Estádio da Luz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Estádio da Luz
Estadio Benfica April 2013-1.jpg
Nomes
Nome Estádio do Sport Lisboa e Benfica
Apelido A Catedral
Características
Local São Domingos de Benfica, Lisboa, Flag of Portugal.svg, Portugal
Gramado Relva (natural) (105 x 68 m)
Capacidade 66.147
Construção
Data 2003
Custo 118.713.901 €[1]
Inauguração
Data 25 de Outubro de 2003
Partida inaugural Benfica 2–1 Nacional
Primeiro gol Nuno Gomes
Recordes
Público recorde 65.550
Data recorde 25 de Outubro de 2003[2]
Partida com mais público Benfica 2–1 Nacional
Outras informações
Proprietário Benfica
Administrador Sport Lisboa e Benfica, Futebol Estádio
Arquiteto Damon Lavelle (Populous)
Mandante Sport Lisboa e Benfica

O Estádio da Luz ou Estádio do Sport Lisboa e Benfica (nome oficial) é um estádio de futebol de Categoria 4 localizado na freguesia de São Domingos de Benfica, cidade de Lisboa, em Portugal. O estádio é também conhecido por os benfiquistas como "A Catedral" pelo o grande ambiente que os adeptos criam nos jogos. Em 2014 foi considerado o estádio mais bonito do mundo do ano.

Inauguração e percurso[editar | editar código-fonte]

Símbolo do Sport Lisboa e Benfica à entrada do Estádio

O novo Estádio da Luz foi inaugurado no dia 25 de outubro de 2003, num jogo amigável contra a equipa uruguaia do Nacional que o Sport Lisboa e Benfica venceu com um resultado de 2-1, com Nuno Gomes a bisar.[3]

No âmbito da realização do Euro 2004 foi demolido o antigo Estádio da Luz e foi construído este novo estádio em local adjacente, tendo sido, inclusivamente, palco da final da competição.

Jogo da Liga Europa

A autoria do projecto do novo estádio é da empresa australiana Populous[4] , a mesma que projectou o Estádio Olímpico de Sydney na Austrália ou o novo estádio do Algarve em Portugal.

A 9 de novembro de 2009, o estádio ultrapassou a marca dos 6 milhões de espectadores.[5]

No décimo aniversário do novo Estádio da Luz, a 25 de outubro de 2013, foi ultrapassada a marca dos 11 milhões de espectadores.[6]

Instalações[editar | editar código-fonte]

O antigo Estádio do Sport Lisboa e Benfica, inaugurado em 1 de Dezembro de 1954, data simbólica por ser comemorativa da Restauração da Independência de Portugal, tinha uma enorme capacidade, sendo o maior estádio da Europa e o terceiro maior do mundo, o que permitia um apoio enorme naquele recinto.

Este estádio teve a sua maior assistência de sempre, quando em 1986/87 derrotou o FC Porto por 3-1, registando a entrada de 135 000 pessoas.

O actual Estádio da Luz, inaugurado em 2003, diminuiu essa capacidade para 65 647, sendo agora o vigésimo primeiro maior estádio da Europa em termos de capacidade.

Junto ao Estádio da Luz, situa-se o Museu Benfica Cosme Damião, contando já com uma Estátua de Eusébio, A Praça dos Heróis e a Loja Oficial do clube.

Estátua de Eusébio, à entrada do Estádio da Luz.

No dia 22 de setembro de 2006, o Sport Lisboa e Benfica inaugurou, no Seixal, o local que alberga, não só a sua actual equipa principal de futebol nas suas múltiplas sessões de trabalho, mas também a formação de futuros jogadores e técnicos. Esse local designa-se por Caixa Futebol Campus.

O Benfica é também proprietário do Pavilhão Império Bonança, do Pavilhão Nº 2 e do Complexo de Piscinas EDP, que fazem parte do estádio.

Anfitrião de importantes eventos[editar | editar código-fonte]

Vista do Estádio da Luz (2005)
Vista aérea do Estádio da Luz

Euro 2004[editar | editar código-fonte]

O Estádio da Luz foi o palco da final do Campeonato Europeu de Futebol de 2004 e recebeu três jogos da fase de grupos e um dos quartos-finais.

"Sete Maravilhas do Mundo"[editar | editar código-fonte]

No dia 7/07/2007 deu-se a cerimónia das Novas Sete Maravilhas do Mundo no Estádio da Luz.

Candidatura Ibérica para o Mundial de 2018-2022[editar | editar código-fonte]

Em 2010, Portugal e Espanha apresentaram uma Candidatura Ibérica para os Mundiais de 2018 e de 2022, no qual o Estádio da Luz seria o palco de abertura dessa edição.

Esta candidatura teve um jogo ibérico entre as duas seleções neste estádio no qual Portugal ganhou 4-0 à Espanha. A candidatura de Portugal e Espanha sairia derrotada.

Final da Liga dos Campeões de 2014[editar | editar código-fonte]

A 20 de março de 2012 o Comité Executivo da UEFA anunciou que o Estádio da Luz iria receber a Final da Liga dos Campeões da UEFA de 2013–14, o que veio a se concretizar depois.[7] [8] A final foi vencida pelo Real Madrid por um placar de 4 - 1, após prolongamento, contra o Atlético de Madrid.

Panorama do Estádio da Luz.

Dados gerais[editar | editar código-fonte]

Inauguração: 25 de outubro de 2003

Incidentes[editar | editar código-fonte]

A 26 de Novembro de 2011, após um Benfica 1-0 Sporting, parte da sua bancada norte foi incendiada pela claque sportinguista, que agrediu os bombeiros para ajudar à propagação do incêndio, que apenas foi extinto por volta das 23h30m.[9] [10] [11] [12] [13] [14]

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Imagens e media no Commons
Commons Categoria no Commons

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Estádio De Kuip
Países Baixos Roterdão
2000
Campeonato Europeu de Futebol
Final

2004
Sucedido por
Ernst-Happel-Stadion
Áustria Viena
2008
Precedido por
Wembley Stadium
Inglaterra Londres
2013
Liga dos Campeões da UEFA
Final

2014
Sucedido por
Estádio Olímpico de Berlim
Alemanha
Berlim
2015