Daniel Dias

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.


Daniel dias
Swimming pictogram.svg Natação Swimming pictogram.svg
Nome completo Daniel Farias Dias
Apelido Herman
Nascimento 24 de maio de 1988 (25 anos)
Campinas,  São Paulo
Nacionalidade Brasil brasileira

Daniel de Faria Dias (Campinas, 24 de Maio de 1988) é um atleta paralímpico brasileiro e recordista mundial. Passou sua infância e adolescência na cidade de Camanducaia, em Minas Gerais. Daniel nasceu com má formação congênita dos membros superiores e da perna direita, descobriu o esporte aos dezesseis anos.

Compete nas classes S5, SB4 e SM5 em competições paralímpicas. No Mundial de natação do IPC foi ouro nos 200m medley, com recorde mundial, ouro nos 100m livre e prata nos 50m borboleta e 50m costas, medalha de ouro no revezamento 4x50m medley com recorde mundial.

Daniel é detentor do recorde mundial nas provas de 100m e 200m livre, 100m costa e 200m medley e o recordista nos Jogos Parapan-americanos com oito medalhas de ouro.

Daniel consquistou nove medalhas nos Jogos Paralímpicos de Pequim 2008, superando o também nadador brasileiro Clodoaldo Silva, que havia conquistado sete medalhas (seis de ouro e uma de prata) nos Jogos Paralímpicos de Atenas 2004.

Prêmio Laureus - Laureus World Sports Awards

Em 15 de junho de 2009, uma segunda-feira, Daniel Dias recebeu o troféu Laureus, espécie de "Oscar do Esporte", como melhor atleta paraolímpico de 2008. Sua indicação teve como motivo as suas nove medalhas conquistadas durante os Jogos Paraolímpicos de Pequim. Em 2008, Daniel Dias já havia sido indicado para o mesmo prêmio. Até então, apenas três outros brasileiros haviam recebido este prêmio: Pelé (Futebol, 2000), Ronaldo Fenômeno (Futebol, 2003) e Bob Burnquist (Skateboarding, 2002)

Prémios[editar | editar código-fonte]

  • Prémios Laureus (Melhor Atleta Paraolímpico): 2009, 2012

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Swimming pictogram.svg Este artigo sobre um(a) nadador(a), integrado ao Projeto Natação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.