Diogo Nogueira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Diogo Nogueira
Diogo em seu programa na TV Brasil
Informação geral
Nascimento 26 de abril de 1981 (33 anos)
Origem  Rio de Janeiro, Capital
País  Brasil
Gênero(s) Samba, MPB, Salsa[1]
Instrumento(s) Voz
Período em atividade 2001 - atualmente
Gravadora(s) EMI Music
Afiliação(ões) Beth Carvalho, Arlindo Cruz, Zeca Pagodinho, Alcione
Influência(s) João Nogueira, GRES Portela
Página oficial [1]

Diogo Nogueira (Rio de Janeiro, 26 de abril de 1981) é um cantor, compositor e apresentador de televisão brasileiro.

Biografia & Carreira[editar | editar código-fonte]

Esteve nas rodas de samba do pai ao longo de toda a infância e adolescência, mas virou jogador de futebol, seguindo uma vontade do pai, o músico João Nogueira. Diogo Nogueira chegou a atuar pelo Cruzeiro de Porto Alegre, em 2005, após se destacar em jogos da várzea carioca. Ele assinaria um contrato com o empresário Baidek, mas teve uma lesão no joelho e voltou ao Rio de Janeiro. Novamente na sua terra natal, Diogo passou a frequentar rodas de samba e formou uma banda própria. Também assinou contrato com a gravadora EMI.[2] Com o álbum "Diogo Nogueira Ao Vivo", Diogo se lançou na carreira de cantor solo.

O álbum conta, em sua maioria, com sambas compostos por João, como "Espelho", "Poder da Criação" e "Clube do Samba". Mas possui também canções compostas por Diogo, como "Samba pros Poetas".[3] [4] Diogo Nogueira conseguiu o que seu pai nunca havia conseguido na Ala de Compositores da Portela.

Emplacou o samba que foi cantado na avenida no Carnaval 2008. Ao lado de outros nomes, Diogo compôs "Reconstruindo a natureza, recriando a vida: o sonho vira realidade". A agremiação tirou o 4º lugar e voltou para o Sábado das Campeãs, após 10 anos ausente. Desde lá ganhou várias vezes consecutivas na Portela.

Em 2010, ganhou o prêmio de Melhor Artista ou Banda de MPB no VMB 2010. É apresentador do programa Samba na Gamboa, na TV Brasil[5] . Em 2012, Diogo lançou a coletânia Samba Book - João Nogueira em homenagem à obra de seu pai. david gay

Discografia[editar | editar código-fonte]

Diogo no carnaval baiano, 2014 (foto:Turismo Bahia)
  • Um Sonho através do Espelho (vários, 2001, CD Jam Music)
  • Cidade do Samba (vários, 2007, CD ZecaPagodiscos/Universal Music)
  • Ao Vivo (2007, CD e DVD EMI Music)
  • Tô Fazendo a Minha Parte (2009, CD EMI Music)
  • Sou Eu Ao Vivo (2010, CD e DVD EMI Music)
  • Poder da Criação (coletânea) (2011, CD EMI Music)
  • Ao Vivo em Cuba (2012, CD e DVD EMI Music)

Prêmios & Indicações[editar | editar código-fonte]

Grammy Latino[editar | editar código-fonte]

2008: Melhor Novo Artista
2010: Melhor Disco de Samba/Pagode ("Tô Fazendo a Minha Parte")
2011: Melhor Disco de Samba/Pagode ("Sou Eu Ao Vivo")

MTV Video Music Brasil[editar | editar código-fonte]

2009: Melhor Samba
2010: Videoclipe do Ano ("Tô Fazendo a Minha Parte")
2010: Melhor MPB
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Diogo Nogueira

Referências

  1. ANTUNES, Pedro (20 de agosto de 2012). Diogo Nogueira vai do samba à salsa Jornal da Tarde. Página visitada em 15 de janeiro de 2013.
  2. Rebello, Vinícius (9 de abril de 2010). Antes dos palcos, cantor Diogo Nogueira tentou a sorte no ataque do Cruzeiro-PA ClicRBS. Página visitada em 9 de abril de 2010.
  3. Sítio oficial (11 de agosto de 2013). Biografia Diogo Nogueira Pagina Oficial do Artista. Página visitada em 25 de agosto de 2011.
  4. Sítio oficial (25 de agosto de 2011). Diogo Nogueira Ao Vivo Pagina Oficial do Artista. Página visitada em 25 de agosto de 2011.
  5. Samba na Gamboa na TV Brasil Página oficial do programa. Página visitada em 18 de dezembro de 2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Sítio oficial (em português) Verbete no Dicionário Cravo Albin de MPB (em português)