Vladimir Brichta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde junho de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Vladimir Brichta
Nome completo Paulo Vladimir Brichta
Outros nomes Vladimir Brichta
Nascimento 22 de março de 1972 (42 anos)
Diamantina, MG
Nacionalidade Brasil brasileiro
Ocupação ator
Cônjuge Adriana Esteves (2006-presente)
Atividade 2001-presente
Outros prêmios
Melhores do Ano - Melhor Ator Coadjuvante
2004 - Kubanacan
IMDb: (inglês)


Paulo Vladimir Brichta (Diamantina, 22 de março de 1972) é um ator brasileiro[1] .

Biografia[editar | editar código-fonte]

Apesar de ter nascido em Minas Gerais, ele se considera "um autêntico baiano", uma vez que se mudou com sua família para a Bahia aos quatro anos, após passar uma temporada na Alemanha, onde seu pai, Arno Brichta, fez doutorado em Geologia.

Usa o nome Vladimir porque sempre foi conhecido assim, e na família não é costume haver dois nomes. O nome Vladimir é em homenagem a Vladimir Herzog, morto pouco antes de seu nascimento, e foi escolha do pai, que estava preso pela ditadura, o que fez a família incluir o nome Paulo para evitar maiores problemas.[2]

Foi casado com a cantora Gena, que morreu em 1999 e com quem teve uma filha, Agnes Brichta, nascida em 1997. Vive atualmente com a esposa, a atriz Adriana Esteves, com o filho dos dois, o pequeno Vicente, sua filha Agnes e o filho do primeiro casamento de Adriana, com Marco Ricca.

Em 2010, Vladimir acompanhou a esposa, Adriana ao Japão, onde ela iniciou as filmagens da novela Morde & Assopra. Em 2014, é escalado para a série de Guel Arraes, que retrata os bastidores da televisão no Brasil na década de 1950, sendo o protagonista junto com Débora Falabella.[3] [4]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Notas
2001 Porto dos Milagres Ezequiel
2002 Coração de Estudante Nélio Garcia
2003 Sexo Frágil Valentina / Paulão
A Diarista Ele Mesmo participação especial
Kubanacan Enrico Fuentes
2004 Começar de Novo Pedro Borges Karamazov
2005 Casseta & Planeta, Urgente! Homem no Bar
A História de Rosa Miguel Tónacio
Belíssima Narciso Solomos Güney
2007 Sob Nova Direção Gustavo participação especial
2008 Faça Sua História Oswaldir protagonista
2010 Separação?! Agnaldo protagonista
2011 Amor em 4 Atos Aryclenes dos Santos 2 episódios
Tapas & Beijos Armane 2011-presente

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Filme Personagem
2003 Paisagem de Meninos Homem Relâmpago
2005 A Máquina José Onório
2006 Fica Comigo Esta Noite Edu
2008 Romance Orlando
2009 A Mulher Invisível Carlos
2010 Quincas Berro D'Água Leonardo
2012 A Coleção Invisível Beto

Teatro

Arte – 2012 – Direção de Emilio de Mello

Hamelin – 2011/2009 – Direção de André Paes Leme

Os Produtores – 2007 – Direção de Miguel Falabella

A Hora e Vez de Augusto Matraga – 2007 – Direção de André Paes Leme

Um Pelo Outro – 2003/2002 – Direção de André Paes Leme

Mamãe Não Pode Saber – 2002 – Direção de João Falcão

A Máquina – 2001/2000 – Direção de João Falcão

Calígula – 1999 – Direção de Fernando Guerreiro

A Ver Estrelas – 1999/1998 – Direção de João Falcão

Eu, Brecht – 1998 – Direção de Deolindo Checcucci

Equus – 1998 – Direção de Fernando Guerreiro

Baal – 1998 – Direção de Harildo Déda

A Megera Domada – 1998 – Direção de Tereza Costa Lima

Dona Maria, a Louca – 1997 – Direção de Deolindo Checcucci

Um Dia Um Sol – 1997 – Direção de Deolindo Checcucci

Acho Que Te Amava – 1997 – Direção de Paulo Henrique Alcântara

A Casa de Eros - 1996 – Direção de José Possi Neto

Dias 94 – 1996 – Direção de Tom Carneiro

Pontapé – 1996/1995 – Direção de Elísio Lopes Jr. e Fernando Guerreiro

Uma História Sem Fim – 1994 – Direção de Ricardo Invernon

O Inspetor Geral – 1993 – Direção de Paulo Cunha

Nada Será Como Antes – Direção de Claudio Simões




PRÊMIOS

Melhor Ator de cinema - Muitos Homens num só - Festival de Cinema de Recife - 2014

Melhor ator serie/minissérie 2012 contigo 

Melhor Ator de Humorísticos - Premio Qualidade Brasil – 2008

Melhor ator coadjuvante 2003 melhores do ano Faustão 

Ator revelação 2002 melhores do ano Faustão 

Melhor ator coadjuvante 2002 contigo

Melhor ator cômico 2002 Contigo

Melhor Ator – Premio Copene – Calígula - 1999 


Referências

  1. http://caras.uol.com.br/canal/bem-estar/post/vladimir-brichta-leva-filho-de-adriana-esteves-para-surfar#image0
  2. Conforme entrevista dada a Maria Beltrão no Estúdio i em 30/08/2012.
  3. Patrícia Kogut (23 de agosto de 2014). Débora Falabella e Vladimir Brichta estrelarão série O Globo. Página visitada em 28 de agosto de 2014.
  4. Patrícia Kogut (26 de junho de 2014). Vladimir Britcha está cotado para série; Mateus Solano deve ficar de fora O Globo. Página visitada em 28 de agosto de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Vladimir Brichta
Ícone de esboço Este artigo sobre um ator é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.