Diamantino Miranda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Diamantino Miranda
Informações pessoais
Nome completo Diamantino Manuel Fernandes Miranda
Data de nasc. 3 de Agosto de 1959 (55anos)
Local de nasc. Sarilhos Pequenos,  Portugal
Informações profissionais
Clube atual Portugal Benfica
Posição Treinador adjunto
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1976-77
1977-80
1980-81
1981-82
1983-90
1990-93
Vit. Setúbal
Benfica
Amora
Boavista
Benfica
Vit. Setúbal
Times que treinou
1994-95
1995
1995-97
1997-98
1998-2000
2002-03
2003-05
2005-07
2007
2008
Vit. Setúbal
Desp. Beja
Campomaiorense
Gil Vicente
Felgueiras
Vit. Setúbal
Felgueiras
Portimonense
Varzim
Olhanense

Diamantino Manuel Fernandes Miranda (3 de Maio de 1959, Moita), conhecido simplesmente como Diamantino quando era jogador, e Diamantino Miranda como treinador, foi um jogador de futebol português. Representou o Boavista FC e o SL Benfica. Foi um dos jogadores-chave do Benfica durante a década de 1980, tendo ganho vários títulos de campeão nacional e da taça de Portugal. Jogou a final da taça UEFA de 1983, perdida para o Anderlecht (0-1 e 1-1). Devido a uma lesão, não participou na final da Taças dos Clubes Campeões Europeus do ano de 1988.

Jogou por 22 ocasiões pela Selecção Portuguesa de Futebol, de 18 de Novembro de 1981 (vitória 2-1 sobre a Escócia, na fase de qualificação para o Mundial) até 11 de Julho de 1986 (derrota 1-3 com Marrocos, na fase final do Mundial). Marcou 5 golos pela selecção.

Fez parte da selecção que participou na fase final do Campeonato Europeu de Futebol de 1984 e na fase final do Mundial de 1986.

Deixou de jogar no Benfica em 1989/1990, tendo-se transferido para o Vitória de Setúbal.

Durante a primeira metade da época 2007-2008 foi treinador do Varzim Sport Club.

Em Maio de 2008 foi apresentado como treinador adjunto do Benfica, sendo o técnico principal Quique Flores.[1]

Referências