Despedida de Solteiro (telenovela)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2009).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Despedida de Solteiro
logotipo da novela.
Informação geral
Formato Telenovela
Duração Aprox. 50 minutos
Criador(es) Walther Negrão
País de origem  Brasil
Idioma original Português
Produção
Elenco Lúcia Veríssimo
Felipe Camargo
Tássia Camargo
Marcos Paulo
Lolita Rodrigues
Sérgio Viotti
Elias Gleizer
Eduardo Galvão
João Vitti
(ver mais)
Tema de abertura "Sugar sugar", DJ Les and The Kool Kat feat. The Archies
Transmissão original 1 de junho de 199230 de janeiro de 1993
Nº de episódios 209
Cronologia
Último
Último
Felicidade
Mulheres de Areia
Próximo
Próximo

Despedida de Solteiro é uma telenovela brasileira produzida e exibida no horário das 18 horas pela Rede Globo entre 1 de junho de 1992 e 30 de janeiro de 1993 , em 209 capítulos, substituindo Felicidade e sendo sucedida por Mulheres de Areia.

Foi escrita por Walther Negrão e dirigida por Reynaldo Boury, Cláudio Cavalcanti e Carlos Manga Júnior.

Foi reapresentada em Vale a Pena Ver de Novo, entre 4 de março e 9 de agosto de 1996, em 115 capítulos, substituindo Renascer e sendo substituída por Meu Bem, Meu Mal.

Helena Ranaldi fora originalmente escalada para viver Bianca, mas a atriz optou por interpretar Nina.[1]


Trama[editar | editar código-fonte]

Pedro, Paschoal e Xampu passam a noite na farra comemorando o casamento de João Marcos. A festa termina numa cachoeira, e a jovem Salete é assassinada. João Marcos é preso na cerimônia de seu casamento com Lenita, e segue para a penitenciária com seus três amigos. Eles são condenados a 21 anos de prisão por um crime que não cometeram. O episódio fere Flávia, irmã de Xampu e apaixonada por Pedro e faz com que Marta abandone o filho Léo para assumir os negócios deixados por seu irmão Paschoal. Por sua vez, Lenita é envolvida pelo mau-caráter Sérgio Santarém e se casa com ele.

Após sete anos de prisão, os quatro jovens retornam à cidade natal, Remanso, em liberdade condicional. Mas Xampu volta doente e pede no leito de morte que antes de partir quer se casar com Bianca. A morte de Xampu é um duro golpe para Dona Emília, sua mãe, que passa a acumular ainda mais ódio contra Pedro, inviabilizando seu namoro com sua filha Flávia. Os três amigos que restaram ainda têm de lutar contra Sérgio Santarém, que não mede esforços para mandá-los de volta à prisão, ainda mais porque Lenita, sua mulher, nunca esqueceu seu ex-noivo, João Marcos.

No meio dessa batalha, o trio ganha um novo aliado, Mike, um americano cheio de mistérios chega a cidade, mais especificamente na oficina de Cirineu, onde consegue trabalho e moradia. O jovem estrangeiro é disputado pelas duas filhas de Cirineu, Bianca e Nina, braço direito do pai na oficina e que conquista o coração do jovem americano.

Abertura[editar | editar código-fonte]

A abertura da novela Despedida de Solteiro teve muito destaque por ser feita em Pixel-Art, parecendo um vídeo-game, onde o mocinho da trama precisa salvar sua amada, mesmo com todas as dificuldades impostas pelo vilão. No final, o mocinho salva a mocinha, e um coração preenche a tela e depois diminui, na forma de um quadrado de pontas arredondadas, que é o pingo da letra "i" da palavra "despedida". O tema de abertura da novela também teve seu destaque, pois era um remix do clássico "Sugar-Sugar".

Elenco[editar | editar código-fonte]

em ordem da 2ª abertura

Eduardo Galvão fez o brincalhão Paschoal Papagaio.
Lucinha Lins intepretou Marta.
Helena Ranaldi interpretou Nina.

Participações especiais[editar | editar código-fonte]

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Trilha sonora nacional[editar | editar código-fonte]

Despedida de Solteiro Nacional
Trilha sonora de vários intérpretes
Lançamento 1992
Gênero(s) Vários
Formato(s) Vinil, CD, K7
Gravadora(s) Som Livre
Produção Roger Henri
Cronologia de vários intérpretes
Último
Último
-
Despedida de Solteiro Internacional
Próximo
Próximo

Capa: Lúcia Veríssimo

  1. "Ser Mais Feliz" (You Are a Big Girl Now) - Roupa Nova
  2. "Deságua" - Selma Reis
  3. "Vendaval" - Joanna
  4. "Mentira" (La Mentira) - Sílvio César
  5. "Coceira de Bem Querer" - Tiãozinho e Alessandro
  6. "Sugar Sugar" - DJ Les And The Kool Kat feat. The Archies
  7. "Sirineu o Farfan" - Roger Henri
  8. "Nós Dois" - Maurício Duboc e Varda
  9. "Meu Amor (My Love)" - Tunai
  10. "O Que Você Quer" - Roberto de Carvalho
  11. "Toda Vez Que a Gente Encontra Um Novo Amor" - Sérgio Reis
  12. "Broken Sea (Mar Quebrado)" - Robertinho do Recife
  13. "Brinquedos" - Roger Henri

Trilha sonora internacional[editar | editar código-fonte]

Despedida de Solteiro Internacional
Trilha sonora de vários intérpretes
Lançamento 1992
Gênero(s) Vários
Formato(s) Vinil, CD, K7
Gravadora(s) Som Livre
Produção Roger Henri
Cronologia de vários intérpretes
Último
Último
Despedida de Solteiro Nacional
-
Próximo
Próximo

Capa: Eduardo Galvão, Felipe Camargo, João Vitti e Paulo Gorgulho

  1. "Breakaway" - Donna Summer
  2. "Do It To Me" - Lionel Richie
  3. "Please Don't Go" - Double You
  4. "Why Should I Love You" - Des'ree
  5. "Why" - Annie Lennox
  6. "You" - Ten Sharp
  7. "Sweeter Than You" - Chris Shelton
  8. "Don't Talk, Just Kiss" - Right Said Fred
  9. "Just Take My Heart" - Mr. Big
  10. "I Like Chopin '91"' - Gazebo
  11. "Stay" - Shakespeare Sister
  12. "My Girl (My Guy)" - Brigitte Nielsen
  13. "I Wonder Why" - Curtis Stigers
  14. "Italian Mission" - DJ Memê e Beto Saroldi

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Despedida de Solteiro no Memória Globo