Bruno Gagliasso

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes fiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde agosto de 2012) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes fiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes fiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Bruno Gagliasso
Bruno Gagliasso
Nome completo Bruno Gagliasso Marques
Nascimento 13 de abril de 1982 (32 anos)
Rio de Janeiro, RJ
 Brasil
Ocupação ator
Cônjuge Camila Rodrigues (2006—2008)
Giovanna Ewbank (2010—presente)
Outros prêmios
Melhores do Ano - Melhor Ator Coadjuvante
2006 - Sinhá Moça
2007 - Paraíso Tropical
2009 - Caminho das Índias
2010 - Passione[1]
Página oficial
IMDb: (inglês)

Bruno Gagliasso Marques (Rio de Janeiro, 13 de abril de 1982) é um ator brasileiro.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Começou a carreira ainda criança, fazendo figuração em novelas da Rede Globo.[2] Em 1999 participou do episódio "Papai é Gay!", do programa Você Decide. No ano seguinte, fez uma pequena participação na temporada de 2000 do seriado adolescente Malhação, cujos protagonistas foram vividos por Ludmila Dayer e Fábio Azevedo. Depois, transferiu-se para o SBT, onde despontou em sua primeira atuação mais expressiva em numa novela, quando participou de Chiquititas.

Em 2001 assinou contrato com a Globo, emissora pela qual permanece contratado até os dias atuais, para integrar o elenco da novela As Filhas da Mãe, como Artur, filho da personagem Rosalva, de Regina Casé.[3] Em 2003 interpretou o jovem Caetano, da minissérie A Casa das Sete Mulheres, personagem que existiu na vida real e era filho de Bento Gonçalves, herói da Revolução Farroupilha, que na produção foi vivido por Werner Schünemann. Seu desempenho chamou a atenção dos diretores do canal e lhe rendeu um papel de destaque na novela Celebridade. Na trama, encarnou o problemático Inácio, garoto que sofre rejeição e maus tratos da própria mãe, vivida por Deborah Evelyn, que o culpa pela morte de seu irmão. Com esse trabalho, firmou-se ainda mais na profissão e consagrou-se como um dos principais nomes da Globo, recebendo muitos elogios da crítica especializada.

Em 2005 assumiu o papel polêmico de um homossexual na novela América. Na obra, Júnior envolvia-se amorosamente com um funcionário da fazenda da própria mãe, interpretado pelo ator Erom Cordeiro.

Posteriormente, encarnou o engraçado e estabanado garoto do interior Ricardo, no remake de Sinhá Moça. Na trama, seu personagem era famoso por envolver-se em confusões amorosas. Após sustentar uma paixão platônica pela misteriosa Ana do Véu, derrete-se de amores pela Baronesa de Araruna, interpretada pela atriz Patrícia Pillar.

Em 2007 ganhou seu primeiro vilão em novelas, o Ivan de Paraíso Tropical.[4] Em contraposição à sua última atuação, em 2008 viveu o romântico Eduardo de Ciranda de Pedra. Num emendo, no ano seguinte, reapareceu no vídeo como o esquizofrênico Tarso de Caminho das Índias.

Em 2010 interpretou o papel do italiano bígamo Berillo Rondelli na novela Passione.[5] [6] Na trama, seu personagem abandonou a mulher Agostina (interpretado pela atriz Leandra Leal) e o próprio filho, na Itália, e veio para o Brasil, com a desculpa de tentar uma vida melhor. Já no Brasil, formou uma nova família com a patricinha Jéssica (interpretado pela atriz Gabriela Duarte, garota rica e mimada, herdeira do Rei do Lixo, Olavo (interpretado pelo ator Francisco Cuoco). Só o que ele não sabe, é que Jéssica na verdade é tia de Agostina, e a própria está no Brasil a sua procura.

Já em 2011, na novela das seis Cordel Encantado interpretou o perverso coronel Timóteo, o antagonista central da trama.[7]

Em 2013, protagonizou o filme Mato sem Cachorro ao lado de Leandra Leal e a novela Joia Rara junto com Bianca Bin.[8]

Em 2014, o ator foi disputado para atuar em Alto Astral e Império, porém recusou as duas propostas e optou por fazer o novo seriado de Glória Perez, Dupla Identidade, em que interpretará um serial killer, Edu.[9] [10] [11] [12] [13]

Cronologia[editar | editar código-fonte]

Televisão
Ano Título Papel Notas
1999 Você Decide Renato episódio: "Papai é Gay"
Mulher Léo episódio: "Mãe Menina"
2000 Malhação Aluno do 1ª ano Participação especial
Chiquititas Rodrigo Bragança D'Ávila
2001 As Filhas da Mãe José Carlos Rocha
2002 Desejos de Mulher Saulo de Gog Participação especial
Sítio do Pica-Pau Amarelo Romeu Participação especial
2003 A Casa das Sete Mulheres Caetano
Celebridade Inácio Vasconcelos Amorim
2005 América Roberto Sinval Villa Nova Júnior
2006 Sinhá Moça Ricardo Garcia Fontes
Dom Théo Especial da Rede Globo
2007 Paraíso Tropical Ivan Correia Novaes
2008 Ciranda de Pedra Eduardo Ribeiro
Episódio Especial Ele mesmo Participação especial
2009 Caminho das Índias Tarso Cadore
Episódio Especial Ele mesmo Participação especial
2010 Episódio Especial Ele mesmo Participação especial
Passione Berillo Rondelli
2011 Cordel Encantado Timóteo Cabral
2012 220 Volts Ele mesmo episódio: "Fama"
As Brasileiras Zé Sereno episódio: "O Anjo de Alagoas"
2013 Joia Rara Franz Hauser
2014 Dupla Identidade Eduardo Borges Em produção[14] [15]

Cinema[editar | editar código-fonte]

Filmes
Ano Título Papel Notas
2002 As Vozes da Verdade Lucas Curta-metragem
2005 Deu Zebra Listrado Voz na dublagem brasileira
2012 DES. Klaus Curta-metragem[16]
2013 Mato sem Cachorro Déco [17]
Isolados Lauro [18]

Teatro[editar | editar código-fonte]

  • Um Certo Van Gogh
  • Onde Está Você Agora?

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Trabalho Resultado
2005 Prêmio Contigo! de TV Melhor Ator Coadjuvante
Júnior em América
Venceu
2006 Melhores do Ano Melhor Ator Coadjuvante
Ricardo em Sinhá Moça
Prêmio Contigo! de TV Melhor Ator Coadjuvante
2007 Melhores do Ano Melhor Ator Coadjuvante
Ivan em Paraíso Tropical
2009 Melhores do Ano Melhor Ator Coadjuvante
Tarso em Caminho das Índias[19]
Prêmio Quem de Televisão Melhor Ator
Prêmio Extra de Televisão Melhor Ator Coadjuvante
Prêmio Contigo! de TV Melhor Ator Coadjuvante
2010 Troféu Imprensa Melhor Ator Indicado
Melhores do Ano Melhor Ator Coadjuvante
Berillo em Passione
Venceu
Prêmio Contigo! de TV Melhor Ator Coadjuvante Indicado
2011 Melhores do Ano Melhor Ator
Timóteo em Cordel Encantado
Prêmio Quem de Televisão[20] Melhor Ator Venceu
Prêmio Extra de Televisão[21] Melhor Ator Indicado
Prêmio Contigo! de TV Melhor Ator de Novela
2013 Melhores do Ano Melhor Ator
Franz em Joia Rara
Prêmio Quem de Televisão Melhor Ator

Referências

  1. Tudo o que rolou nos bastidores do Prêmio Melhores do Ano do Faustão. Bahia 05/3. ofuxico.com.br (4 de março de 2012).
  2. Bruno Gagliasso: o pulo do gato. =IstoÉ Gente. Página visitada em 28 de dezembro de 2011. "Começou a atuar no colégio e, aos 7 anos, apareceu em uma novela pela primeira vez, Barriga de Aluguel (1990), na Rede Globo."
  3. Felícia, Carla (27 de janeiro de 2003). Revelação: Bruno Gagliasso - Frutos do sucesso (em português). Revista Isto É Gente. Página visitada em julho de 2010.
  4. Redação Tv Press (28 de abril de 2007). Bruno Gagliasso comemora seu primeiro vilão na Globo (em português). Portal Terra. Terra Diversão. Página visitada em julho de 2010.
  5. Ferreira, Leonardo (18 de maio de 2010). 'Passione': Jéssica e Bruno se chamam de Moranguinho e Morangão (em português). Telinha. Jornal Extra (versão online). Página visitada em 26-5-2010.
  6. (14 de maio de 2010) "Assim é se lhe parece". Revista Minha Novela (558): 6-7 pp.. São Paulo: Editora Abril. ISSN 15170179.
  7. Redação UOL Televisão (22 de março de 2011). Bruno Gagliasso viverá um vilão em "Cordel Encantado" da Globo. Canal Zap. Página visitada em 22 de março de 2011.
  8. Rede Globo. Joia Rara: Bruno Gagliasso e Carmo Dalla Vecchia estão na novela das seis. Página visitada em 28 de julho de 2013.
  9. Daniel Castro (05 de abril de 2014). Cansado de mocinhos, Gagliasso viverá serial killer de Glória Perez. Notícias da TV. Página visitada em 06 de abril de 2014.
  10. Patrícia Kogut (05 de abril de 2014). Gagliasso será serial killer em história de Glória Perez. O Globo. Página visitada em 06 de abril de 2014.
  11. Yahoo (05 de abril de 2014). Bruno Gagliasso diz não a novelas para viver serial killer em série. Yahoo. Página visitada em 06 de abril de 2014.
  12. Fernando Oliveira (05 de abril de 2014). Bruno Gagliasso bate Thiago Fragoso, desiste de novela e leva papel de serial killer em ‘Dupla Identidade’. R7. Mundo da TV. Página visitada em 06 de abril de 2014.
  13. GShow (11 de junho de 2014). Bruno Gagliasso se prepara para viver psicopata em ‘Dupla Identidade’. Foi dada a largada - Gshow. Página visitada em 11 de junho de 2014.
  14. Gshow (30 de julho de 2014). Bruno Gagliasso vive o psicopata Edu em 'Dupla Identidade'; primeiras fotos!. Gshow - Foi dada a largada. Página visitada em 05 de agosto de 2014.
  15. Carla Bittencourt (05 de agosto de 2014). Bruno Gagliasso será serial killer acima de qualquer suspeita em 'Dupla identidade'. Extra. Telinha. Página visitada em 05 de agosto de 2014.
  16. Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank cruzam o tapete vermelho. Quem. Globo.com (21 de maio de 2013). Página visitada em 30 de junho de 2013.
  17. Bruno Gagliasso e Gabriela Duarte rodam comédia no Rio. IG (29 de outubro de 2012). Página visitada em 31 de janeiro de 2013.
  18. O Globo; Michele Miranda. Bruno Gagliasso e Regiane Alves apostam em filme de suspense que estreia em 2013. O Globo. Globo.com. Página visitada em 10 de outubro de 2013.
  19. Bruno Gagliasso vence categoria Ator Coadjuvante no Melhores do Ano (2010). Página visitada em 18 de março de 2012.
  20. André Arruda (6 de janeiro de 2012). Prêmio QUEM: Bruno Gagliasso (Melhor ator de televisão). Extra Online. Página visitada em 15 de janeiro de 2012.
  21. Prêmio Extra de TV: Gabriel Braga Nunes leva o prêmio de melhor ator pelo vilão Léo. Extra Online (29 de novembro de 2011). Página visitada em 29 de novembro de 2011.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]