Três Irmãs (telenovela)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Três Irmãs
Informação geral
Formato Telenovela
Duração 45 minutos
Criador(es) Antônio Calmon
País de origem  Brasil

Permitido para todas as idades i DEJUS (Brasil) [1]

Idioma original (em português)
Produção
Diretor(es) Dennis Carvalho
José Luiz Villamarim
Elenco Cláudia Abreu
Giovanna Antonelli
Carolina Dieckmann
Regina Duarte
Vera Holtz
Ana Rosa
Débora Duarte
Roberto Bomfim
José Wilker
Marcos Palmeira
Paulo Vilhena
Rodrigo Hilbert
Dudu Azevedo
Bruno Garcia
ver mais
Tema de abertura Don't Worry, Be Happy - Mart'Nália
Exibição
Emissora de
televisão original
Brasil Rede Globo
Formato de exibição 480i (SDTV)
Transmissão original 15 de setembro de 2008 - 10 de abril de 2009
N.º de episódios 179
Cronologia
Último
Último
Beleza Pura
Caras & Bocas
Próximo
Próximo
Programas relacionados Começar de Novo
O Beijo do Vampiro
Um Anjo Caiu do Céu
Corpo Dourado

Três Irmãs é uma telenovela brasileira produzida e exibida pela Rede Globo no seu horário das sete, entre 15 de setembro de 2008 e 10 de abril de 2009, em 179 capítulos,[2] substituindo Beleza Pura e sendo substituída por Caras & Bocas.

Foi escrita por Antônio Calmon e Guilherme Vasconcelos, com a colaboração de Ângela Carneiro, Adriana Chevalier, Duba Elia, Lícia Manzo e Leandra Pires, tendo direção de Amora Mautner, Vinícius Coimbra e Cristiano Marques, direção geral de José Luiz Villamarim e Dennis Carvalho e direção de núcleo de Dennis Carvalho.

Contou com Cláudia Abreu, Giovanna Antonelli, Carolina Dieckmann, Marcos Palmeira, Rodrigo Hilbert, Paulo Vilhena, Malu Galli, Marcello Novaes, José Wilker, Marcos Caruso, Bruno Garcia, Beth Goulart, Maitê Proença, Regina Duarte, Dudu Azevedo, Vera Holtz e Ana Rosa nos papeis principais.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Três Irmãs tem seu enredo baseado em Virgínia e suas filhas, as três irmãs: Dora, Alma e Susana, em suas respectivas buscas pela felicidade, tendo como plano de fundo uma praia fictícia, a belíssima Praia Azul.

Dora é a filha mais velha de Virgínia. Viúva e mãe de Marquinho, mora com a sogra, a vilã Violeta Áquila, que a culpa pela morte prematura do filho, Artur Áquila. É uma mulher bonita, divertida e alto-astral. Com o início da doença da mãe, passará a estar sempre em Praia Azul. E vai ser lá, com a chegada do ortopedista Bento, que acaba de perder a mulher, Teresa, que ela iniciará uma linda história de amor, marcada principalmente pela interferência de Violeta, que fará de tudo para destruir a felicidade da nora. Com o início do romance de Bento e Dora, a vilã fará a cabeça do neto contra esse relacionamento, e o menino encontrará em Rafinha, filha mais velha de Bento uma cúmplice e juntos, tentaram atrapalhar o romance dos pais. Todo esse rancor é antigo, pois ela é uma antiga inimiga de Virgínia. No passado, Violeta teve um caso com Augusto, o falecido marido da rival. Desde então, ela jurou destruir a vida de Virgínia.

Alma é a irmã do meio, uma mulher bonita e inteligente, mas confusa e atrapalhada. Morava no Rio de Janeiro, onde era médica. Têm muita sorte no trabalho, mas nenhuma no amor, está em seu sétimo relacionamento e seu último relacionamento foi Robinho. Com o fim do namoro com Robinho e o início da doença de Virgínia ela se dirigirá para Caramirim, onde reencontrará o surfista Gregg e o inescrupuloso Hércules Galvão, seus grandes amores do passado, que lutaram bastante para serem felizes ao lado da mulher que dizem realmente amar. Alma irá trabalhar no ambulatório de Caramirim ao lado do Dr. Alcides, marido de Violeta e seu grande amigo e protetor, que no passado, ajudou a custear seus estudos de Medicina. Lá, Alma encontrará na enfermeira Florinda uma grande e atrapalhada amiga.

Susana é a caçula, e a adotada. É a única que mora ao lado da mãe. É uma mulher bonita e natural. Professora de geografia da escola local e também uma exímia surfista. Namora Xande, porém seu relacionamento com ele, principalmente para ela, é a retribuição de um favor, pois Xande possui um defeito nas pernas, defeito esse causado por um salvamento a vida de Susana. Mas o cotidiano de Susana e dos moradores de Caramirim mudará com a chegada das outras duas irmãs à cidade. Porém, o que mudará sua vida mesmo será a chegada de Walkíria, e principalmente de Eros a cidade, com quem ela viverá uma paixão avassaladora e cheia de obstáculos.

E Violeta, com sua eterna vingança contra a família de Virgínia fará de tudo, juntamente à Glauco, o dono de uma funerária e seu fiel escudeiro para destruir a felicidade das irmãs. A ela se juntarão os atrapalhados golpistas Vidigal, Chuchu e Valéria para construir um empreendimento turístico em Praia Azul, o que acarretará protesto perante a população, e principalmente as três irmãs, que farão o possível para não deixar Violeta concretizar seu desejo e por fim, salvar a Praia Azul.

Também tem a história de Duda, uma moça solitária, de família rica e tradicional, dona de uma rede de empreendimentos hoteleiros. Estudou nos Estados Unidos, onde aprendeu a lutar boxe tailandês com bastante habilidade. Foi muito feliz junto à mãe Margarida mesmo tendo perdido o pai quando criança. Porém, sua mãe se casou de novo com Vidigal, um homem perigoso e ambicioso. Quando Margarida, sua mãe, morreu, Duda investigou sua morte com a ajuda de um detetive profissional e descobriu que ela foi assassinada por Vidigal e sua cúmplice e amante, a linda Valéria. Por causa disso, e por Duda ser a única herdeira da fortuna da família, ela é perseguida pelo padrasto. Ao fugir, Duda é salva por Alma e as duas se tornam grandes amigas. Quando Alma fica sabendo que a mãe está doente e vai para Caramirim, leva Duda consigo. Para escapar dos algozes, Duda usará os mais variados disfarces, entre eles o de Carlinhos, um menino estranho e rebelde, e sua irmã gêmea Laila. Seus problemas se acentuam quando ela se encanta por Paulinho, filho rebelde de Violeta, um surfista esgrime em que todas meninas loucas por ele, é apaixonado pela cunhada Dora, mas namora Juliana, a surfista filha de Galvão e disputada por Paulinho e Alfredão, filho de Orlando Maletesta e Leonora.

Caramirim também reserva grandes histórias por trás das paredes das casas e da areia da praia, como a de Orlando Malatesta e sua mulher Leonora. Ela é uma mulher deslumbrada que gasta o dinheiro do marido, um italiano exagerado, emotivo e excelente pai de família, em futilidades e acha que o casamento foi um erro da juventude. Leonora se aproximará do prefeito Nelson Santana, fingindo ser amiga da mulher dele, a cordial Neusa, que é diretora do colégio local, tendo em vista seus interesses e dando início a um quadrado amoroso. A relação do quarteto se intensifica depois que Natália, filha de Orlando e Leonora, acaba engravidando de Pedro Henrique, filho de Nelson e Neusa, após uma única noite.

Na Praia Azul fica localizada a pousada de Janaína, uma mulher forte e batalhadora que é completamente apaixonada pelo preguiçoso pescador Jacaré. Mas ele não consegue esquecer da lembrança de Sylvie L'Éclair, uma atriz francesa com quem teve uma breve aventura no passado. Lá também mora Pacífico, irmão de Alcides, que cria o neto Gibo com muito carinho desde a morte dos pais e não consegue enxergar a paixão de Florinda por ele. E para completar, temos Sandro, um exímio surfista casado com Liginha. Considerado o rei da praia, sua vida vai ter uma grande surpresa quando ele reencontrar Walkíria, sua paixão do passado, e descobrir que é pai de Eros, com quem compete nas ondas para uma decisão de melhor surfista.

Em meio a tudo isso, chega a Caramirim a misteriosa Waldete Maria, uma mulher despachada, divertida, pragmática e sem papas na língua. Intrometida e picaresca, ela tem uma percepção fora do comum para o estado de espírito e os problemas das pessoas. Waldete é respeitada, admirada e querida por muitos, mas é também detestada, e até mesmo temida, por outros – principalmente aqueles que teimam em manter silenciosos seus segredos mais sombrio, dentre eles, Violeta. Waldete tem como aliado Polidoro e possui um grande segredo que já foi descoberto por Virgínia Jequitibá. No meio da trama, descobre-se que seu nome verdadeiro é Verônica Ramos, que foi a primeira dama de uma cidade no interior de São Paulo e que foi acusada injustamente de ter matado o ex-marido. Seu ex-marido foi assassinado a mando de Excelência, um político corrupto que ensinou tudo o que sabia a Valéria, sua filha adotiva, que continuará com os trabalhos do "pai". O que não se sabe é se ela continuará com Vidigal e Chuchu.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Produção[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Seções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios.
Bali, onde as primeiras cenas da novela foram gravadas.
  • A personagem Virgínia Jequitibá, teve problemas de escalação do elenco. Primeiramente, ela seria interpretada por Regina Duarte, mas a atriz preferiu interpretar a empregada Waldete, que é a primeira personagem do tipo de sua carreira. Com a saída de Regina, Renée de Vielmond foi escalada para o papel da mãe das três irmãs, porém, por motivos não revelados, a atriz foi substituída por Ana Rosa, que está com o papel definitivo. Para a personagem, foi cotada também a atriz Nívea Maria, mas esta abdicou do papel, pois estava em Caminho das Índias.
  • A equipe de "Três Irmãs", virou a noite para gravar cenas de réveillon. O ano foi de 2003 e a festa terminou em tragédia. Os personagens de Cláudia Abreu (Dora) e Alexandre Borges (Artur), que eram marido e mulher, discutiram porque ele exagerou nas doses de champanhe. Depois, ele acabou morrendo num acidente de carro, acidente esse que, na época atual causa a raiva de Violeta (Vera Holtz) pela nora, Dora, já que Violeta a responsabiliza pela morte de Artur.[3]
  • No dia 18 de Julho de 2008 um pequeno incêndio destruiu parte da cidade cenográfica de Três Irmãs. O fogo atingiu a cidade pela manhã mas foi logo apagado pelo Brigada de Incêndio. Ninguém ficou ferido e ainda não se sabem as causas do incêndio, que não afetou as gravações da novela.
  • A telenovela tem cenas gravadas nas praias de Grumari e na das praias da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro e também em algumas praias de Florianópolis. Além das gravações feitas em Bali, na Indonésia, para onde, no meio do ano, parte dos atores como Rodrigo Hilbert, Paulo Vilhena e Maitê Proença, por exemplo, se dirigiram para gravar algumas cenas.
  • Em busca de ondas perfeitas e um belo visual, a equipe de Três Irmãs viajou para Bali, na Indonésia, para gravar as primeiras cenas da trama de Antônio Calmon. Dois meses antes das gravações, o diretor geral José Luiz Villamarim viajou com uma equipe para a Indonésia para fazer uma pesquisa de locação. Foram quatro dias em busca dos melhores lugares para as cenas de Três Irmãs. O objetivo era mostrar não só as praias, mas também a cultura e o povo daquele país. Alguns locais escolhidos foram a praia de Uluwatu, Balangang, Padang Padang e o templo de Tanah Lot.[4]
  • Entre os estreantes da novela estão Aloísio de Abreu (Nelson Santanna), Daniela Récco (Duda), Juliana Schalch (Juliana), Malu Rodrigues (Marina), Caio Vaz (Thor), Brenno Leone (Zig), Sidy Correa (Sávio) Estrela Blanco (Mel), Omar Docena (Jerry) e a socialite Antônia Frering, que já participou de séries.
  • Antônio Calmon confessou, em uma entrevista para a Revista Quem, que foi com base nas protagonistas de Malhação 2007 que criou as três protagonistas de "Três Irmãs". Isso pode ser notado na batalhadora Susana (Carolina Dieckman), inspirada em Vivian, a bondosa e romântica Alma (Giovanna Antonelli), baseada em Cecília, e a desafiadora Dora (Cláudia Abreu), a qual tomou como base Marcela.
  • A atriz Solange Couto ficou fora da novela "Três Irmãs" por algumas semanas por motivos de saúde. A atriz sofreu uma isquemia cerebral temporária e foi internada no hospital Sírio-Libanês na cidade de São Paulo. Para dar um contorno na história da personagem, Janaína viajou fugindo de Gennaro Fortuna. Ela escreveu uma carta para Jacaré dizendo que está viajando e não tem data para voltar. No dia 9 de dezembro de 2008, a personagem voltou a aparecer na novela.[5]
  • Teve o título provisório de Praia Azul, remetendo ao nome da fictícia praia, onde aconteciam as situações da telenovela.
  • última novela do ator John Herbert que faleceu em janeiro de 2011.

Exibição[editar | editar código-fonte]

Com o horário de verão, a Globo resolveu mudar o horário de transmissão das novelas, deixando a trama de Antônio Calmon para ser exibida às 19h30 a partir da segunda-feira, dia 27 de outubro de 2008.[6]

Teve sua estreia em Portugal, no canal SIC no dia 5 de Janeiro de 2009, no horário das 18h.

Abertura[editar | editar código-fonte]

A abertura de Três Irmãs é feita de ordem desordenada. Primeiramente, aparece o nome de Regina Duarte, sendo que ela é a co-protagonista da história, depois, seguida de Cláudia Abreu, a irmã mais velha. Carolina Dieckmann é creditada após Marcos Palmeira e Giovanna Antonelli, começando a lista dos personagens secundários e coadjuvantes. Vera Holtz e Ana Rosa são creditadas após muitos nomes, sendo que as duas têm um papel de grande importância. Uma é a antagonista principal e a outra, a mãe das três irmãs do título. E Rodrigo Hilbert, que é um dos protagonistas masculinos, vem depois de vários nomes de personagens coadjuvantes.

As três irmãs da história, Dora, Alma e Suzana, aparecem na abertura nas pranchas dos surfistas e em vários outros lugares que lá estão, porém, alternadamente.[7]


Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator/Atriz Personagem
Regina Duarte Waldete Maria do Nascimento Bezerra (Verônica Ramos)
Cláudia Abreu Dora Jequitibá Àquila
Marcos Palmeira Bento Rio Preto
Giovanna Antonelli Alma Jequitibá Áquila
Carolina Dieckmann Suzana Jequitibá Áquila
Paulo Vilhena Eros Pascolli
Bruno Garcia Hércules Galvão
Vera Holtz Violeta Áquila
José Wilker Augusto Pinheiro (Lázaro Nunes)
Marcos Caruso Dr. Alcides Áquila
Ana Rosa Virgínia Jequitibá
Maitê Proença Walquíria Pascolli
Luis Gustavo Vidigal Castro
Rodrigo Hilbert Gregório de Matos (Gregg)
Beth Goulart Leonora Malatesta
Hugo Carvana Dr. Silvano Andrade
Tato Gabus Mendes Orlando Malatesta
Graziella Moretto Valéria Gutierrez
Marcello Novaes Sandro Pedreira
Dudu Azevedo Xande (Alexandre Galvão)
Kayky Brito Paulinho (Paulo Fernando Áquila)
Roberto Bonfim Pacífico Áquila
Débora Duarte Florinda Áquila
Solange Couto Janaína
Ailton Graça Jacaré (Clodoaldo Astrogildo da Conceição)
Otávio Augusto Chuchu (Francisco Benete)
Malu Galli Liginha (Lígia Pedreira)
Aloísio de Abreu Prefeito Nelson Santana
Leonardo Carvalho Alfredão (Alfredo Malatesta)
Malu Valle Neuza Santana
Ivan Mendes Pedro Henrique Santana (PH)
Roberta Rodrigues Neidinha
Cecília Dassi Natália Malatesta
Guilherme Piva Glauco Campo Santo
Maria Eduarda Carminha
Rafael Ciani Toninho
Daniela Récco Duda (Maria Eduarda Bulhões da Silveira)
Juliana Schalch Juliana Galvão (Laila)
Brenno Leone Zig Pedreira
Caio Vaz Thor Pedreira
Antônia Frering Sylvie L'Eclair
Sidy Correa Sávio Campo Santo
Pedro Rossa Luíz Roberto Santana
Caio Vydal Gibo (Gilberto Áquila)
Malu Rodrigues Marina
Rachel de Queiroz Zara
Vítor Novello Marquinho (Marco Antônio Jequitibá Áquila)
Thávyne Ferrari Rafinha (Rafaela Rio Preto)
Matheus Costa Lucas Rio Preto
Estrela Blanco Mel
Cássio Gabus Mendes Baby Montenegro
John Herbert Excelência Gutierrez (Tubarão Branco)
Bianca Byington Gilda Sueli
Emanuelle Araújo Soninha Rainha
Otávio Müller Gennaro Fortuna
Othon Bastos Dr. Francisco Polidoro
Carlos Loffler Adamastor Pamplona
Omar Docena Jerry
Christopher Heinrich Nicolas
Alexandre Borges Artur Áquila

Audiência[editar | editar código-fonte]

Segundo dados consolidados do Ibope, a estreia da novela marcou média de 33 pontos e 49% de share,[8] superando a sua antecessora Beleza Pura, de Andréa Maltarolli, que em seu primeiro capítulo obteve 32 pontos de média.

Nos dias 16 de setembro e 6 de outubro, a trama atingiu os índices de 33 pontos, repetindo a mesma média que a estreia.[9] [10]

No dia 31 de janeiro, em um sábado, a trama atingiu apenas 16 pontos de média com picos de 18, sendo a menor média de uma novela das sete até então. A média não atingiria nem os índices requisitados ao seriado Malhação. Apesar de, nos sábados, a audiência geralmente ter uma grande queda em relação aos demais dias da semana, o índice continuou sendo apenas dois acima da novela das seis, Negócio da China, que, por diversas vezes ultrapassou a trama das sete.[11]

No Rio de Janeiro, a novela estreou com média de 42 pontos e se manteve acima dos 40 pontos nos capítulos seguintes, embora no decorrer da novela tenha passado a marcar entre 26 a 30 pontos. A audiência do primeiro capítulo no Rio foi maior do que as quatro últimas novelas do horário nobre da emissora em São Paulo, já que Paraíso Tropical, Duas Caras, A Favorita e Caminho das Índias marcaram 41, 40, 35 e 39 pontos respectivamente, em seus primeiros capítulos exibidos.[12]

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Volume I[editar | editar código-fonte]

Capa: Luís Gustavo, Marcello Novaes, Marcos Caruso, José Wilker, Paulo Vilhena, Regina Duarte, Marcos Palmeira, Carolina Dieckmann, Giovanna Antonelli, Rodrigo Hilbert e Cláudia Abreu.

  1. "Midnight Bottle" - Colbie Caillat (tema de Dora e Bento)
  2. "10 Contados" - Céu
  3. "Morena Nativa" - Armandinho
  4. "Summer At Eureka" - Pete Murray
  5. "Pot-Pourri: Sonífera Ilha/Ska (Ao Vivo)" - Titãs e Os Paralamas do Sucesso
  6. "Mais" - Capital Inicial
  7. "Barbara Ann" - The Beach Boys
  8. "Maior Abandonado" - Léo Jaime
  9. "Moça" - Caetano Veloso
  10. "E Não Vou Mais Deixar Você Tão Só" - Liah
  11. "Medo de Amar Nº 2 (Ao Vivo)" - Simone
  12. "Não é Proibido" - Marisa Monte
  13. "Esquisito" - Tania Christal
  14. "Maracangalha" - Diogo Nogueira
  15. "Don't Worry, Be Happy" - Mart'nália (tema de abertura)
  16. "Sol, Som, Surf e Sal (Surfin' Safari)" - João Penca & Seus Miquinhos Amestrados
  17. "Meu Erro (Ao Vivo)" - Titãs e Os Paralamas do Sucesso

Volume II[editar | editar código-fonte]

Capa: Parte da abertura da novela

  1. "Lovers In Japan" - Coldplay
  2. "You Make It Real" - James Morrison
  3. "Meu Mundo é o Barro" - O Rappa
  4. "Brand New Start" - Little Joy
  5. "Pot-Pourri: Desabafo/Deixa eu dizer" - Marcelo D2 e Claudia
  6. "Grilos" - Mariana Machado
  7. "De Repente Califórnia" - Lulu Santos
  8. "Little Favours" - KT Tunstall
  9. "Nós Vamos Invadir Sua Praia" - Pitty
  10. "Do Ya" - McFly
  11. "Mr. Rock & Roll" - Amy MacDonald
  12. "Um Dia Desses" - Adriana Calcanhotto e Moreno Veloso
  13. "When I Fall In Love (Ao Vivo)" - Cídia & Dan
  14. "Sway (Quién Será)" - Michael Bublé
  15. "J'ai Deux Amours (Due Amori) " - Madeleine Peyroux
  16. "I’ve Got You Under My Skin" - Ronaldo Canto e Mello
  17. "Love Me Tender" - Ed Wilson
  18. "Quizás, Quizás, Quizás" - Emmanuel
  19. "Neidinha" - ChicoCarvalho

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Prêmio Minha Novela[13]

Outras mídias[editar | editar código-fonte]

Surfínia[editar | editar código-fonte]

Surfínia é o nome do jogo da novela lançado oficialmente no dia 15 de janeiro de 2009. O jogo está no site da novela e é um jogo online.[14]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]