Caso partitivo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Casos gramaticais

Declinação

Casos gramaticais
Declinação por idioma
editar esta tabela

Partitivo é o caso gramatical que expressa parcialidade, incompletude.

Características[editar | editar código-fonte]

Em algumas línguas flexivas do grupo fino-ugriano, tais como o finlandês, estoniano e sami, é o caso em que se encontram as palavras:

  • com função de objeto ou complemento verbal com sentido restritivo ou indefinido. Comparar com o acusativo.
  • uma declaração ou saudação.
  • uma ação contínua e incompleta, como a da frase Estou lendo um livro.
  • após numerais e palavras que indicam quantidade, tais como uma xícara de, um copo de.

O partitivo plural, em finlandês, exerce a função de plural indefinido. Por exemplo, a palavra omenia, forma partitiva de omena, significa (algumas) maçãs.

A língua artificial Quenya também o possuía, em termos obscuros e pouco usado. Se disséssemos, por exemplo, Eldali, estaríamos nos referindo a um grupo de Elfos que vieram de um grupo maior, ou seja, (alguns) elfos).

No latim, o partitivo se manifesta como um dos possíveis usos do caso genitivo. Em italiano, é representado pelos artigos "dal", "dalla", "dagli", "dalle".

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.