Fada Morgana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Abril de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Morgan Le Fay, de Anthony Frederick Sandys (1829-1904).

Morgaine Le Fay ou Morgana Le Fay, sendo conhecida na Grã-Bretanha como Morgana das Fadas, dentre outros nomes, aparece nas histórias do Rei Artur. O nome Morgaine tem origem celta e quer dizer mulher que veio do mar. Pode-se escrever Morgaine ou Morgan. Morgaine também é muito conhecida na Itália por um fenômeno chamado Fata Morgana, traduzindo Fada Morgana. As lendas baseadas nos contos do Rei Arthur acreditam que Morgana foi uma sacerdotisa da Ilha de Avalon, na Bretanha, meia-irmã de Arthur. É filha de Igraine, e Gorlois, Duque da Cornualha.

Morgana é treinada por sua tia Viviane na Ilha de Avalon para se tornar a Senhora do Lago ou como também é chamada Dama do Lago ou Senhora de Avalon. Morgana teve um filho de Arthur depois de um ritual sagrado (Beltane). Essa criança se chamava Gwydion, que após ir para a corte de Arthur toma o nome de Mordred. Mais tarde este seria um dos inimigos de Arthur. Mordred e Arthur matam um ao outro em um duelo pelo direito de ser o Grande Rei.

Morgana leva Arthur para Avalon, porém, ele morre ao avistar as praias da ilha sagrada. A lendária espada Excalibur é jogada no lago (em algumas histórias, o Rei Arthur, ferido em combate, é levado para a Dama do Lago a uma Avalon mística do além, paralela a real, onde Artur permanece retirado do mundo e para sempre imortal.

Depois a Ilha de Avalon se desliga quase por completo do mundo. E a Bretanha cai numa era negra nas mãos dos saxões.

Cultura Popular[editar | editar código-fonte]

Nos livros "As Brumas de Avalon" de Marion Zimmer Bradley, que recontam a história do Rei Artur, Morgana é uma sacerdotisa sagrada da Grande Mãe. Apesar da história de Marion ser pouco realista, retoma laços importantes de Morgana com a cultura pagã atual. Colocar Morgana numa posição de poder e conhecimento confere às mulheres uma importante retomada de sua posição forte no culto à Deusa, base do Druidismo Matriarcal.

Morgana das Fadas é um dos personagens mais fortes nas lendas Arthurianas. Como sua inimiga ou amiga, sua amante ou irmã, Morgana ou Morgaine encanta, aterroriza e engrandece essa antiga lenda que povoa nossa cultura há tanto tempo.

Uma das versões da personagem apareceu nos quadrinhos de Camelot 3000, nos desenhos animados da Liga da Justiça e nas histórias em quadrinhos da Marvel.

No Brasil, é em homenagem a ela que foi dado o nome Morgana à famosa bruxa do programa infantil Castelo Rá-Tim-Bum, interpretada por Rosi Campos.

Harry Potter[editar | editar código-fonte]

Na série de livros e filmes Harry Potter, Morgana le Fay (Morgan le Fay) foi uma bruxa na época medieval, meia-irmã do Rei Arthur. Envolvida com magia negra, era inimiga de Merlin. Era a rainha da ilha de Avalon e sua forma animaga era um pássaro. Rony Weasley tira sua figurinha no sapo de chocolate, mas como já a possuía, dá a Harry Potter para que ele comece sua coleção.

StarGate[editar | editar código-fonte]

Na série de ficção científica da MGM "StarGate", Morgan Le Fay aparece como um "Ancient", povo que criara o porta pelo qual viajam através do universo. Diferentemente de suas aparições como uma pessoa má, em Stargate ela é na verdade protetora de Merlyn (Outro Ancient) e até ajuda o SG-1 a combater a ameaça Ori.

Merlin[editar | editar código-fonte]

Na série Merlin da BBC Morgana é interpretada por Katie McGrath. Na trama, ela é a filha órfã do soberano Gorlois, morto na guerra pelo Rei Uther, de quem passou a ser protegida. Na primeira temporada, Morgana é retratada como uma generosa dama da corte, grande amiga de Guinevere e posteriormente de Merlin, apesar de viver em conflitos com Arthur e reprovar a tirania de Uther. Ela é atormentada por pesadelos que na verdade são premonições do que está para acontecer em Camelot. Na segunda temporada, aos poucos Morgana descobre que possui o dom da magia e passa a alimentar um ódio mortal por Uther. Já na terceira e quarta temporada, Morgana se torna a principal antagonista da série, disposta a derrotar Arthur e Camelot, ao lado de Mordred.

O Aprendiz de Feiticeiro[editar | editar código-fonte]

No filme O Aprendiz de Feiticeiro, da Disney, Morgana é uma cruel feiticeira que tinha como objetivo dominar o mundo com seus poderes misticos. Era a principal inimiga de Merlin, e seus discípulos são chamados morganianos. Permaneceu presa num receptáculo durante anos até ser liberta e em seguida derrotada pelo sucessor de Merlin. Morgana tinha como objetivo conjurar o feitiço do despertar, a qual ela teria o poder para reviver os piores feitiçeiros morganianos que já existiram.

Camelot[editar | editar código-fonte]

Na série Camelot do canal Starz, interpretada por Eva Green, Morgana Le Fay é a bela e impiedosamente ambiciosa filha do Rei Uther. Ela deseja reclamar seu direito ao trono de seu pai, mas ela não conta com planos de Merlin ou a existência de Arthur, seu recém-revelado meio-irmão. Em sua busca de poder, Morgana se entrega às forças das trevas que lhe permitem ameaçar a corte de Camelot de dentro. Ela funciona como a principal antagonista da série.

Ver também[editar | editar código-fonte]