Camelot

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Camelot
Idylls of the King 3.jpg
Ilustraçao de Camelot de Gustave Doré para O Idílio do Rei, de Lord Alfred Tennyson.
Ciclo Arturiano
Gênero Ciclo Arturiano
Pessoas notávies Rei Arthur, Uther Pendragon, Guinevere, Morgana Le Fay, Igraine, Merlin

Camelot, ou Camalote, é uma cidade e castelo lendário, sede da corte do Rei Artur nas histórias medievais associadas ao Ciclo Arturiano da Matéria da Bretanha.

As histórias mais antigas sobre as lendas arturianas não mencionam Camelot, situando a corte do rei Artur em lugares como Caerleon, no atual País de Gales. O primeiro livro que menciona Camelot, e ainda assim de maneira fugaz, é Lancelote, o Cavaleiro da Carreta, escrito entre 1177 e 1181 pelo poeta francês Chrétien de Troyes.[1] Já no ciclo do Lancelote-Graal (ou Vulgata), escrito no século XIII, Camelot passou a ser a principal cidade do reino arturiano, passando a ser caracterizada assim em muito textos medievais posteriores. Thomas Malory, em sua A Morte de Artur, também situou ali a principal cidade do reino do rei.[1]

Referências

  1. a b Camelot no sítio do Projeto Camelot da Universidade de Rochester
Ícone de esboço Este artigo sobre ficção é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.