Estádio da Luz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Estádio da Luz
Estadio Benfica April 2013-1.jpg
Nomes
Nome Estádio do Sport Lisboa e Benfica
Apelido A Catedral
Características
Local São Domingos de Benfica, Lisboa, Flag of Portugal.svg, Portugal
Gramado Relva (natural) (105 x 68 m)
Capacidade 65.647
Construção
Data 2003
Custo 118.713.901 €[1]
Inauguração
Data 25 de Outubro de 2003
Partida inaugural Benfica 2–1 Nacional
Primeiro gol Nuno Gomes
Recordes
Público recorde 65.550
Data recorde 25 de Outubro de 2003
Partida com mais público Benfica 2–1 Nacional
Outras informações
Proprietário Benfica
Administrador Sport Lisboa e Benfica, Futebol Estádio
Arquiteto Damon Lavelle (Populous)
Mandante Sport Lisboa e Benfica

O Estádio da Luz ou Estádio do Sport Lisboa e Benfica (nome oficial) é um estádio de futebol de Categoria 4 localizado na freguesia de São Domingos de Benfica, cidade de Lisboa, em Portugal. O estádio é também conhecido por os benfiquistas como "A Catedral" pelo o grande ambiente que os adeptos criam nos jogos.

Inauguração e percurso[editar | editar código-fonte]

Símbolo do Sport Lisboa e Benfica à entrada do Estádio

O novo Estádio da Luz foi inaugurado no dia 25 de outubro de 2003, num jogo amigável contra a equipa uruguaia do Nacional que o Sport Lisboa e Benfica venceu com um resultado de 2-1, com Nuno Gomes a bisar.[2]

No âmbito da realização do Euro 2004 foi demolido o antigo Estádio da Luz e foi construído este novo estádio em local adjacente, tendo sido, inclusivamente, palco da final da competição.

A autoria do projecto do novo estádio é da empresa australiana Populous[3] , a mesma que projectou o Estádio Olímpico de Sydney na Austrália ou o novo estádio do Algarve em Portugal.

A 9 de novembro de 2009, o estádio ultrapassou a marca dos 6 milhões de espectadores.[4]

No décimo aniversário do novo Estádio da Luz, a 25 de outubro de 2013, foi ultrapassada a marca dos 11 milhões de espectadores.[5]

Instalações[editar | editar código-fonte]

O antigo Estádio do Sport Lisboa e Benfica, inaugurado em 1 de Dezembro de 1954, data simbólica por ser comemorativa da Restauração da Independência de Portugal, tinha uma enorme capacidade, sendo o maior estádio da Europa e o terceiro maior do mundo, o que permitia um apoio enorme naquele recinto.

Este estádio teve a sua maior assistência de sempre, quando em 1986/87 derrotou o FC Porto por 3-1, registando a entrada de 135 000 pessoas.

O actual Estádio da Luz, inaugurado em 2003, diminuiu essa capacidade para 65 647, sendo agora o vigésimo primeiro maior estádio da Europa em termos de capacidade.

Junto ao Estádio da Luz, situa-se o Museu Benfica Cosme Damião, contando já com uma Estátua de Eusébio, A Praça dos Heróis e a Loja Oficial do clube.

Estátua de Eusébio, à entrada do Estádio da Luz.

No dia 22 de setembro de 2006, o Sport Lisboa e Benfica inaugurou, no Seixal, o local que alberga, não só a sua actual equipa principal de futebol nas suas múltiplas sessões de trabalho, mas também a formação de futuros jogadores e técnicos. Esse local designa-se por Caixa Futebol Campus.

O Benfica é também proprietário do Pavilhão Império Bonança, do Pavilhão Nº 2 e do Complexo de Piscinas EDP, que fazem parte do estádio.

Anfitrião de importantes eventos[editar | editar código-fonte]

Vista do Estádio da Luz (2005)
Vista aérea do Estádio da Luz

Euro 2004[editar | editar código-fonte]

O Estádio da Luz foi o palco da final do Campeonato Europeu de Futebol de 2004 e recebeu três jogos da fase de grupos e um dos quartos-finais.

"Sete Maravilhas do Mundo"[editar | editar código-fonte]

No dia 7/07/2007 deu-se a cerimónia das Novas Sete Maravilhas do Mundo no Estádio da Luz.

Candidatura Ibérica para o Mundial de 2018-2022[editar | editar código-fonte]

Em 2010, Portugal e Espanha apresentaram uma Candidatura Ibérica para os Mundiais de 2018 e de 2022, no qual o Estádio da Luz seria o palco de abertura dessa edição.

Esta candidatura teve um jogo ibérico entre as duas seleções neste estádio no qual Portugal ganhou 4-0 à Espanha. A candidatura de Portugal e Espanha sairia derrotada.

Final da Liga dos Campeões de 2014[editar | editar código-fonte]

A 20 de março de 2012 o Comité Executivo da UEFA anunciou que o Estádio da Luz iria receber a Final da Liga dos Campeões da UEFA de 2013–14, o que veio a se concretizar depois.[6] [7]

Panorama do Estádio da Luz.

Dados gerais[editar | editar código-fonte]

Inauguração: 25 de outubro de 2003

A 26 de Novembro de 2011, após um Benfica 1-0 Sporting, parte da sua bancada norte foi incendiada pela claque sportinguista, que agrediu os bombeiros para ajudar à propagação do incêndio, que apenas foi extinto por volta das 23h30m.[8] [9] [10] [11] [12] [13]

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Imagens e media no Commons
Commons Categoria no Commons

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Estádio De Kuip
Países Baixos Roterdão
2000
Campeonato Europeu de Futebol
Final

2004
Sucedido por
Ernst-Happel-Stadion
Áustria Viena
2008
Precedido por
Wembley Stadium
Inglaterra Londres
2013
Liga dos Campeões da UEFA
Final

2014
Sucedido por
Estádio Olímpico de Berlim
Alemanha
Berlim
2015