Circuito oval

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
O Daytona International Speedway, um circuito oval.

Um circuito oval ou uma pista oval é um tipo de autódromo dedicado a corridas, seu traçado difere de um circuito misto por conter curvas apenas em uma direção. Circuitos ovais são populares principalmente nos Estados Unidos, também podendo ser encontrados em outros países como Canadá, México, Reino Unido ou Argentina.

História[editar | editar código-fonte]

[[Imagem: Sua origem é nos Estados Unidos, no final do século 19 várias cidades proibiram a realização de corridas de carros em suas ruas e estradas, por esse motivo as corridas só puderam ser realizadas em circuitos fechados, na época, para aproveitar a estrutura já existente, foram usados muitos hipódromos para a prática dessas corridas, depois foram construídos circuitos específicos para a prática das corridas, mas eles mantiveram as características dos hipódromos.

Desde o século 19, o Knoxville Raceway (originalmente, um hipódromo) já recebia corridas à motor, o primeiro circuito oval oficialmente é o Milwaukee Mile, construído em 1903, em 1907 é construído o circuito de Brooklands no Reino Unido, em 1909 o Indianapolis Motor Speedway, o Autodromo Nazionale Monza construído em 1929 também conta com um circuito oval.

As corridas em ovais foram popularizadas sobretudo pelas 500 Milhas de Indianápolis disputada desde 1911, e pela Corrida de Daytona Beach disputada entre 1902 e 1958 até a construção do Daytona International Speedway que passou a realizar a Daytona 500.

Tipos de solo[editar | editar código-fonte]

Ovais de terra[editar | editar código-fonte]

Um oval com pista de terra.

Forma mais antiga de circuitos ovais, geralmente são de tamanho curto, derivam de algum campo de atletismo ou de alguma pista de turfe, suas curvas raramente contém inclinação, possuem em grande quantidade devido ao custo baixo de construção e manutenção.

Ovais de asfalto ou concreto[editar | editar código-fonte]

São tipos de pistas usados pelas categorias maiores, possibilitam uma maior velocidade e maior aderência do carro na pista, por esse motivo geralmente possuem inclinação nas curvas, seu custo é geralmente muito mais alto que um oval de terra.

Curvas[editar | editar código-fonte]

Bi-ovais[editar | editar código-fonte]

Traçado do Milwaukee Mile, um bi-oval.

Considerados os ovais clássicos por possuirem 2 curvas, as únicas variações são o tamanho, a inclinação e a simetria dos circuitos.

Tri-ovais[editar | editar código-fonte]

Ovais de 3 curvas são construídos principalmente para dar maior velocidade ao circuito, já que o grau dessas curvas consegue ser menor que os bi-ovais.

D-ovais[editar | editar código-fonte]

Considerados uma mistura dos bi-ovais com os tri-ovais, consistem em 2 curvas mais fechadas e uma curva muito aberta, quase considerada como uma reta, lembrando o formato da letra D, essa configuração é preferível pois garante ao público uma melhor visão da corrida, em compensação o seu custo costuma ser o mais caro devido ao grande aterramento utilizado para garantir a inclinação da curva mais aberta.

Quad-ovais[editar | editar código-fonte]

O Indianapolis Motor Speedway, um quad-oval.

São constituidos por ovais com quatro curvas, podem ter a forma retangular ou de um trapézio, geralmente são raros de se encontrar, pois as curvas são pequenas o que acaba diminuindo a velocidade, por isso acaba se preferindo construir bi ou tri-ovais.

Rovais[editar | editar código-fonte]

O Auto Club Speedway que combina um traçado oval com traçados mistos.

Os chamados rovais (road + oval) são os circuitos que combinam um traçado oval com um traçado de circuito misto aproveitando a parte interna do circuito, por isso geralmente estão presentes nos ovais maiores.

Tamanho[editar | editar código-fonte]

Mini ovais[editar | editar código-fonte]

Os mini ovais são os circuitos que possuem menos de meia milha (800 metros) de extensão, em sua maioria são compostos por circuitos de terra, raramente possuem solo asfaltado já que muitas categorias não consideram seguros esses tipos de ovais devido a alta velocidade.

Ovais curtos[editar | editar código-fonte]

O Martinsville Speedway, um oval curto com um pouco mais de meia milha.

São considerados ovais curtos os circuitos que possuem entre 0,5 milhas (800 metros) e 1 milha (1600 metros) de extensão. São compostos por circuitos de terra e de asfalto. A partir dessa categoria consegue-se corrida nas principais categorias do país, a NASCAR e a Indy.

Speedways[editar | editar código-fonte]

Las Vegas Motor Speedway, oval de 1,5 milha.

Os speedways ou ovais rápidos são os que possuem entre 1 milha (1600 metros) e 2 milhas (3200 metros) de extensão. Raramente são encontradps ovais de terra dessa dimensão. Esses tamanhos são os que compoem a maioria dos ovais usados na NASCAR e na Indy.

Superspeedways[editar | editar código-fonte]

O Talladega Superspeedway, com 2,66 milhas.

Os superspeedways ou super ovais são os que possuem mais de 2 milhas (3200 metros) de extensão. Pelo seu tamanho gigante são os que concentram as maiores velocidades, mas são difíceis de encontrar devido ao alto custo de construção e manutenção.

Inclinação[editar | editar código-fonte]

Bristol Motor Speedway com até 30° de inclinação.

Circuitos ovais podem apresentar inclinação tanto em retas quanto em curvas, contudo a inclinação nas retas costuma ser menor, circuitos sem nenhuma inclinação são raros de se encontrar, de baixa inclinação geralmente são antigos ou pequenos, média e principalmente alta inclinação são mais comuns nos novos circuitos.

Circuitos como Milwaukee e Indianapolis possuem aproximadamente 9° de inclinação nas curvas são considerados de baixa inclinação.

Charlotte, Texas e Dover são ovais intermediários com 24° de inclinação, Bristol é um oval curto com até 30° de inclinação.

Superspeedways como Talladega possui até 33° de inclinação, Daytona possui 32° de inclinação nas curvas, ambos considerado de alta inclinação.

Comparação com circuitos mistos[editar | editar código-fonte]

Corridas em ovais requerem estratégias diferentes de corridas em circuitos mistos. Enquanto os pilotos não precisam ficar trocando constantemente de marchas, usando o freio ou encarando diferentes tipos de curvas, os pilotos precisam se adaptar a pista. Ambos os tipos de circuitos requerem esforço físico, sendo nos ovais, a força G é aplicada apenas em uma direção.

Corridas em mistos podem ser feitas em pista seca ou molhada, nos ovais, devido ao alto desgastes dos sulcos dos pneus nas curvas de alta velocidade, só é possível corrida em pista seca. Apenas em ovais de terra é possível corrida com pista molhada.

Circuitos mistos também costumam ter uma grande área de escape, devido a inclinação, os ovais possuem apenas muro de proteção, atualmente, nas curvas são colocados uma barreira mole (o soft wall).

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências