Catanduvas (Paraná)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Catanduvas
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 25 de julho
Fundação 25 de julho de 1960
Gentílico catanduvense
Prefeito(a) {{{prefeito}}} (Partido do Movimento Democrático Brasileiro)
(2009–2012)
Localização
Localização de Catanduvas
Localização de Catanduvas no Paraná
Catanduvas está localizado em: Brasil
Catanduvas
Localização de Catanduvas no Brasil
25° 12' 10" S 53° 09' 25" O25° 12' 10" S 53° 09' 25" O
Unidade federativa  Paraná
Mesorregião Oeste Paranaense IBGE/2008 [1]
Microrregião Cascavel IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Cascavel, Guaraniaçu, Ibema, Quedas do Iguaçu, Três Barras do Paraná
Distância até a capital 476 km
Características geográficas
Área 581,754 km² [2]
População 10 208 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 17,55 hab./km²
Altitude 762 m
Clima Subtropical cfa
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,717 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 138 091,709 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 14 161,80 IBGE/2008[5]
Página oficial

Catanduvas é um município do estado do Paraná, no Brasil. Possui 6 577 eleitores.

O município teve uma participação importante na Revolução de 1924, quando foi palco de batalhas entre legalistas e tropas do tenente Miguel Costa, na tentativa de aguardar a chegada da Coluna Prestes, vinda do sul do Brasil. Até a dissolução das forças de Miguel Costa, houve mais de 1.000 mortes nas batalhas ocorridas na cidade. Alguns tenentes e poucos revolucionários esperaram a Coluna Prestes, já no ano de 1925, quando estes se reagruparam e iniciaram sua longa jornada[6] .

O primeiro prefeito de Catanduvas foi Augusto Gomes de Oliveira Júnior, tendo, como vice, Jorge Bernardo Bueno, eleitos em 1961. O principal acesso rodoviário ao município é a rodovia PR-471, também conhecida como Rodovia Osório Alves de Oliveira.

Topônimo[editar | editar código-fonte]

"Catanduva" é palavra de origem tupi que significa "ajuntamento de mata dura", através da junção dos termos ka'a (mata), atã (duro) e tyba (ajuntamento)[7] . É uma referência à vegetação com árvores de troncos e galhos retorcidos recobertos por casca grossa e resistente ao fogo. Este nome designava a fisionomia mais característica do cerrado brasileiro.

História[editar | editar código-fonte]

Porém o início da história de Catanduvas nos remete ao ano de 1889, quando o novo governo da república estendeu uma linha telegráfica desde Guarapuava até Foz do Iguaçu, instalando em Catanduvas um posto intermediário de comunicação. Inicialmente a localidade era denominada de Barro Preto, sendo posteriormente chamada pelo nome atual.

O nome do município remete a língua dos indígenas que habitavam a região, com dois significados: terra de mato ralo e pinheiral (floresta de pinheiros). Provavelmente, o nome tenha relação com a vasta presença de pinheiros que acabaram sendo devastados para o fornecimento de madeira e abertura das terras para a agricultura.

A Lei Estadual 1 383, de 14 de março de 1914, criou o distrito de Catanduvas.

O município pertencia à cidade de Laranjeiras do Sul, tendo se desmembrado em 1960. Catanduvas, posteriormente, deu origem a dois municípios com que faz divisa atualmente: Três Barras do Paraná e Ibema.

O município abriga uma penitenciária federal de segurança máxima inaugurada em 2006.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
  6. REVOLUÇÃO DE 1924 - Um Oeste entre trincheiras e balas - Há quase 90 anos, Catanduvas tornava-se palco estratégico do conflito entre revolucionários e legalistas, que deixou cerca de mil mortos Gazeta do Povo de 2014
  7. NAVARRO, E. A. Método moderno de tupi antigo: a língua do Brasil dos primeiros séculos. 3ª edição. São Paulo. Global. 2005. p. 56.
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Paraná é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.