Ti Ti Ti

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ti Ti Ti
Logotipo da telenovela
Informação geral
Formato Telenovela
Duração 55 minutos
Criador(es) Cassiano Gabus Mendes
País de origem  Brasil
Idioma original Português
Produção
Diretor(es) Wolf Maya
Fred Confalonieri
Elenco Luis Gustavo
Reginaldo Faria
Sandra Bréa
Marieta Severo
Tânia Alves
Cássio Gabus Mendes
Malu Mader
Paulo Castelli
Myrian Rios
Aracy Balabanian
José de Abreu
Nathalia Timberg
Lúcia Alves
Yara Cortes
Older Cazarré
ver mais
Tema de abertura "Ti Ti Ti", Metrô
Tema de
encerramento
"Ti Ti Ti", Metrô
Exibição
Emissora de
televisão original
Brasil Rede Globo
Formato de exibição 480i (SDTV)
Transmissão original 5 de agosto de 1985 - 7 de março de 1986
N.º de episódios 185
Cronologia
Último
Último
Um Sonho a Mais
Cambalacho
Próximo
Próximo
Programas relacionados Ti Ti Ti (2010)
Elas por Elas
Plumas e Paetês
Brega & Chique
El amor está de moda
Top Model (telenovela)

Ti Ti Ti é uma telenovela brasileira produzida e exibida pela Rede Globo no tradicional horário das 19 horas, entre 5 de agosto de 1985 e 7 de março de 1986, substituindo Um Sonho a Mais e sendo substituída por Cambalacho, em 185 capítulos.[1]

Foi escrita por Cassiano Gabus Mendes com colaboração de Luís Carlos Fusco e direção de Wolf Maya e Fred Confalonieri.

Contou com Luis Gustavo, Reginaldo Faria, Sandra Bréa, Nathalia Timberg, Marieta Severo, Aracy Balabanian, José de Abreu, Lúcia Alves, Cássio Gabus Mendes, Malu Mader, Tânia Alves, Myrian Rios, Paulo Castelli, Adriano Reys, Thaís de Campos, Rodolfo Bottino e Betty Goffman nos papéis centrais da trama.

Foi reapresentada pelo Vale a Pena Ver de Novo, entre 4 de abril a 21 de outubro de 1988, substituindo Amor com Amor Se Paga e sendo substituída por Gabriela, tendo 145 capítulos.

Enredo[editar | editar código-fonte]

As rivalidades entre Ariclenes Almeida e André Spina, que vêm desde a infância, se tornam mais acirradas quando Ari resolve entrar no terreno profissional de André, um conceituado estilista da sociedade paulistana, conhecido como Jacques Leclair.

Ari se infiltra no mercado da moda na pele do espanhol Victor Valentín, que vem ao Brasil para revolucionar o mundo da alta-costura. Ele é ex-marido de Suzana. Os modelos de Ari/Victor são idealizados por Cecília, conhecida como Tia, uma doente mental que veste pequenas bonecas com classe e elegância. Só que Ari não sabe que Cecília é a mãe desaparecida de André.

Para piorar essa competição, os filhos dos dois rivais, Luís Otávio (Luti), filho de Ari, e Walkíria, filha de André, se apaixonam e precisam lutar por esse amor.

No outro lado da história, destaca-se Gabriela, moça pobre e de caráter duvidoso que trabalha no ateliê de Jacques Leclair. Ela é seduzida e depois desprezada pelo filho do patrão, Pedro, um playboy com quem sua mãe, Marta, tivera um envolvimento. Para se vingar, Gabriela finge-se de grávida, e a família do rapaz obriga-o a se casar. Ela passa meses afirmando a falsa gravidez e fazendo Pedro passar por muitas humilhações, até que ele se apaixona por ela.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Sandra Bréa como Jacqueline.
Marieta Severo como Suzana.
José de Abreu como Chico.
Aracy Balabanian como Marta.
Tato Gabus Mendes como Alex.
Ator Personagem
Luis Gustavo Ariclenes Almeida (Victor Valentín)
Reginaldo Faria André Spina (Jacques Leclair)
Sandra Bréa Jacqueline Mendonça
Nathalia Timberg Cecília Spina
Marieta Severo Suzana Almeida
Aracy Balabanian Marta Morgado
José de Abreu Chico
Cássio Gabus Mendes Luti (Luís Otávio de Almeida Martins)
Malu Mader Wal (Walkíria Spina)
Lúcia Alves Nicole
Tânia Alves Clotilde Assunção
Paulo Castelli Pedro Spina
Myrian Rios Gabi (Gabriela Morgado)
Adriano Reys Adriano Mendes de Morais
Yara Cortes Júlia Spina
Older Cazarré Natalino
Thaís de Campos Ana Maria
Maria Cristina Nunes Graça
Cleyde Blota Lídia
Rodolfo Bottino Lupercínio (Bob)
Beth Goffman Eduarda Macedo
Tato Gabus Mendes Alex
Guilherme Fontes Caco
Regina Restelli Silvia

Elenco de apoio[editar | editar código-fonte]

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Nacional[editar | editar código-fonte]

  1. "Ti Ti Ti" - Metrô (tema de abertura)
  2. "Já Fui" - Joe
  3. "Não Diga Nada" - Prêntice
  4. "Lobo" - Absyntho
  5. "Troca Troca" - The Fevers
  6. "Nada Por Mim" - Marina Lima
  7. "Dança das Horas" - Marcos Sabino
  8. "Manequim" - Ney Matogrosso
  9. "A Vida é Dura" - Demônios da Garoa (participação de Benito Di Paula)
  10. "Doce Prisão" - Joanna
  11. "Sintonia" - Tunai
  12. "Dança do Amor" - Tânia Alves
  13. "Lembranças" - Nélson Gonçalves (participação de Martinho da Vila)
  14. "Cidade Encantada" - César Camargo Mariano e Nélson Ayres

Internacional[editar | editar código-fonte]

  1. "Lover Why" – Century
  2. "Clouds Across the Moon" – Rah Band
  3. "Body to Body" – George Valde
  4. "Hello Stranger" – Carrie Lucas
  5. "Good Times" – F.R. David
  6. "Valentim" – Tito Velasquez
  7. "Rain Forest" – Paul Hardcastle
  8. "Nothing Rhymed" – Gilbert O’Sullivan
  9. "Hot Shot" – Jimmy Cliff
  10. "Hang On to Your Love" – Sade
  11. "The Reason Why" – Philippe Lawrence
  12. "Give a Little Love for Love" – The Stylistics
  13. "Does Anybody Knows Me?" – Lipps Inc.
  14. "I've Been Alone" – David Bryan
  • Sonoplastia: Jenny Tausz
  • Direção musical: Miguel Plopschi

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Seções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios.
  • Os trejeitos afetados do personagem de Reginaldo Faria, Jacques Leclair, e o jeito de amante irresistível do personagem de Luis Gustavo, Victor Valentim, marcaram a novela.
  • Nos créditos da abertura, os nomes dos atores Luis Gustavo e Reginaldo Faria se alternavam diariamente na ordem de aparição no primeiro lugar.
  • Os títulos provisórios para novela foram Troca-troca e Alta-costura.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre telenovelas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.