Cabocla (2004)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde agosto de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde setembro de 2012).
Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Cabocla
Informação geral
Formato Telenovela
Duração Aprox. 45 minutos
Criador(es) Benedito Ruy Barbosa
Edmara Barbosa
Edilene Barbosa
País de origem  Brasil
Idioma original Português
Produção
Diretor(es) Ricardo Waddington
Elenco Vanessa Giácomo
Daniel de Oliveira
Malvino Salvador
Carolina Kasting
Tony Ramos
Patrícia Pillar
Mauro Mendonça
Elena Toledo
Danton Melo
Regiane Alves
Eriberto Leão
Maria Flor
ver todos
Tema de abertura "Madrigal" - LSD
Transmissão original 10 de maio de 200419 de novembro de 2004
Nº de episódios 167 (original)
105 (reprise)
Cronologia
Último
Último
Chocolate com Pimenta
Como uma Onda
Próximo
Próximo
Programas relacionados Cabocla (1979)

Cabocla é uma telenovela brasileira produzida e exibida pela Rede Globo, às 18h, entre 10 de maio e 19 de novembro de 2004 , em 167 capítulos, substituindo Chocolate com Pimenta e sendo sucedida por Como uma Onda.

Adaptação da novela de Benedito Ruy Barbosa e inspirada no romance homônimo de Ribeiro Couto, foi escrita por Edmara Barbosa e Edilene Barbosa com supervisão do pai, Benedito Ruy Barbosa. Foi dirigida por Fred Mayrink, André Felipe Binder e Pedro Vasconcelos, com direção geral de José Luiz Villamarim e Rogério Gomes, e direção de núcleo de Ricardo Waddington.

Contou com Vanessa Giácomo como protagonista título. Destaque para Daniel de Oliveira, Carolina Kasting, Malvino Salvador, Eriberto Leão, Maria Flor, Tony Ramos, Patrícia Pillar, Mauro Mendonça, Elena Toledo, Danton Melo e Regiane Alves nos papéis principais.

Foi reapresentada no Vale a Pena Ver de Novo, de 7 de abril a 29 de agosto de 2008, em 105 capítulos, substituindo Coração de Estudante e sendo sucedida por Mulheres Apaixonadas.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Luís Jerônimo é um jovem rico. Mulherengo, passa a noite toda na rua bebendo e se divertindo com prostitutas, o rapaz descobre que está com pneumonia. Aconselhado por Edmundo Esteves, seu médico, decide passar uma temporada na fazenda de um primo na cidadezinha capixaba de Vila da Mata, em busca de ar puro, para evitar que a doença evolua para uma tuberculose.

Quando Luís Jerônimo chega à cidade, hospeda-se no hotel do casal Sinhá Bina e Zé da Estação, para esperar o primo, o coronel Boanerges, que vai levá-lo para sua fazenda. Basta uma noite no hotel para Luís se encantar com a filha de Zé e Bina, a cabocla tímida e arredia Zuca.

Para viver esse grande amor, eles enfrentarão muita resistência por conta das diferenças sociais e do fato de Zuca ser noiva do teimoso e encrenqueiro peão Tobias. E também pela chegada da espanhola Pepa, apaixonada por Luís, ex-amante do moço rico. Ela se estabelece na fazenda vizinha, de propriedade do coronel viúvo Justino, inimigo político do coronel Boanerges.

Ao lado da trama principal se desenrola a briga política entre os coronéis da região: Boanerges e Justino, rivais na política e na disputa pelo poder. Paralelamente a esse embate, acontece o amor entre Belinha e Neco. Ela é filha de Boanerges e Emerenciana; ele, de Justino, o que transformará esse romance numa espécie de Romeu e Julieta caipira que terá grande destaque na história.

Neco irá se transformar num novo líder na cidade. Bem-intencionado, ele trabalhará em prol do povo daquela região, enfrentando até mesmo o poderio dos coronéis.

E, em meio a tudo isso, eis que os sentimentos de Mariquinha, filha do coronel Justino e irmã de Neco, por Tobias afloraram, fazendo-os viverem um quarteto amoroso ao lado de Zuca e Luís Jerônimo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Vanessa Giácomo interpretou a protagonista Zuca.
Daniel de Oliveira interpretou o protagonista Luís Jerônimo.
Malvino Salvador interpretou o vilão Tobias.
Regiane Alves interpretou Belinha.
Tony Ramos interpretou Coronel Boanerges.
Patrícia Pillar interpretou Emerenciana.
Ator Personagem Interpretado(a) na versão original
Vanessa Giácomo Zuca (Zulmira de Oliveira Vieira Pires) Glória Pires
Daniel de Oliveira Luís Jerônimo Vieira Pires Fábio Júnior
Malvino Salvador Tobias de Oliveira Pinto Roberto Bonfim
Tony Ramos Coronel Boanerges de Sousa Pereira Cláudio Corrêa e Castro
Patrícia Pillar Emerenciana de Sousa Pereira (Ciana) Neuza Amaral
Mauro Mendonça Coronel Justino (Manuel Justino Caldas) Gilberto Martinho
Carolina Kasting Mariquinha (Maria Junqueira Caldas) Fátima Freire
Regiane Alves Belinha (Elizabeth de Sousa Pereira Junqueira Caldas) Simone Carvalho
Danton Mello Neco (Manuel Junqueira Caldas) Kadu Moliterno
Elena Toledo Pepa, la Sevillana (Pepa Junqueira Caldas) Arlete Salles
Eriberto Leão Tomé Maurício do Valle
Maria Flor Tina (Cristina de Oliveira Pinto) Patrícia Bueno
Vanessa Gerbelli Rosa Sandra Barsotti
Reginaldo Faria Joaquim Vieira Pires Milton Moraes
Edwin Luisi Dom Arsênio Miranda Jardel Filho
Vera Holtz Generosa de Oliveira Pinto Yara Salles
Otávio Augusto Zé da Estação (José de Oliveira) Carlos Duval
Jussara Freire Siá Bina (Balbina de Oliveira) Ana Ariel
Othon Bastos Dr. Edmundo Esteves Roberto Murtinho
Leonardo Villar Padre Genésio Gianfrancesco Guarnieri
Paulo de Almeida Tonho Ney Latorraca
Sebastião Vasconcelos Felício Pinto Oswaldo Louzada
Oscar Magrini Capitão Macário Kleber Drable
John Herbert Vigário Gabriel Paulo Pinheiro
Marcelo Gonçalves Fernão Paulo José
Paulo Vespúcio Desidério Lutero Luiz
Raphael Rodrigues Pedrinho Antônio Pompêo
Raymundo de Souza Jorge Adib Benjamin Cattan
Umberto Magnani Coronel Chico Bento (Francisco Bento) Mário Polimeno
Nizo Neto Irineu Élcio Romar
Jardel Mello Coronel Olavo Carlos Vereza
Alexandre Rodrigues Zaqueu Cosme dos Santos
Mareliz Rodrigues Pequetita Novais Vieira Pires Ísis Kochdoski
Roberta Rodrigues Julieta Marlene Figueiró
Cosme dos Santos Nastácio Gilberto Costa
Cláudio Gabriel Onofre Diogo Vilela
Edyr de Castro Maria Eloí Cruz
Ernani Moraes Barão de Pindamonhangaba (Fernando Romero) Rafael de Carvalho
Henrique César Delegado André Francisco Dantas
Rogério Falabella Dr. Teles Cahuê Filho
Aisha Jambo Ritinha Íris Nascimento
Cláudio Galvan Chico da Venda (Francisco do Espírito Santo) Augusto Olímpio
Vitor Hugo (ator) Tião José Wilker
Renata Di Carmo Rute Léa Garcia
Fernando Petelinkar Xexéu José Maria Monteiro

Audiência[editar | editar código-fonte]

A trama estreou com 40 pontos e 58% de participação.[1]

Seu último capítulo marcou média de 42 pontos e pico de 49, com share de 66%.[2]

Teve média geral de 34,6 pontos, grande sucesso, perdendo apenas para Alma Gêmea e Chocolate com Pimenta.[3]

Exibição Inernacional[editar | editar código-fonte]

Cabocla foi vendida, entre outros países, para Venezuela, Chipre, EUA, Portugal e Moçambique.[4]

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Capa: Vanessa Giácomo

  1. "Nosso Amor é Ouro" - Zezé Di Camargo & Luciano (tema de Belinha e Neco)
  2. "Você, o Amor e Eu" - Cleiton & Camargo (tema de Tomé)
  3. "Floresce" - Rionegro & Solimões (tema de Generosa)
  4. "Outro lugar" - Milton Nascimento (tema de Mariquinha)
  5. "Sertaneja" - Ivan Lins (tema de Tobias)
  6. "História do Sertão" - Roberta Miranda (tema de Emerenciana)
  7. "Amora" - Renato Teixeira (tema de Zuca)
  8. "Manhã Bonita" - Rolando Boldrin
  9. "Madrigal" - Lazza, Schiavon & Deluqui (tema de abertura)
  10. "Céu de Santo Amaro" - Caetano Veloso & Flávio Venturini (tema de Zuca e Luís Jerônimo)
  11. "Sem Palavras" - Marlon & Maicon (tema de Tina)
  12. "Riacho Sereno" - Rick & Renner
  13. "Meu Cavalo Zaino" - Sérgio Reis (tema de Borneges)
  14. "O Trem Tá Feio" - Teodoro & Sampaio (tema de locação)
  15. "Benzinho" - Almir Sater

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]