Coloração ácido periódico-Schiff

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A coloração ácido periódico-Schiff ou coloração PAS (do inglês Periodic acid-Schiff) é um método de coloração usado em histologia e patologia. Este método é primariamente usado para identificar glicogênio em tecidos. A reação do ácido periódico seletivamente oxida os resíduos de glicose, produzindo aldeídos que reagem com o reagente de Schiff e produz uma cor púrpura-magenta. Um corante básico adequado é frequentemente usado como um corante de contraste.

A coloração PAS é principalmente usada para colorir estruturas contendo uma alta proporção de macromoléculas de carboidratos (glicogênio, glicoproteína, proteoglicanos), tipicamente encontrado em eg. tecidos conjuntivos, mucos, e lâminas basais.

Coloração PAS pode ser usada para distinguir entre diferentes tipos de doenças de estocagem de glicogênio. Entrentanto, tem usos além destes, tais como indicativo de certas formas de câncer, tal como a doença de Paget, ou na coloração de macrófagos na doença de Whipple, assim como no diagnóstico da adiaspiromicose pulmonar[1] e dermatofitose[2] .

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Biologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.