante o jogo. Uma curiosidade é que a cidade de Roma, a capital do Império, de fato não pode ser construída pelo jogador. As outras cidades são: Volubilis, Tamugadi, Léptis Magna e Alexandria na África; Nova Cartago, Atenas, Bizâncio, Roma, Calleva, Treveroro (atual Tréveris), Argentorato (atual Estrasburgo) e Narbo Márcio (atual Narbona) na Europa; e Éfeso, Pérgamo, Sinope, Antioquia, Heliópolis na Ásia.

No kit de construção de cidades o jogador pode optar apenas por construir uma cidade sem iniciar uma carreira. São doze cidades disponíveis: Cesareia Cláudia (atual Cherchell), Cartago, Cirene, Jerusalém, Corinto, Tarraco (atual Tarragona), Toleto (atual Toledo), Valência, Lindo (atual Lincoln), Londínio (atual Londres), Lugduno (atual Lyon) e Mediolano (atual Milão).

Missões[editar | editar código-fonte]

São no total onze missões, e em cada missão o jogador deve cumprir uma série de objetivos, e assim ser promovido. Existem três tipos básicos de província: as desérticas (como Cesareia, Cartago e Tarso); as centrais ou mediterrâneas (como Valentia, Tarento e Massília) e as do norte ou temperadas (como Lugduno, Londínio e Sarmizegetusa).

Missões
Ano Título Província Pacífica Província Perigosa Inimigos
n/a Cidadão Pequena Vila n/a n/a
n/a Funcionário Brundísio n/a n/a
350 a.C. Engenheiro Cápua Tarento Etruscos
270 a.C. Arquiteto Tarraco Siracusa Gregos
220 a.C. Questor Mileto Mediolano Cartagineses
170 a.C. Procurador Lugduno Cartago Cartagineses
120 a.C. Edil Tarso Tingis Númidas
70 a.C. Pretor Valência Lutécia Gauleses
10 a.C. Cônsul Cesareia Damasco Egípcios
50 Procônsul Londínio Sarmizegetusa Godos
100 Caesar Massília Lindo Celtas

Construções[editar | editar código-fonte]

Habitação[editar | editar código-fonte]

  • Moradia - começa apenas como um lote vago, geralmente este lote é ocupado por um imigrante que acabou de chegar a sua cidade e lá ele se estabelece, a moradia evolui ao longo do tempo, quando lhe são proporcionadas as condições necessárias para tal, como por exemplo o abastecimento de água potável e de alimentos distribuídos por um mercado. Evoluem para choupana, barraca, casebre, ínsula, casa, vila e palácio. No estágio máximo surgem os patrícios, cidadãos ricos que pagam altos impostos.
  • Casa do Governador
  • Vila do Governador
  • Palácio do Governador

Educação[editar | editar código-fonte]

  • Escola
  • Academia
  • Biblioteca

Civil[editar | editar código-fonte]

  • Prefeitura - nessa construção formam-se os "prefeitos" que combatem a criminalidade, impedem que haja incêndios e podem também lutar contra soldados inimigos.
  • Posto de Engenharia - nessa construção formam-se os engenheiros que reparam as construções impedindo que elas desabem.
  • Senado - contém os indicadores de sua cidade.
  • Fórum - coletam impostos.
  • Estátua - de três tipos: estátua pequena, estátua média e estátua grande.

Saúde[editar | editar código-fonte]

  • Barbearia
  • Consultório
  • Hospital
  • Balneário

Lazer[editar | editar código-fonte]

  • Jardim
  • Praça

Transporte[editar | editar código-fonte]

  • Estrada
  • Ponte - de dois tipos: ponte baixa e ponte alta.

Água[editar | editar código-fonte]

Religião[editar | editar código-fonte]

  • Templo Pequeno e Templo Grande - são os locais de culto aos deuses. Existem cinco divindades: Marte (guerra), Vênus (favorece a alegria dos moradores), Mercúrio (comércio), Netuno (navegação) e Ceres (agricultura). Para a construção de um Templo Grande é necessário duas carroças de mármore.
  • Oráculo - necessitam duas carroças de mármore, e ajudam na evolução das moradias e também para acalmar os deuses.

Entretenimento[editar | editar código-fonte]

Militar[editar | editar código-fonte]

  • Posto Diplomático - deve ser construída próximo as tribos bárbaras, pois os diplomatas tentam "domesticar" as populações ao domínio do Império.
  • Muro - construção simples, que na maioria das vezes deve ser reforçada.
  • Torre - construídas sobre muralhas duplas, os sentinelas fazem ronda e eliminam lobos e inimigos que estão fora das muralhas.
  • Portão Fortificado - portão construído entre a estrada e as muralhas, conectando a cidade ao resto do Império.
  • Forte - de três tipos: Legionários, os mais fortes e preparados; Cavaleiros; e Lanceiros. Podem ser construídos seis fortes, cada um com um símbolo: Prima Legio, Os Coelhos, As Cobras, Os Peixes, Os Garanhões e Os Lobos.
  • Academia Militar - realiza treinamento adicional aos legionários, onde é ensinada a Formação Tartaruga.
  • Quartel - instituição que realiza o treinamento geral de todos os soldados, inclusive os sentinelas dos fortes.
  • Arco do Triunfo - é um presente dado de César ao jogador, quando este ganha uma grande batalha.

Economia[editar | editar código-fonte]

  • Mercado - responsável pela venda dos produtos aos cidadãos.
  • Celeiro - construção responsável pelo armazenamento de alimentos.
  • Armazém - depósito onde pode-se guardar qualquer mercadoria produzida(você precisa dele para vender no comércio exterior, se você utilizar o comércio marítimo, construa perto do cais)
  • Estaleiro - responsável pela produção de barcos para pesca.
  • Pesqueiro - responsável pela pesca nas províncias litorâneas ou nos rios próximos a cidade.
  • Pocilga - chiqueiro onde se criam porcos para produção de carne.
  • Trigal - fazenda onde se produz trigo, base da alimentação.
  • Horta - produção de hortaliças.
  • Pomar - produção de frutas.
  • Uval - produz uvas, não é consumido pela população. Serve para produzir vinho.
  • Vinícola - produz vinho.
  • Olival - produz azeitonas, para produção de azeite, e não é consumida pela população.
  • Olearia - produz o azeite, utilizado na iluminação das casas.
  • Madeireira - fábrica responsável pela extração de madeira.
  • Marcenaria - fábrica de móveis(com a madeira).
  • Mina de Ferro - extrai ferro.
  • Fábrica de Armas - utiliza o ferro para forjar armas para os soldados(também você pode vender no comércio exterior).
  • Mina de Argila - produz argila.
  • Olaria - fábrica de cerâmica, utilizada na melhoria das moradias da população(também você pode vender no comércio exterior)
  • Marmoreira - responsável pela extração de mármore, utilizado na construção de oráculos e templos grandes. A exportação também é muito lucrativa.

Comércio Exterior[editar | editar código-fonte]

A exportação de produtos é outro grande destaque no jogo. O comércio pode ser feito por mar ou por terra, para estabelecer uma rota de comércio é necessário pagar uma delimitada quantidade de dinheiro à cidade que você quer comerciar. Quando o comércio é feito por terra só é necessária a construção de um armazém que irá estocar os produtos produzidos, mas se o comércio for por rota marítima é preciso um cais, os trabalhadores do cais irão atracar os navios e ir buscar os produtos. São no total quinze tipos de produtos:

  • Alimento - Trigo, Hortaliça, Frutas, Carne (Peixe ou Porco).
  • Matéria-Prima - Azeitona, Uva, Madeira, Ferro, Argila e Mármore.
  • Manufaturados - Azeite, Vinho, Móveis, Armas e Cerâmica.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • No jogo a cidade Lutécia (atual Paris) possui uma ilha no meio da cidade, ou seja, uma reprodução fiel da verdadeira capital francesa, que foi fundada numa ilha do rio Sena.
  • Na última missão do jogo, a cidade de Lindo (atual Lincoln), os inimigos são os bretões, que são chefiados por uma mulher. O nome dessa mulher é Boadiceia, rainha de uma tribo de bretões que lutaram contra o domínio romano.

Pharaoh[editar | editar código-fonte]

Após o lançamento do jogo Caesar III - porém antes do Caesar IV - foi lançado também pela Sierra outro muito parecido, chamado Pharaoh, ou, em português, Faraó. Assim como na série Caesar o jogador deve construir cidades e se tornar o líder do Império Romano (o César), em Pharaoh deve-se fazer o mesmo, contudo no Império Egípcio. O jogo tem algumas diferenças em relação ao Caesar III, incluindo a possibilidade de se construir monumentos como mastabas e pirâmides. Todavia, de uma forma geral - principalmente em termos de jogabilidade - ele é quase uma cópia, só que ambientada no antigo Egipto.

Ver também[editar | editar código-fonte]