Contato mecânico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Em tribologia é fundamental identificar o tipo de contato entre corpos sólidos. Quando as superficies desses corpos são consideradas do ponto de vista macroscópico, apenas sua forma é relevante, sendo ignoradas imperfeiçoes (ondulações e rugosidade). Nessas condições, pode-se considerar o contato como conforme ou não conforme, segundo as indicações a seguir:

Contato conforme: as superfícies se encaixam de tal forma que existe uma área de contato aparente (nominal) facilmente mensurável.

Contato não conforme: as superfícies tocam-se em apenas um ponto ou uma linha. Nota: Em ensaios de desgaste a área nominal de contato de pelo menos uma das superfícies aumenta.

Observação: Havendo desgaste, o contato não conforme pode passar a ser conforme. Esta questão não é isenta de controvérsias; por exemplo, notar que na figura 2b o desgaste não ocasiona aumento de área.

Referências[editar | editar código-fonte]

BLAU, J. P. (1995). Friction, Lubrication and Wear Technology. ASM Handbook. v.18, pg 1810/1811.

BLAU, J. P. (1996). Friction Science and Technology. Marcel Dekker, Inc. pg 45.

Ícone de esboço Este artigo sobre Engenharia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.