Elymar Santos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Elymar Santos
Elymar santos.jpg
Elymar Santos apresentando-se em Campos dos Goytacazes (foto:zwynglio/flickr)
Informação geral
Nascimento 11 de outubro de 1952 (61 anos)
Origem Rio de Janeiro (RJ)
País  Brasil
Gênero(s) Romântico
Instrumento(s) vocal
Período em atividade 1985[1] -atualmente
Página oficial Página Oficial

Elymar Santos (Rio de Janeiro, 11 de Outubro de 1952) é um cantor brasileiro de MPB.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Batizado com o nome de Elimar, nasceu no Morro do Alemão, que abriga uma das mais violentas favelas do Rio de Janeiro, reduto de traficantes de drogas. Morou também em São Gonçalo do Sapucaí, interior de Minas Gerais, cidade natal de sua mãe. Trocou o ‘i’ de seu nome pelo ‘y' quando começou a cantar em barzinhos e churrascarias ainda na adolescência. Tornou-se razoavelmente conhecido ao ganhar concursos de calouros nos programas de Chacrinha e Flávio Cavalcanti. Antes de adquirir um estilo próprio, imitava Cauby Peixoto, seu ídolo.

Caricatura em homenagem ao cantor Elymar Santos e humorista Chico Anysio

Elymar atingiu o sucesso num lance de ousadia: vendeu tudo o tinha para fazer um espetáculo na maior casa de shows do Rio, o Canecão, em 1985. Encheu a casa e deslanchou sua carreira.

Em 1986/1987, participou, em São Paulo, da ópera-rock, "Evita", onde interpretava Che Guevara, ganhando o prêmio de melhor ator. Em 94 devido a morte de Ayrton Senna compôs em sua homenagem a canção Guerreiros Não Morrem Jamais. Entre 1991 e 2000 foi homenageado quatro vezes por escolas de samba. Em 1991, foi tema da escola Em cima da hora, do grupo de acesso do Rio, com o enredo "Elymar: o sonho que virou canção". Em 1998, foi homenageado na Império da Tijuca, com "Elymar Superpopular". Em 1999, a Camisa Verde e Branco lançou o tema "Escancarando o coração verde e branco: Elymar mais popular", sendo a primeira escola paulista a homenageá-lo. Em 2000 foi incluído como um dos destaques da história dos 500 anos do Brasil, enredo de outra escola paulista, a Acadêmicos do Tucuruvi.

Nos anos 90 aproximou-se de Rosinha Matheus, sua fã de longa data, que não perdia nenhum de seus espetáculos em Campos. Quando Rosinha ganhou um programa em uma rádio da cidade, levou Elymar para uma entrevista que transcorreu em clima de emoção. Mais tarde, candidata à governadora do estado do Rio de Janeiro, convidou Elymar para gravar seu jingle de campanha, o que o cantor fez, sem cobrar cachê.

Elymar ficou conhecido por ser um cantor extremamente versátil. Cantava músicas de vários autores nacionais, como Wando, Cazuza, Raul Seixas, Roupa Nova, Elis Regina e também internacionais como Corazón Partido, de Alejandro Sanz. Mas também compõs inúmeras músicas próprias, sendo que seus maiores sucessos são as músicas Escancarando de Vez e Guerreiros Não Morrem Jamais, composta em homenagem ao falecido piloto de F1 Ayrton Senna. Participou do último capítulo da telenovela O Clone ao lado de outros famosos, como Falcão e Sargentelli. Por proposta do Deputado Dionísio Lins, Elymar Santos recebeu a Medalha Tiradentes, na Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro em 16 de dezembro de 2009.

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • 1972 - Boiadeiro de Luanda / Prece a Oxalá (Compacto vinil)
  • 1973 - Quero ser feliz / Maravilha de mulher (Compacto vinil)
  • 1976 - A gaiola das loucas (Compacto vinil)
  • 1985 - Cachaça / Coração (Compacto vinil)
  • 1986 - Cachaça / Assim somos nós (LP vinil)
  • 1986 - Elymar no Canecão (LP vinil)
  • 1988 - Elymar Santos - 1988 (LP vinil)
  • 1989 - Missão (LP vinil / CD)
  • 1990 - Missão Ato de Amor (LP vinil / CD)
  • 1991 - Missão Ser Feliz (LP vinil / CD)
  • 1992 - Missão Amor Amor (LP vinil / CD)
  • 1993 - Vida de Cigano (LP vinil / CD)
  • 1994 - Meus Momentos 1 (Coletânea / CD)
  • 1994 - Que todas as Mães se reconheçam (LP vinil / CD)
  • 1995 - Popular (LP vinil / CD)
  • 1996 - Mais Popular (CD)
  • 1997 - Elymar ao Vivo Canecão (CD)
  • 1997 - Meus Momentos 2 (Coletânea / CD)
  • 1998 - Elymar ao Vivo Canecão 2 (CD)
  • 1998 - Na Pele do Tambor (CD)
  • 1998 - Preferência Nacional (Coletânea / CD)
  • 1999 - Ama Quem Te Ama (CD)
  • 2000 - BIS (Coletânea / CD)
  • 2000 - 20 Sucessos (Coletânea / CD)
  • 2000 - Elymar Brasileiro dos Santos ao vivo no Olympia (CD)
  • 2001 - Para Sempre (Coletânea / CD)
  • 2002 - Identidade (Coletânea / CD)
  • 2002 - Amor e Dor 1 - Acústico (CD)
  • 2003 - Amor e Dor 2 - Acústico (CD)
  • 2004 - Retratos (Coletânea / CD)
  • 2004 - Ao Vivo No Olimpo (DVD)]
  • 2005 - Comemorando Sua 100ª Apresentação no Canecão (DVD)
  • 2005 - Elymar de Todos os Santos (CD)
  • 2005 - BIS (Coletânea / CD)
  • 2006 - Procura-se... (CD / DVD)
  • 2006 - 20 Super Sucessos Show Romântico - Elymar Santos, Cauby Peixoto e Adilson Ramos (DVD)
  • 2008 - Guerreiro Sonhador - Ao Vivo no Canecão - 2008 (CD / DVD)
  • 2009 - 16 Hits (Coletânea / CD)
  • 2010 - Homem de sorte (CD / DVD)
  • 2011 - Elymar Canta Marrom - Ao vivo no Vivo Rio (CD / DVD)

Referências

LPS, CDS e DVDS do artista

Ligações externas[editar | editar código-fonte]