Caminho das Índias

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou secção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde outubro de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Emblem-scales.svg
A neutralidade desse artigo (ou seção) foi questionada, conforme razões apontadas na página de discussão. (desde novembro de 2009)
Justifique o uso dessa marca na página de discussão e tente torná-lo mais imparcial.
Caminho das Índias
Informação geral
Formato Telenovela
Duração 01h 10min (exceto quartas-feiras)
50 minutos (quartas-feiras)
01h 30min (último capítulo)
Criador(es) Glória Perez
País de origem  Brasil

Inadequado para menores de 12 anos i DEJUS (Brasil)[1]

Idioma original Língua portuguesa
Produção
Diretor(es) Marcos Schechtman
Elenco Juliana Paes
Rodrigo Lombardi
Márcio Garcia
Tânia Khallil
Letícia Sabatella
Alexandre Borges
Débora Bloch
Humberto Martins
Christiane Torloni
Tony Ramos
Eliane Giardini
Laura Cardoso
Cléo Pires
ver mais
Tema de abertura "Beedi" por Sukhwinder Singh e Sapna Awasthi
Exibição
Emissora de
televisão original
Brasil Rede Globo
Formato de exibição 1080i (HD)
Transmissão original 19 de janeiro de 200911 de setembro de 2009
N.º de episódios 203
Cronologia
Último
Último
A Favorita
Viver a Vida
Próximo
Próximo
Programas relacionados O Clone
América
Salve Jorge
Explode Coração

Caminho das Índias é uma telenovela brasileira produzida e exibida pela da Rede Globo na faixa das 20 horas, entre 19 de janeiro[2] e 11 de setembro de 2009,[3] em 203 capítulos, substituindo A Favorita e sendo substituída por Viver a Vida.

Foi escrita por Glória Perez, com a direção de Fred Mayrink, Leonardo Nogueira, Luciano Sabino, Roberto Carminatti e Marcelo Travesso, com núcleo e direção geral de Marcos Schechtman. Foi escrita por Carlos Lombardi, durante um tratamento de saúde que a autora Glória Perez teve de se submeter. Ganhou o Emmy Internacional 2009 na categoria de melhor telenovela. Em Portugal, foi exibida pela SIC.

Contou com Juliana Paes, Rodrigo Lombardi, Márcio Garcia, Tânia Khallil, Christiane Torloni, Bruno Gagliasso, Marjorie Estiano, Cléo Pires, Lima Duarte, Laura Cardoso, Osmar Prado, Nívea Maria, Thaila Ayala, Dira Paes, Humberto Martins, Maitê Proença, Maria Maya, Caio Blat, Isis Valverde, Tony Ramos, Eliane Giardini, Alexandre Borges, Débora Bloch e Letícia Sabatella nos papeis principais.

Foi reapresentada no Vídeo Show entre 21 de Abril à 25 de Abril de 2014 , em cinco capítulos no quadro Novelão substituindo Anos Dourados e sendo substituída por A Casa das Sete Mulheres. Porém a série foi anunciada mas até o momento não foi exibida.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

A trama teve o total de duas fases distintas: a composição do núcleo indiano e uma passagem de tempo de vinte anos, onde a trama começa a se desenrolar totalmente com a junção dos demais personagens.

Introdução[editar | editar código-fonte]

Na trama central, uma paixão proibida entre dois indianos de origem muito diferentes. Maya, funcionária de um telemarketing do Rajastão, pertence a uma tradicional família da casta dos comerciantes. Bahuan está se formando nos Estados Unidos, onde trabalha, mas nunca esqueceu as humilhações que passou na infância por ser um dalit (intocável) – parte do contingente humano que os textos sagrados definem como "a poeira aos pés do deus Brahma", aqueles considerados impuros e condenados a nem mesmo tocar com sua sombra um integrante das altas castas. Este sistema já foi banido pelas leis indianas, porém não pelos costumes.

Primeira fase[editar | editar código-fonte]

Bahuan é filho de dois empregados também intocáveis. Estes são queimados em uma fogueira por terem tocado o seu patrão, enquanto este se banhava. Desorientado, Bahuan, portanto, passa pelo Rio Ganges, onde Opash Ananda está com seus dois filhos: Amithab e Raj. Raj, por curiosidade, toca Bahuan, pegando seu colar. Opash vê a cena e repreende o filho de ter tocado Bahuan. O brâmane Shankar aparece e defende Bahuan, começando uma briga contra Opash, que vai embora com os dois filhos. Bahuan conta sua história de vida para Shankar, que revela sua vida solitária e adota o menino, mesmo sofrendo preconceito de Opash e de vários outros conservadores indianos.

Segunda fase[editar | editar código-fonte]

Maya já estava na idade de se casar e seus pais, o comerciante de perfumes Manu Meetha e Kochi, procuraram, com afinco, um bom marido. Como toda indiana, ela sempre acreditou que ninguém melhor do que os dois para escolher o homem certo, antes de conhecer Bahuan. Movida por um sentimento arrebatador, Maya estava disposta a impor à família sua vontade e não compreendia porque o rapaz se mostrava tão reticente. Apenas quando a verdade sobre a origem do jovem vem à tona é que descobriu a razão dos medos dele e viveu o tsunami da revelação em sua casa. Entre promessas, riscos, encontros e desencontros, o casal planejou um futuro juntos e é, a todo momento, surpreendido pelo destino, e Maya provou seu amor se entregando a Bahuan. No caminho, estavam Raj Ananda, o sonho dourado dos pais de Maya; o investimento de Bahuan em sua carreira e a empresa brasileira Cadore, da qual o rapaz se tornou sócio meses depois. Maya se casou com Raj grávida de Bahuan, pois Bahuan a abandonou dizendo que voltaria depois de 1 ano sem saber que ela estava grávida. Bahuan, com ódio de Maya (por esta ter se casado) e Raj (o marido da amada), fez tudo para atrapalhar o casal. Maya escondeu o segredo da gravidez de todos, só sua mãe sabera e forjara um parto prematuro para todos acreditarem que a criança é mesmo de Raj, pois Maya casou grávida de 2 meses. No casamento tentaram ser felizes, porém Raj (no começo) não esquecera Duda e Maya, Bahuan.

Raj é filho de Opash e Indira Ananda. Opash é um rico comerciante, defensor do sistema de castas, que fez com Manu o acordo para que Maya e Raj se casarem, dificultando assim mais ainda o amor entre Bahuan e Maya. Opash e Indira são pais de mais três filhos, Amithab, Ravi e Chanti. Amithab é o mais velho, casado com Surya, uma mulher perigosa e má que atormentou Maya, e que sofreu por não ter tido um filho homem. Com Surya, Amithab teve uma filha chamada Anusha. Ravi, o mais novo dos homens, se apaixonou pela brasileira Camila. Os dois se casam em um ritual escondidos da família e ela agora mora na Índia. Chanti, a mais nova e única menina, desde criança é preparada para o casamento, mas não quer casar. Quer morar em outro país, ser independente, falar muitos idiomas e fazer muitas faculdades, dando palestras. A família Ananda conta ainda com Laksmi, mãe de Opash e a figura mais importante da casa. Seu passatempo preferido é mandar e implicar com Indira embora seja sempre contrariada por Karan, seu cunhado, irmão de seu falecido marido. Guarda um segredo no passado, que Karan sabe, é que Opash na verdade é filho de Shankar e não de seu falecido marido. Opash descobriu isto.

Raj, por sua vez, se apaixona pela brasileira Duda. O sentimento é verdadeiro, porém, eles não poderão ser felizes juntos devido ao casamento arranjado da família dele. Duda, portanto, decidiu lutar com todas a suas forças contra o preconceito da família dele para conseguir ser feliz ao lado do homem que amava, tanto é que engravidou dele e foi abandonada, sem Raj saber de sua gravidez. Ela trabalha na clínica de Ilana e Chiara, duas mulheres bastante diferentes. Ilana é casada com César Gallo Gullart, um homem ambicioso, mas que não sabe controlar o filho Zeca, que é considerado um delinquente, presidiário. Já Chiara, apesar de bonita, lê muitos livros de auto-ajuda, e no decorrer da trama, teve um rápido e curto romance com Murilo, um empregado de confiança da empresa da família Cadore. É a melhor amiga de Duda e a ajudou em momentos. Duda se apaixonou por Lucas, o médico que salvou seu filho da morte, fazendo uma perigosa cirurgia.

Na empresa Cadore, há o poderoso Ramiro Cadore, um homem rico e ambicioso que vivia em guerra com o irmão Raul. Os conflitos entre os dois deixaram o pai dele, Sr. Cadore, imensamente insatisfeito. Ramiro tem como braço-direito sua advogada Gaby e desperta o interesse de sua secretária Walkíria, conhecida como Wal. Mas só fica na vontade mesmo, pois ele se envolveu com Gaby. É ainda casado com Melissa, uma mulher fútil, mimada e obcecada pela beleza, que vive implicando, xingando e humilhando a filha Inês, a quem ela xingava de "álien", pois a moça se veste toda de preto e fala gírias estranhas. Melissa sofreu um duro golpe quando seu filho "preferido" (como ela fala) Tarso, descobriu ter esquizofrenia. Tarso, por sua vez, descobriu o amor com Tônia, uma moça tímida e atrapalhada que faz faculdade de medicina, por quem se apaixonou e quer viver feliz. A felicidade dos dois tem como principal empecilho, Murilo, irmão da moça, que vive implicando com a mesma, por ser hiper-protetor de sua irmã. Para tratar-se de sua esquizofrenia, Tarso se consultara com o médico Dr. Castanho, que desperta o amor de Cidinha, que na verdade ama Sr. Cadore. É também companheiro de trabalho de Aída, ex-mulher de César, com quem teve duas filhas, Camila e Leinha. No começo da história, Camila é apaixonada pelo executivo Dario, mas ela conhece o amor ao lado de Ravi. Leinha, por sua vez, quer ser documentarista, e escolheu a Índia como tema de seu primeiro trabalho. Vive em conflito com a segunda mulher do pai, Ilana, e está sempre a favor da mãe, nas disputas entre o ex-casal, ao contrário de Camila, que tenta conciliar e entender as razões do inacreditável César. Aída se envolveu com Dario ao longo da trama. Aída casou de Novo.

A trama também trata do casal Sílvia e Raul. Casados há bastante tempo, desta união nasceu Júlia, amiga de Camila e Leinha. A vida do casal mudou drasticamente com a chegada de Yvone, amiga de colégio de Sílvia, que reapareceu no momento em que a outra mais precisa de ajuda, já que a mesma passa por uma crise no casamento. Mas por trás do rostinho de boazinha, Yvone esconde um desvio de personalidade: ela é uma psicopata. Aproveitou a confiança depositada nela para destruir muitos sonhos e ilusões. Roubou Raul de Sílvia e fez todos pensarem que ele estava morto. Foi para Dubai com ele, que está apaixonado por ela, só que Yvone não ama ninguém.

Ainda no núcleo brasileiro, há a história da indiana viúva Ashima, que decidiu tentar a sorte no Brasil e abriu um bar na Lapa, bairro boêmio do Rio de Janeiro. Ela tem dois filhos, Indra, um jovem apaixonado por computadores e internet, e Malika, a mais nova. Ashima faz o possível para passar aos filhos os valores indianos. No mesmo bairro, também mora Abel, guarda de trânsito amigo de todos no bairro, mas exigente quanto às regras de trânsito. Abel é casado com a fogosa Norma, conhecida por todos como Norminha, uma mulher ousada que vive se insinuando para os homens da região. Entre os freqüentadores do bar, está Dr. Castanho. Aliás, sempre está por lá por causa de Suellen, uma mulata recatada porém, brigona e muito fatal, que desperta um grande interesse no médico. Por fim, na Lapa, vive Radesh, um indiano esperto e trambiqueiro, que deu um golpe em Deva, que é melhor amiga de Maya, e que sabe de tudo entre ela e Bahuan, e sobre o filho deles.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Produção[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Seções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios.
Jaipur, também no Rajastão foi um dos cenários principais das gravações.[4]
Reprodução do rio Ganges para a telenovela na cidade cenográfica do Projac.
  • A trama enfrentou alguns problemas para definir o nome. Glória Perez, a autora, sempre quis que o nome fosse Caminho das Índias. Já a emissora, estava em dúvida entre o título da autora (Caminho das Índias) e Viagem para as Índias. Outros autores da emissora também reclamaram muito pois a trama teria um grande elenco com grandes nomes de peso da emissora.
  • A novela fala, principalmente, sobre a cultura indiana, e seus marcos mais fortes e importantes.[5] Um deles é o sistema de castas, a casamento arranjado, a longa preparação para um casamento, a questão dos intocáveis, entre outros.
  • Alguns atores do elenco viajaram para Índia para gravar as primeira cenas, entre eles estão os protagonistas Juliana Paes, Rodrigo Lombardi e Márcio Garcia, além de Tony Ramos, Lima Duarte, Isis Valverde, André Gonçalves, Betty Gofman, entre outros.[6]
Mudanças e acontecimentos com os intérpretes
  • Letícia Sabatella, intérprete da vilã Yvone Magalhães, teve uma arritmia cardíaca durante as gravações da novela. A atriz deixou a Clínica São Vicente na sexta-feira, dia 19 de dezembro de 2008 e voltou às gravações da novela apenas em 2009.[8]
  • A atriz Cléo Pires, intérprete da vilã Surya, foi internada também na mesma clínica que Letícia Sabatella, na Clínica São Vicente. A atriz foi internada às pressas com uma infecção pulmonar. A atriz faltou na festa de lançamento da novela.[9]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Juliana Paes interpretou a protagonista Maya.
Rodrigo Lombardi interpretou o protagonista Raj.
Márcio Garcia interpretou o protagonista Bahuan.

.

Letícia Sabatella interpretou a grande vilã Yvone Magalhães.
Christiane Torloni interpretou a fútil Melissa.
Bruno Gagliasso interpretou o esquizofrênico Tarso.
Lima Duarte interpretou o sábio Shankar.
Danton Mello interpretou o vilão Amithab Ananda.
Ator Personagem
Juliana Paes Maya Meetha Ananda
Rodrigo Lombardi Raj Ananda
Márcio Garcia Bahuan Sundrani
Tânia Khallil Maria Eduarda "Duda" Alves de Moraes
Letícia Sabatella Yvonne Magalhães Oliveira
Débora Bloch Sílvia Cadore
Alexandre Borges Raul Cadore
Christiane Torloni Melissa Cadore
Bruno Gagliasso Tarso Cadore
Marjorie Estiano Antônia "Tônia" Henrique do Vale Cadore
Tony Ramos Opash Ananda
Eliane Giardini Indira Ananda
Laura Cardoso Laksmi Ananda
Lima Duarte Shankar Sundrani
Thaila Ayala Shivani Mugdaliar Sundrani
Cléo Pires Surya Ananda
Isis Valverde Camila Motta Goulart Ananda
Humberto Martins Ramiro Cadore
Dira Paes Norma "Norminha" Almeida
Osmar Prado Manu Meetha
Nívea Maria Kochi Meetha
Maria Maya Inês Cadore
Maitê Proença Fernanda "Nanda" Estavanato
Caio Blat Ravi Ananda
Danton Mello Amithab Ananda
Caco Ciocler Murilo Henrique do Vale
Vitória Frate Júlia Cadore
Betty Gofman Daisy
Marcius Melhem Radesh
Cacau Mello Deva
Antônio Calloni César Gallo Goulart
Ana Beatriz Nogueira Ilana Gallo Goulart
José de Abreu Sacerdote Pandit
Stênio Garcia Mário Augusto Castanho
Elias Gleizer Ernesto Cadore
Vera Fischer Chiara Bittencourt
Odilon Wagner Mike / Eric Stuat
Jandira Martini Puja Hitid
André Gonçalves Gopal
Ricardo Tozzi Komal Meetha
Totia Meirelles Aída Motta
Murilo Rosa Lucas Garrido
Eva Todor Ana Aparecida "Cidinha" Albuquerque Cadore
Victor Fasano Dario
Rosane Gofman Walkíria (Wal)
Flávio Migliaccio Karan Ananda
Juliana Alves Suellen
Jacqueline Dalabona Rhada Mugdaliar
Brendha Haddad Rani Meetha
Cissa Guimarães Rute Marques
Anderson Müller Abel Almeida
Paula Pereira Durga
Júlia Almeida Léa Motta Goulart (Leinha)
Mara Manzan Ashima
Ana Furtado Gabriela (Gabi)
Sílvia Buarque Berê
Neuza Borges Cema
Duda Nagle José Carlos Gallo Goulart (Zeca)
Luci Pereira Ondina
Priscila Marinho Sheilla
Ana Lima Cecília (Ciça)
André Arteche Indra
Thaís Garayp Ana
Clarice Derzié Luz Harima
Carolina Oliveira Chanti
Márcio Vito Ramu
Cláudia Lira Nayana
Adílson Maghá Guru Siro
Mussunzinho Maico
Blota Filho Haroldo
Marcelo Brou Guto
Darlan Cunha Eliseu
Sidney Santiago Ademir
Janaína Prado Sonya
Alexandre Liuzzi Pedro
Karina Ferrari Anusha Ananda
Cadu Paschoal Hari
Laura Barreto Lalit
Nahuana Costa Malika
Paulo José Profeta Gentileza
Chico Anysio Namit Batra

Elenco de apoio[editar | editar código-fonte]

Perfis das personagens[editar | editar código-fonte]

Exibição[editar | editar código-fonte]

Ganesha deus do hinduísmo retratado como estátua na abertura da trama.
Lakshmi deusa do hinduísmo também retratada na abertura.

No site do Diretório de Comercialização da Rede Globo, consta o horário da primeira semana da trama, onde a novela começa às 21h05min e tem término às 22h10min, diferentemente de sua antecessora A Favorita, que começava às 21h15min e terminava às 22h35min. Somente na quarta-feira, a trama começa às 20h50min e tem término as 21h45min devido a transmissão do Futebol 2009. Na primeira semana, logo após Caminho das Índias, houve a exibição do Big Brother Brasil 9 e em seguida, filmes da Tela Quente às segundas, Festival de Sucessos às terças, quintas e sextas, o Campeonato Brasileiro de Futebol às quartas-feiras e o Zorra Total aos sábados.[10]

Abertura[editar | editar código-fonte]

A canção utilizada na abertura da novela, "Beedi", é do cantor e compositor indiano Sukhwinder Singh. A abertura, feita por Hans Donner, mostra várias estátuas indianas com o Taj Mahal ao fundo; também mostra algumas pessoas meditando, símbolos como anéis, medalhões, castelos, deuses hindus como Ganesha e Brama, o criador do universo na religião, e várias danças. No fim, uma porta se abre para o logotipo da novela. Uma curiosidade é que toda a parte da música que é retratada na abertura, é da cantora que faz dupla com Sukhwinder Singh, Sapna Awasthi, sendo que em nenhuma parte da abertura a voz de Sukhwinder aparece.[11] [12]

Audiência[editar | editar código-fonte]

Em sua exibição original[13] o primeiro capítulo de Caminho das Índias marcou média de 37 pontos[14] com 39 pontos no consolidado com picos de 41 pontos e share de 61%.[15] O capítulo mostrou a adoção de Bahuan por Shankar, o encontro de Bahuan e Maya, a primeira briga de Raul e Ramiro Cadore, a volta de Raj Ananda para a Índia e o anúncio de Opash Ananda de que ele irá se casar em breve com Maya.[16] A audiência do primeiro capítulo foi maior do que a antecessora, A Favorita, que marcou apenas 35 pontos. Porém, foi a segunda pior média de primeiro capítulo da emissora no horário nobre, pois Duas Caras marcou 40 pontos.[17] [18]

A menor audiência deu-se no sábado, dia 31 de janeiro. Neste dia todas as novelas da emissora sofreram uma queda significativa na audiência. Enquanto Caminho das Índias fechava com 28 pontos, a novela das seis,Negócio da China, marcava apenas 14 pontos e Três Irmãs, a novela das sete, marcava 16 pontos. No sábado, as audiências costumam cair.[19]

Bateu recorde de audiência no dia 24 de agosto, quando alcançou 50 pontos de média. Nesse dia foram exibidas as sequências das cenas de um casamento infantil.[20]

No penúltimo capítulo, a novela teve média de 55 pontos com picos de 59 e 78% de participação .[21]

O último capítulo também alcançou média de 55 pontos.[22]

Enquanto em São Paulo, a estréia marcou 39 pontos, sendo razoável para o horário, em Florianópolis, marcou média de 53,96 pontos, conquistando uma excelente audiência e, ainda com 79,75% de share, ou seja, de participação. Segundo dados do Ibope, 91,98% dos telespectores pertenciam às classes A, B e C e 72,63% era de pessoas acima dos 25 anos.[23]

A novela registrou uma média de 38,8 pontos na Grande São Paulo [24] e 63% de share.[25]

Exibição Internacional[editar | editar código-fonte]

Em apenas três meses de lançamento, "Caminho das Índias" já havia sido vendida para 90 países. Depois de conquistar 100% da América Latina, a novela chegou a outros continentes como Europa, África e Ásia. Países estratégicos para a TV Globo Internacional como Estados Unidos e Rússia também adquiriram os direitos de transmissão da história de Glória Perez que foi vencedora do Emmy Internacional 2009 na categoria melhor telenovela.[26] [27] [28] [29]

Além disso, será feita uma regravação da novela no México. Com título diferente do original, a refilmagem deverá se chamar “Índia” e será exibida pela emissora TV Azteca, a segunda maior emissora de televisão do país.

Bárbara Mori fará o papel de Maya que na versão original era de Juliana Paes, o ator peruano Christian Meier, interpretará Raj, de Rodrigo Lombardi.[30]

País Emissora Título Idioma Horário Data de estreia
 Brasil Rede Globo Caminho das Índias Em português 21:00 19 de janeiro de 2009 - 12 de setembro de 2009
 Argentina Telefe India, una historia de amor Dublado em espanhol 08:30
(sábados e domingos)
1 de março de 2010
(finalizada)
Flag of Cape Verde.svg Cabo Verde TCV Caminho das Índias Em português 21:00 27 de setembro de 2010
(finalizada)
Flag of Chile.svg Chile Canal 13 India, una historia de amor Dublado em espanhol 14:30 14 de março de 2010
(finalizada)
Costa Rica Teletica India, una historia de amor Dublado em espanhol 13:30 1 de março de 2010
(finalizada)
Flag of Ecuador.svg Ecuador Ecuavisa Camino de Indias Dublado em espanhol 20:45/22:45 16 de março de 2010
(finalizada)
Flag of the United States.svg Estados Unidos Telefutura India – A Love Story Dublado em inglês 22:00 4 de outubro de 2010
(finalizada)
 Geórgia Rustavi 2 იქ, სადაც უყვართ
ik, sadats uqvart
Dublado em georgiano 19:50 5 de maio de 2010
(finalizada)
 Israel ViVa הדרך להודו
Haderekh Lehodu
Legendado em hebraico 19:05 Setembro de 2010
(finalizada)
 Macedónia Sitel TV Индија, Љубовна приказна
Indija, Ljubovna prikazna
Legendado 21:30 5 de setembro de 2010
(finalizada)
 Montenegro TV Vijesti Indija, Ljubavna priča Legendado 21:30 29 de março de 2010
(finalizada)
 Moçambique STV - Soico Caminho das Índias Em português 21:00 19 de abril de 2010
(finalizada)
Flag of the Arab League.svg
Mundo árabe
MBC4 جسور الهوى: حب في الهند
Jussur El Hawa: Hob fil Hind
Dublado em árabe 20:00 18 de janeiro de 2011
(finalizada)
Nicarágua Nicarágua Televicentro India, una historia de amor Dublado em espanhol 20:00
(sábados e domingos)
julho de 2010
(finalizada)
Paraguai SNT India, una historia de amor Dublado em espanhol 21:00 2012
 Peru ATV India, una historia de amor Dublado em espanhol 22:00 20 de maio de 2013
 Polónia Zone romantica Droga do Indii Dublado em polonês 21:00 Junho de 2010
(finalizada)
Flag of Portugal.svg Portugal SIC Caminho das Índias Em português 23:00 16 de fevereiro de 2009
(finalizada)
 Porto Rico WAPA TV India, una historia de amor Dublado em espanhol 14:00 23 de março de 2010
(finalizada)
 Roménia Acasa Tv India Legendada 21:30
23:30
11 de janeiro de 2010
(finalizada)
 Rússia Domashny Дороги Индии
Dorogi Indi
Dublado em russo 18:30 outubro de 2010
(finalizada)
Sérvia Sérvia B92 Indija, Ljubavna priča Legendado 12:00
00:45
30 de março de 2010
(finalizada)
 Turquia FOX Bir Aşk Hikayesi Dublado em turco 18:00 28 de junho de 2012
Uruguai Teledoce India, una historia de amor Dublado em espanhol 19:00 26 de dezembro de 2010
(finalizada)
Peru Peru ATV India, una historia de amor Dublado em espanhol 22:00 22 de maio de 2013
Paquistão Paquistão Plus Max India – A Love Story A ser lançada[31]
Indonésia Indonésia Kompas TV India – A Love Story A ser lançada[32]
Portugal Portugal Globo Premium Caminho das Índias Em português 22:00 4 de agosto de 2014[33]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

‘Caminho das Índias’ é uma das mais bem sucedidas novelas da Globo, vencedora do Emmy Internacional 2009 e licenciada para 90 países.

Emmy Internacional[34] [35]

Premio Tudo De Bom - Jornal O Dia (2009)[36]

  • Melhor Ator - Bruno Gagliasso
  • Musa - Letícia Sabatella

Prêmio Arte Qualidade Brasil (2009)[37]

  • Melhor Novela - Caminho das índias
  • Melhor Atriz - Juliana Paes
  • Melhor Ator - Rodrigo Lombardi
  • Melhor Atriz coadjuvante - Dira Paes
  • Melhor Ator coadjuvante - Bruno Gagliasso
  • Melhor atriz revelação - Priscila Marinho
  • Melhor autor - Glória Perez
  • Melhor Diretor - Marcos Schechtman

Prêmio Extra de Televisão (2009)[38]

  • Melhor Novela - Caminho das índias
  • Melhor Atriz - Letícia Sabatella
  • Melhor Ator - Rodrigo Lombardi
  • Melhor Atriz Coadjuvante - Dira Paes
  • Melhor Ator Coadjuvante - Bruno Gagliasso
  • Melhor Figurino
  • Melhor Maquiagem
  • Melhor Autora - Glória Perez

Melhores Do Ano - Domingão do Faustão (2010)[39] [40]

  • Melhor Ator Coadjuvante - Bruno Gagliasso
  • Melhor Atriz Coadjuvante - Dira Paes

Troféu Imprensa (2010)[41] [42]

  • Melhor Novela - Caminho das índias
  • Melhor Ator - Tony Ramos

12° Prêmio Contigo[43] [44]

  • Melhor Novela - Caminho das Índias
  • Autor - Glória Perez
  • Melhor Ator Coadjuvante - Bruno Gagliasso
  • Melhor Atriz Coadjuvante - Dira Paes
  • Melhor Ator Infantil - Cadu Paschoal

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Nacional[editar | editar código-fonte]

Capa: Juliana Paes

  1. Sukhwinder Singh & Sapna Awasthi - "Beedi"
  2. Nando Reis - "Eu Nasci Há Dez Mil Anos Atrás"
  3. Skank - "Pára-Raio"
  4. Zeca Pagodinho - "Uma Prova De Amor"
  5. Gilberto Gil - "Vamos Fugir"
  6. Marcelo D2 - "Ela Disse"
  7. Pitty - "Memórias"
  8. Lenine - "Martelo Bigorna"
  9. Paula Toller - "Nada Por Mim"
  10. Zélia Duncan - "Alma"
  11. Isabella Taviani - "Sob Medida"
  12. Emílio Santiago - "Lembra De Mim"
  13. Ângela Rô Rô - "Amor, Meu Grande Amor"
  14. Nana Caymmi e Erasmo Carlos - "Não Se Esqueça De Mim"
  15. Gonzaguinha - "Feliz"
  16. Zé Ramalho - "O Vento Vai Responder"
  17. Elis Regina - "Dois para lá, dois para cá"
  18. Nara Leão - "Até Quem Sabe"
  19. Harmonia Enlouquece - "Sufoco da Vida"[45]
  20. Calcinha Preta - "Você Não Vale Nada"[46]

Indiano[editar | editar código-fonte]

Capa: Ganesha

  1. Sukhwinder Singh / Sunidhi Chauhan - "Beedi"
  2. Alisha Chinai, Shankar Mahadevan & Javed Ali - "Kajra Re"
  3. Sonu Nigam / Javed Ali - "Nagada Nagada"
  4. Sunidhi Chauhan - "Sajna Ve Sajna"
  5. Kavita Krishnamurti - "Main Vari Vari"
  6. Sunidhi Chauhan - "Mast Kalandar"
  7. Abhijeet / Udit Narayan - "Chori Chori Gori Se"
  8. Sonu Nigam / Shreya Ghoshal - "Salaam-E-Ishq"
  9. Alka Yagnik - "Salaam"
  10. Mohamed Aslam - "Azeem o Shaan Shahensh"
  11. Alexandre de Faria - "Bangra Jaya"

Instrumental[editar | editar código-fonte]

Capa: Logotipo da novela

  1. "As portas do Taj Mahal"
  2. "Tema de Maya e Bahuan"
  3. "Quase um Intocável"
  4. "Caminho das Índias"
  5. "Nos passos de Shankar"
  6. "Meu Salaam"
  7. "Meditação e Karma"
  8. "Re Tchori"
  9. "Habanera para Tarso"
  10. "Maxixe Chorado"
  11. "Uma Canção sem Palavras"
  12. "Tango da Ausência"
  13. "Berceuse pour un Nuit"
  14. "Toda Levada"
 

Internacional[editar | editar código-fonte]

Capa: Juliana Paes Marcio Garcia, Rodrigo Lombardi

  1. Beyoncé - "Halo"
  2. Katy Perry - "Thinking of You"
  3. Orishas - "Público"
  4. Nickelback - "Never gonna be alone"
  5. Something Sally feat. Joss Stone - "Tip of my tongue"
  6. Ovi - "Small talk"
  7. Madeleine Peyroux - "To love you all over again"
  8. P!nk - "Sober"
  9. Kings Of Leon - "Use Somebody"
  10. McFly - "Lies"
  11. Tristan Prettyman - "Madly"
  12. Ari Hest - "When and if"
  13. Dan - "Lay, lady, lay"
  14. Daniel Boaventura - "I'm in the Mood for Love"
  15. Ronaldo Canto e Mello - "All the way"
  16. Oséas - "Smoke get in your eyes"

Lapa[editar | editar código-fonte]

Capa: Juliana Alves

  1. Alcione - "Eu vou para Lapa"
  2. Diogo Nogueira - "Malandro é malandro mané é mané"
  3. Leandro Sapucahy - "Só faltou você lado A lado B"
  4. Casuarina - "Vaso ruim"
  5. Teresa Cristina & Grupo Semente - "Tristeza pé no chão"
  6. Beth Carvalho - "Amor de verdade"
  7. Sururu na roda - "Errei" (ao vivo)
  8. Moyseis Marques - "Pretinha, jóia rara"
  9. Jota Canalha - "Chatos em desfile"
  10. Gabriel O pensador - "Pimenta e sal"
  11. Barão Vermelho - "Puro êxtase"
  12. Mc Babi - "Anjo da madrugada"
  13. Bangalafumenga - "Lourinha bombril" (parate y mira)
  14. Quatro Fatos - "Vou ficar legal"
  15. Alex Guedes - "Põe a música aê - Hey DJ"
  16. Fino Coletivo - "Uma raiz uma flor"
  17. Riosalsa - "Mezcla"

Referências

  1. Classificação Indicativa Ministério da Justiça. Página visitada em 2 de setembro de 2010.
  2. Redação A Tarde (18 de janeiro de 2009). Caminho das Índias estreia nesta segunda (em português) A Tarde Online. Página visitada em julho de 2010.
  3. Redação Terra (3 de setembro de 2009). Gloria Perez deixa recado no último capítulo de 'Caminho das Índias' (em português) Terra Notícias. Página visitada em julho de 2010.
  4. Redação Folha Online (7 de setembro de 2009). Conheça pontos turísticos de "Caminho das Índias" com guias de viagem (em português) Folha Online. Página visitada em julho de 2010.
  5. Romani, Giovana (4 de fevereiro de 2009). Novela Caminho das Índias coloca restaurantes, roupas e danças na mira (em português) Revista Veja SP. Página visitada em julho de 2010.
  6. Rede Globo (17 de outubro de 2008). Caminho das Índias – Diário de Viagem (em português) Rede Globo. Página visitada em julho de 2010.
  7. Redação Portal O Planeta TV (9 de setembro de 2008). Elenco de "Caminho das Índias" passa por caracterização de personagens (em português) Portal O Planeta TV. Página visitada em julho de 2010.
  8. Redação G1 Rj (20 de dezembro de 2008). Atriz Letícia Sabatella recebe alta após arritmia cardíaca (em português) Portal G1. Página visitada em julho de 2010.
  9. Redação G1 Rj (11 de janeiro de 2009). Cleo Pires é internada com infecção pulmonar (em português) Portal G1. Página visitada em julho de 2010.
  10. Direção Geral de Comercialização (janeiro de 2009). Programação - Válida a partir de 19 de janeiro (em português) Rede Globo. Página visitada em julho de 2010.
  11. Redação Globo.com (2009). Veja a abertura de Caminho das Índias (em português) Rede Globo. Página visitada em julho de 2009.
  12. Rede Globo (19 de janeiro de 2009). Abertura de Caminho das Índias é um mergulho colorido no mundo indiano (em português) Rede Globo. Página visitada em julho de 2009.
  13. Direção Geral de Comercialização (julho de 2009). Caminho Das Índias (em português) Rede Globo. Página visitada em julho de 2010.
  14. Redação Folha Online (19 de janeiro de 2009). "Caminho das Índias" estreia com 37 pontos de média de ibope (em português) Folha Online. Página visitada em julho de 2010.
  15. Jardim, Vera (19 de janeiro de 2009). 39 Pontos: Audiência de estreia de Caminho das Índias supera A Favorita (em português) Ofuxico. Página visitada em julho de 2010.
  16. Antunes, Elizabete (20 de janeiro de 2009). 'Caminho das Índias' marca média de 39 pontos (em português) O Globo. Página visitada em julho de 2010.
  17. Takano, Andréia (3 de junho de 2008). A Favorita: Globo tem sua pior audiência, em estréia de novela das oito OFuxico. Página visitada em julho de 2010.
  18. Abril.com (20 de janeiro de 2009). "Caminho das Índias" estreia com média de 37 pontos no Ibope Abril.com. Página visitada em julho de 2010.
  19. Kogut, Patrícia (2 de fevereiro de 2009). As audiências: 'Caminho das Índias' marca 28 no sábado (em português) O Globo. Página visitada em julho de 2010.
  20. Lauro Jardim (25 de agosto de 2009). 'Caminho das Índias' marca 50 pontos (em português) Veja. Página visitada em julho de 2010.
  21. Antunes, Elizabete (11 de setembro de 2009). 'Caminho das Índias' marca 55 pontos (em português) O Globo. Página visitada em julho de 2010.
  22. Antunes, Elizabete (20 de julho de 2009). Veja as principais audiências (em português) O Globo. Página visitada em julho de 2010.
  23. Redação Floripa News (25 de janeiro de 2009). Na Grande Florianópolis Caminho das Índias estréia com 53, 96 pontos de audiência! (em português) Floripa News. Página visitada em julho de 2010.
  24. Mattos, Laura (9 de maio de 2010). '"Viver a Vida" tem pior audiência da década e recorde de merchandising (em português) Folha Online. Página visitada em julho de 2010.
  25. Redação Portal O Planeta TV (23 de setembro de 2009). Comparativo de audiência: "Caminho das Índias" tem uma das menores médias das 21h (em português) Portal O Planeta TV. Página visitada em julho de 2010.
  26. http://www.globotvinternational.com/newsDet.asp?newsId=104
  27. http://www.globotvinternational.com/newsDet.asp?newsId=98
  28. http://www.globotvinternational.com/newsDet.asp?newsId=104
  29. http://atv.tuteve.tv/programa/147749/la-india
  30. Atriz uruguaia protagoniza versão mexicana de Caminho das Índias
  31. Globo chega pela primeira vez ao Paquistão
  32. Superproduções da Globo chegam às telas da Indonésia
  33. Recorde a história de «Caminho das Índias»
  34. Redação Globo.com (24 de novembro de 2009). Caminho das Índias ganha prêmio de melhor telenovela no Emmy Internacional (em português) Rede Globo. Página visitada em julho de 2010.
  35. Redação G1 Sp (24 de novembro de 2009). 'Caminho das Índias' leva Emmy Internacional de melhor telenovela (em português) Portal G1. Página visitada em julho de 2010.
  36. Dias, Cláudia (5 de agosto de 2009). "Tudo de Bom": Gagliasso e Cássia Kiss levam prêmio por atuação; conheça outros vencedores (em português) Babado IG. Página visitada em julho de 2010.
  37. Associação Prêmio Arte Qualidade Brasil (2009). Prêmio Arte Qualidade Brasil 2009 (em português) Associação Prêmio Arte Qualidade Brasil. Página visitada em julho de 2010.
  38. Ferraz, Roberta (2 de dezembro de 2009). Prêmio Extra de TV consagra 'Caminho das Índias' em noite de festa (em português) Extra Online. Página visitada em julho de 2010.
  39. Redação Chiado (28 de março de 2010). “Domingão do Faustão” elege os Melhores do Ano; conheça os vencedores (em português) Abril.com. Página visitada em julho de 2010.
  40. Redação Globo.com (29 de março de 2010). Melhores momentos da transmissão da festa do Melhores do Ano (em português) Globo.com. Página visitada em julho de 2010.
  41. Redação Portal Caras (28 de março de 2010). Confira o resultado do Troféu Imprensa! (em português) Portal Caras. Página visitada em julho de 2010.
  42. Redação SBT (2010). Troféu Imprensa 2010 - Vencedores (em português) SBT. Página visitada em julho de 2010.
  43. Leite, Cinthia Cardoso (2010). Os ganhadores do Prêmio Contigo de TV 2010 (em português) Portais da Moda. Página visitada em julho de 2010.
  44. Redação Contigo! (4 de maio de 2010). Vencedores da noite (em português) Revista Contigo! Online. Página visitada em julho de 2010.
  45. Miranda, Débora (30 de março de 2009). Banda de pacientes psiquiátricos está na trilha de ‘Caminho das Índias’ (em português) Portal G1. Página visitada em julho de 2010.
  46. Orosco, Dolores (4 de junho de 2009). Forrozeiro nordestino ganha as rádios com ‘hit da Norminha’ (em português) Portal G1. Página visitada em julho de 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]