Sporting Clube de Portugal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção necessita de referências de fontes secundárias fiáveis publicadas por terceiros.
Por favor, melhore-o, incluindo referências mais apropriadas vindas de fontes fiáveis e independentes.
Fontes primárias, ou que possuem conflito de interesse geralmente não são suficientes para se escrever um artigo em uma enciclopédia.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Sporting CP
Sporting Clube de Portugal.png
Nome Sporting Clube de Portugal
Alcunhas Leões
Fundação 1 de julho de 1906 (108 anos)
Estádio Alvalade XXI
Capacidade 50.095[1]
Localização Lisboa, Portugal
Presidente Portugal Bruno de Carvalho
Treinador Portugal Marco Silva
Material esportivo Itália Macron
Competição Portugal Primeira Liga
PL 2013–14 2º colocado
Website Página oficial (em português europeu)
Kit left arm sporting1314h.png Kit body sporting1314h.png Kit right arm sporting1314h.png
Kit shorts.png
Kit socks sporting0809h.png
Uniforme
titular
Kit left arm sporting1314a.png Kit body sporting1314a.png Kit right arm sporting1314a.png
Kit shorts sporting1314a.png
Kit socks sporting1314a.png
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

Sporting Clube de Portugal, (AFI[spɔɾtĩɡ klub(ɨ) dɨ puɾtuɡaɫ]) ComCMHIHOB[2] [3] , também conhecido como Sporting ou Sporting CP, é um clube multidesportivo com sede em Lisboa no Complexo Alvalade XXI.

Apesar de competir em vários desportos diferentes, o Sporting é um clube sobretudo conhecido pela sua equipa de futebol. Fundado em Lisboa em 1 de julho de 1906, é historicamente um grande no futebol em Portugal.

Com mais de cem mil sócios registados,[4] as suas equipas, atletas e simpatizantes são muitas vezes apelidados de Leões pelos seus fãs, mais de três milhões e seiscentos mil em todos os continentes.[5]

Durante o primeiro século de existência do clube, as equipas e os atletas do Sporting ganharam três medalhas de ouro olímpicas, e outras de prata, bem como títulos nacionais e distritais.[6]

Durante o período de fundação, José Alvalade tinha o desejo de transformar o Sporting num "grande clube, tão grande como os maiores da Europa". No desejo de abrir caminho numa altura em que o desporto em Portugal, era ainda uma actividade no seu estágio de desenvolvimento e de características muito elitistas, os primeiros "sportinguistas" conseguiram fundar aquele que se tornou no Sporting Clube de Portugal.

Internamente, o Sporting ganhou um total de 18 títulos portugueses da Liga, 19 títulos de Campeonato de Portugal /Taça de Portugal e 7 títulos portugueses da Supertaça (44 títulos nacionais).

Internacionalmente, o Sporting venceu a Taça dos Vencedores de Taças 1963-64, único clube de Portugal com esta conquista, e foi vice-campeão na Taça UEFA 2004-05.

Emblema e cores[editar | editar código-fonte]

O seu emblema, que ostenta um leão rampante de cor branca, e dourado a partir de 2001, sobre fundo verde, foi oficialmente adoptado em 1906, assim como as cores verde e branca que começaram a ser utilizadas praticamente desde a fundação do clube. Em 1907, D. Fernando de Castelo Branco (Pombeiro) autorizou que o leão rampante do seu brasão fosse utilizado no emblema do Sporting. Deveria ser de cor "prata armado em preto, em campo verde, correspondendo às límpidas, firmes e esperançadas intenções dos seus fundadores".[7] O verde foi sugerido pelo Visconde de Alvalade, simbolizando a sua esperança no novo clube.

A partir de 1920 o emblema passou a conter o leão rampante em escudo com a sigla SCP em coroa, imagem que se manteve durante décadas. Finalmente, em 2001, o Sporting apresentou uma nova imagem gráfica, mais estilizada e rejuvenescida. O novo emblema é coerente com o passado do Sporting mas inova ao introduzir três listas brancas horizontais que lembram o simbolismo da camisola do clube. Inclui ainda as palavras Sporting e Portugal, escritas por extenso. O leão é apresentado de forma mais estilizada e com um impacto reforçado pela cor dourada. Em coroa, a sigla SCP continua a perpetuar um nome com mais de um século de história.

Em 2005, o Sporting apresentou um emblema oficial para comemorar o centenário do clube onde se misturavam o passado e o presente. O novo escudo e leão do emblema actual, a branco, foi inserido num círculo com fundo Stromp ou bipartido onde se destacava o verde, as datas 1906 e 2006 e ainda a expressão: Sporting 100.[8]

As camisolas iniciais eram brancas [9] . A partir de 1908 apresentavam as duas cores, verde e branco, em duas secções verticais separadas ao centro do peito e das costas, sendo o emblema leonino colocado na faixa verde do lado esquerdo. Hoje este é o equipamento Stromp, usado em alternativa às actuais bem conhecidas listas horizontais alternadas de verde e branco. Os calções brancos do equipamento original passaram a ser de cor preta a partir de 1915. O equipamento listado foi inicialmente usado pela equipa de rugby, tendo sido adoptado pelo futebol em 1928 numa digressão ao Brasil [9] . Até à época 1997/98, foram também usadas camisolas alternativas ou todas verdes ou todas brancas. A partir de 1998/99, todos os anos são apresentadas camisolas alternativas diferentes de cores variadas [10] .

O lema do Sporting Clube de Portugal é "Esforço, Dedicação, Devoção e Glória. Eis o Sporting" relembrando assim um passado de glórias ao nível de quase todos os desportos, só possíveis graças ao empenho de todos os que estiveram intimamente ligados com o clube durante os longos anos da sua existência.

História[editar | editar código-fonte]

Primórdios[editar | editar código-fonte]

José de Alvalade.

O Sporting Clube de Portugal tem as suas origens na fundação do Belas Football Clube em 1902 por iniciativa de dois irmãos, Francisco e José Maria Gavazzo.[11] Dois anos depois, tendo o Belas Football Clube realizado um único jogo de futebol contra o Sport Lisboa, alguns dos seus sócios Fundadores criaram o Campo Grande Football Clube. Apesar do nome, esta associação dedicava-se especialmente a festas, bailes e piqueniques, o que gerou alguns conflitos com alguns membros que entendiam que a prática desportiva deveria ser a sua principal vocação.

Em 13 de Abril de 1906, durante uma Assembleia Geral, as opiniões divergentes quanto ao objectivo da instituição levaram à saída de 5 membros. Um deles, José Alvalade manifestou imediatamente a intenção de formar um novo clube recorrendo à ajuda financeira do seu avô, o Visconde de Alvalade, Dr. Alfredo Augusto das Neves Holtreman, que tutelou a criação do novo clube e disponibilizou os terrenos para o campo de jogos na sua própria quinta.

Cquote1.pngQueremos que o Sporting seja um grande Clube, tão grande como os maiores da EuropaCquote2.pngJosé Alvalade

Estreias[editar | editar código-fonte]

Em 3 de Fevereiro de 1907, realizou-se o primeiro jogo oficial de futebol do clube leonino, tendo o Sporting perdido por 5-1 no jogo contra o Cruz Negra. No dia 1 de Dezembro desse mesmo ano realizou-se o primeiro derby com a vitória do Sporting por 2-1 na partida contra o o Sport Lisboa e Benfica.

O primeiro campo e a primeira sede foram inaugurados, no Sítio das Mouras, a 4 de Julho de 1907, sendo as suas instalações consideradas as melhores do país[por quem?] então. Em 1907-1908, o Sporting sagrou-se vice-campeão regional.

Foi nesta competição, em 25 de Outubro de 1908, que o Sporting perdeu pela primeira vez com o Benfica por 0-2. Esse jogo foi ainda marcado por outra estreia: o equipamento bipartido de verde e branco com calções brancos, que só vieram a ser substituídos pelos actuais pretos em 1915.

Primeiras décadas[editar | editar código-fonte]

Em 1910, ano em que José Alvalade assumiu a presidência, o Sporting destacou-se no Ténis por equipas e conquistou os títulos nacionais de salto à vara, lançamento do peso e salto em comprimento.

Por essa altura é fundado o Viana Taurino Club, em Viana do Castelo, a 10 de Agosto de 1910, e torna-se naquela que a primeira Delegação do Sporting Clube de Portugal.[12]

No ciclismo, o atleta sportinguista Laranjeira Guerra venceu em 1912 o percurso Lisboa-Porto. Também em 1912, o Sporting venceu o primeiro da longa série de Campeonatos Nacionais de Corta-Mato e António Stromp fez excelentes provas nos Jogos Olímpicos de Estocolmo tornando-se o primeiro atleta olímpico sportinguista. Este foi o início do percurso que tornaria o Sporting a maior potência olímpica do país, tanto em número de representantes como de medalhas conquistadas. Naqueles anos, o clube foi campeão nunca vencido numa modalidade muito em voga na época, a luta de tracção à corda.

No futebol, o clube vence o Campeonato de Lisboa de Futebol, na quarta categoria, em 1912, 1913 e 1914. Em 1915 vence o mesmo campeonato já na categoria de Honra bem como a Taça de Honra, batendo o Benfica por 3-1. No ano seguinte repete o feito, ganhando novamente as duas competições. Nesta equipa leonina jogava um dos primeiros símbolos do clube, Jorge Vieira, atleta várias vezes campeão e agraciado com diversas medalhas nacionais e internacionais. O Sporting viria a ganhar 19 Campeonatos de Lisboa, seis consecutivos, até à extinção da prova em 1947.

A Equipa Sportinguista de 1922/23: Henrique Portela, Cipriano dos Santos, Jorge Vieira; José Leandro, Filipe dos Santos, Joaquim Ferreira; Torres Pereira, Jaime Gonçalves, Francisco Stromp, João Francisco e Carlos Fernandes (left-to-right, top-to-bottom).

Em 1922, o Sporting conquistou mais um Campeonato de Lisboa de Futebol e foi finalista vencido do primeiro Campeonato de Portugal. No entanto, no ano seguinte viria a conquistar as duas provas, obtendo o primeiro título de Campeão de Portugal numa final frente à Académica de Coimbra, em Faro, no dia 24 de Junho de 1923, jogo que venceu por 3-0. Foi também naquele ano que as secções de natação, pólo aquático e râguebi iniciaram então a actividade.

Em 1928, na sua primeira digressão ao Brasil, a equipa de futebol do Sporting estreou as novas camisolas com listas horizontais verdes e brancas. Esta mudança ocorreu na partida frente ao Fluminense Football Club no Estádio de Laranjeiras, no Rio de Janeiro, a 15 de Julho de 1928, ou pelo menos, a primeira vez fora de Portugal, visto haver outra tese de que teria sido em 1927 em amigável contra o Casa Pia.[13] [14]

A escolha das novas camisolas foi completamente casual, ficando a dever-se ao facto de os equipamentos às listas usados pela equipa de râguebi serem mais frescos e estarem em melhor estado do que os do futebol. Já em Portugal, em Outubro de 1928, num jogo vitorioso frente ao Benfica, disputado sob intensa chuva, a equipa utilizou o equipamento listado que se manteve em uso daí para a frente.

A 20 de Fevereiro de 1932 foi feito Comendador da Ordem Militar de Cristo e a 5 de Outubro de 1935 foi feito Oficial da Ordem de Benemerência.[15]

A partir de 1940[editar | editar código-fonte]

A equipa do Sporting na temporada 1939-1940. Em pé, da esquerda para a direita: Joseph Szabo (técnico), João Azevedo, Rui Araújo, Aníbal Paciência, Joaquim Serrano, Jurado, Manecas. Agachados, da esquerda para a direita: Adolfo Mourão, Manuel Soeiro, Fernando Peyroteo, Pedro Pireza e João Cruz

As míticas camisolas listadas de verde e branco serviram para ganhar, na década de 1940 e 1950, 10 títulos de Campeão Nacional de Futebol e 5 Taças de Portugal.

José Travassos, em 1955, é o primeiro jogador português de Futebol a envergar a camisola da Selecção da Europa, frente à Grã-Bretanha, em Belfast, ficando célebre a sua alcunha de "Zé da Europa".

A 10 de Julho de 1956 é inaugurado o Estádio José Alvalade, ao Campo Grande, demolido aquando da construção do novo complexo Alvalade XXI, primeiro parcialmente, albergando ainda as várias modalidades, depois por completo. Esses terrenos adjacentes ao novo estádio são hoje utilizados como parque de estacionamento em dias de jogos ou outros eventos.

Em 1957 e 1958, Manuel Faria vence a famosa Corrida de São Silvestre.

Em 1960 é declarado Instituição de Utilidade Pública, pelo Estado Português.

Desde 1960[editar | editar código-fonte]

Desde 1960, o título mais significativo alcançado no Futebol foi a Taça dos Vencedores de Taças, conquistada ao clube húngaro MTK Budapest (3-3 e 1-0). No jogo decisivo, o Sporting fez o golo solitário através de canto directo, o célebre e eterno "cantinho do Morais". A caminho da final, o Sporting venceu por 5-0 o Manchester United, depois de uma derrota por 4-1 na primeira mão, e obteve um recorde que ainda hoje perdura de 16-1 frente ao Apoel Nicosia, do Chipre, como resultado mais avultado numa competição europeia.

No Futebol venceu também 18 Campeonatos Nacionais, o último em 2001-2002, e 15 Taças de Portugal, sendo a última em 2007-2008 com uma vitória de 2-0 contra o Futebol Clube do Porto após prolongamento. Conquistou pela última vez a Supertaça Cândido de Oliveira também na época 2007-2008, vencendo a equipa do Futebol Clube do Porto por 2-0, em jogo realizado no Estádio do Algarve.

O Hector Yazalde, também conhecido como o "chirola", foi comprado pelo Sporting Clube de Portugal ao Indepediente em 1970 e ainda hoje detém o recorde de golos marcados numa época, no campeonato português, 46 tentos em 30 jornadas. Yazalde estabeleceu também um novo recorde europeu de golos a 19 de Maio de 1974, sagrando-se naturalmente Bota de Ouro europeu, batendo a marca do húngaro Skoblar. O recorde ainda não foi ultrapassado. Como prémio recebeu um automóvel, um Toyota, que vendeu, dividindo o dinheiro pelos companheiros de equipa.

No Hóquei em Patins o Sporting foi a melhor equipa do mundo[carece de fontes?] entre finais dos anos 1970 e início dos anos 1980 com uma Taça dos Campeões Europeus (1977), três Taças das Taças (1981, 1985 e 1991) e uma Taça CERS (1984). Mais tarde, a modalidade extingiu-se, tendo sido retomada em 2010.

O Ténis de Mesa Sportinguista é dono de um recorde impressionante de 11 Campeonatos Nacionais consecutivos, entre 1984-85 e 1994-95, num total de 30 campeonatos conquistados, 20 Taças de Portugal e 5 Supertaças, entre muitos outros troféus conquistados pelos seus atletas a título individual e de pares.

No Ciclismo, foi do Sporting Clube de Portugal o maior ciclista português de todos os tempos: Joaquim Agostinho, o qual obteve o 3º lugar na Volta à França em Bicicleta por três vezes. O Sporting é também o único clube no mundo a ostentar no seu palmarés uma vitória em etapas na Volta à França em Bicicleta, por intermédio do ciclista Paulo Ferreira.

Em Atletismo o clube possui um palmarés verdadeiramente excepcional, do qual fazem parte 215 títulos Nacionais e 89 Internacionais. A maior potência de Portugal e uma das maiores da Europa e do Mundo. Carlos Lopes, do Sporting Clube de Portugal, foi o primeiro atleta português a ganhar uma medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Los Angeles, ganhando também uma de Prata nos Jogos Olímpicos de Montreal, sendo a de Ouro na Maratona.

No Futsal o clube conquistou 10 Campeonatos Nacionais, 2 Taças de Portugal e 3 Supertaças, sendo o clube com mais vitórias na modalidade. Conta ainda no seu palmarés com uma Taça Nacional, conquistada na época 1990/91, uma Taça das Nações, de 2007/08, um 3º lugar na UEFA Futsal Cup, alcançado em 2002/03 e um segundo lugar em 2010/2011.

No Andebol, o Sporting Clube de Portugal pelo seu palmarés, é a maior potência do Andebol português. Conquistou 19 Campeonatos Nacionais, 12 Taças de Portugal, 2 Supertaças de Portugal e 1 Taça Challenge, tornando-se na primeira equipa portuguesa a conquistar um título europeu.

Em Bilhar o clube tem o maior bilharista português de sempre: Jorge Theriaga.

Estes dados confirmam a variedade e a qualidade desportiva do Sporting Clube de Portugal, e dignificam os seus préstimos em prol do Desporto em Portugal, na Europa e no Mundo.

A 2 de Junho de 1981 foi feito Membro-Honorário da Ordem do Infante D. Henrique.[16]

Actualidade[editar | editar código-fonte]

O luso-brasileiro Liédson é um grande ídolo da história recente do Sporting

Actualmente a equipa de futebol do Sporting Clube de Portugal joga no novo Estádio José Alvalade, com a sua exuberante e colorida fachada, rica em amarelos, verdes e brancos, as cores presentes no seu símbolo é um dos mais modernos estádios do Mundo.

Foi inaugurado a 6 de Agosto de 2003, inauguração esta apadrinhada pelo clube inglês Manchester United, jogo que ficou 3-1, com a vitória do Sporting C.P. Este estádio conta com 50.049 lugares todos sentados e cobertos, onde também foi jogado o Euro 2004, e a final da Taça UEFA que teve o Sporting Clube de Portugal como finalista na temporada 2004/2005.

Conta ainda com a Academia Sporting/Macron (nome do patrocinador) em Alcochete , utilizada durante esse campeonato como centro de estágio e preparação da Selecção Portuguesa de Futebol. A Academia Sporting é a primeira e única na Europa a receber o certificado de qualidade (ISO) que é atribuído pela Empresa Internacional de Certificação.[17]

A Academia é o resultado do esforço na aposta na formação de jovens. O Sporting conta com a melhor escola de talentos europeia e uma das melhores do mundo, na actualidade, sendo o clube que mais jogadores cedeu à Selecção Nacional em fases finais do Copa do Mundo de futebol (24 no total, contra 21 do Benfica e 18 do Porto).[18] Novos talentos despontam todos os anos, como os consagrados Luís Figo e Cristiano Ronaldo.[19]

A 13 de Outubro de 2009, um total de 1066 sócios presentes votaram favoravelmente, no pavilhão do Multidesportivo, a passagem da Sporting - Comércio e Seviços, S.A., empresa que detém os direitos televisivos do futebol, para a Sporting - Sociedade Desportiva de Futebol, S.A.D.

Actualmente o Sporting Clube de Portugal tem em exposição no Museu Mundo Sporting cerca de 16 mil troféus.

A sua academia de futebol conta já com três jogadores bolas de Ouro da FIFA. 2000, 2008, 2013.

Estádio José Alvalade[editar | editar código-fonte]

O Estádio José Alvalade foi inaugurado a 10 de Junho de 1956 e o novo complexo Alvalade XXI foi inaugurado a 6 de Agosto de 2003. É pertença do Sporting Clube de Portugal. É caracterizado pelo seu vasto leque de cores no exterior, tendo sido desenhado pelo arquiteto Tomás Taveira.

Academia Sporting Macron[editar | editar código-fonte]

A Academia Sporting/Macron, inaugurada a 21 de Junho de 2002, é um amplo espaço propriedade do Sporting Clube de Portugal perto de Alcochete para formação de jovens atletas e treino de equipas profissionais de futebol. É reconhecida internacionalmente como uma das melhores escolas de futebol do Mundo[carece de fontes?], tendo os jogadores aí formados arrecadado até hoje um total de 39 títulos a nível nacional, entre 15 da categoria Juniores, 11 em Juvenis, 10 nos Iniciados e 3 nos Infantis. Uma das únicas Academias do Mundo (sendo a outra o Ajax) a formar dois Bolas de Ouro: Luís Figo e Cristiano Ronaldo.

Claques Organizadas[editar | editar código-fonte]

Claque do Sporting de Portugal em Corunha, Espanha.

Sendo uma das equipas mais populares de Portugal, o Sporting Clube de Portugal conta com as seguintes claques

Uniformes[editar | editar código-fonte]

Equipamentos actuais[editar | editar código-fonte]

  • 1º - Camisa listrada em branco e verde, calção preto e meias pretas;
  • 2º - Camisa roxa, calção e meias roxas;
  • 3º - Camisa branca, calção branco e meias verdes.
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro equipamento
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo equipamento
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Terceiro equipamento

Equipamentos dos guarda-redes[editar | editar código-fonte]

  • Cinza com detalhes em verde-limão;
  • Laranja com detalhes pretos.
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'

Equipamentos de treino[editar | editar código-fonte]

  • Preto com detalhes brancos e verdes.
  • Verde com detalhes pretos e brancos.
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'

Equipamentos anteriores[editar | editar código-fonte]

  • 2012-13
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Terceiro
  • 2011-12
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Terceiro
  • 2010-11
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Terceiro

Títulos no Futebol[editar | editar código-fonte]

Internacionais
Competição Títulos Temporadas
Coppacoppe.png Taça das Taças 1 1963/64
Nacionais
Competição Títulos Temporadas
Portuguese shield.svg Campeonato Português 18 1940/41, 1943/44, 1946/47, 1947/48, 1948/49, 1950/51, 1951/52, 1952/53, 1953/54, 1957/58, 1961/62, 1965/66, 1969/70, 1973/74, 1979/80, 1981/82, 1999/00, 2001/02
Portugal Taça de Portugal/Campeonato de Portugal

(Antes da temporada de 1938-39, a Taça de Portugal era conhecida como Campeonato de Portugal e o vencedor era considerado o Campeão Nacional de Portugal)

4

(Recorde conjunto com F.C Porto)

1922–23, 1933–34, 1935–36, 1937–38
Portugal Taça de Portugal 15 1940/41, 1944/45, 1945/46, 1947/48, 1953/54, 1962/63, 1970/71, 1972/73, 1973/74, 1977/78, 1981/82, 1994/95, 2001/02, 2006/07 e 2007/08
Candido-Oliveira.jpg Supertaça Cândido de Oliveira 7 1981/1982, 1986/1987, 1994/1995, 1999/2000, 2001/2002, 2006/07 e 2007/08
Outros
Competição Títulos Temporadas
Flag of Europe.svg Taça Ibérica 1 1999/2000
Portugal Campeonato de Lisboa 19

(Recorde)

1914/15, 1918/19, 1921/22, 1922/23, 1924/25, 1927/28, 1930/31, 1933/34, 1934/35, 1935/36, 1936/37, 1937/38, 1938/39, 1940/41, 1941/42, 1942/43, 1944/45, 1946/47 e 1947/48
Portugal Taça de Honra 31

(Recorde)

1914/15, 1915/16, 1916/17, 1921/22, 1922/23, 1924/25, 1927/28, 1930/31, 1933/34, 1934/35, 1935/36, 1936/37, 1937/38, 1938/39, 1940/41, 1941/42, 1942/43, 1944/45, 1946/47, 1947/48, 1948/49, 1949/50, 1961/62, 1963/64, 1965/66, 1970/71, 1984/85, 1990/91, 1991/92, 2013/14, 2014/15
Portugal Campeonato de Reservas 42 1911/12, 1916/17, 1922/23, 1923/24, 1924/25, 1925/26, 1927/28, 1929/30, 1931/32, 1932/33, 1932/1933, 1933/34, 1934/35, 1936/37, 1937/38, 1939/40, 1941/42, 1943/44, 1945/46, 1946/47, 1947/48, 1950/51, 1951/52, 1952/53, 1954/55, 1958/59, 1959/60, 1960/61, 1961/62, 1966/67, 1967/68, 1968/69, 1972/73, 1982/83, 1983/84, 1984/85, 1985/86, 1987/88, 1989/90, 1990/91, 1991/92 e 1993/94

Campanhas de destaque[editar | editar código-fonte]

Coppa Intertoto.svg Taça Intertoto[editar | editar código-fonte]

(Grupo A3)

Vencedor (1) 
1967/1968

UEFA Cup (adjusted).png Liga Europa da UEFA[editar | editar código-fonte]

Finalista vencido
2004/2005 (Sporting 1 - 3 CSKA de Moscovo)

Taça Latina[editar | editar código-fonte]

Finalista Vencido 
1948/49 (Barcelona 2 - 1 Sporting)

Participações em competições internacionais[editar | editar código-fonte]

  • Taça dos Clubes Campeões Europeus ou Liga dos Campeões da UEFA: 17 Participações; Melhor resultado: Quartos-de-final 1982/1983
  • Taça UEFA ou Liga Europa: 30 participações; Melhor resultado: Finalista vencido em 2004-2005
  • Taça das Taças: 8 participações; Melhor resultado: Vencedor em 1963/64
  • Taça Latina: 4 participações; Melhor resultado: Finalista vencido em 1948/49

Outros realces[editar | editar código-fonte]

  • Taça Império: 1944
  • Torneio Internacional do Guadiana: 2005, 2006, 2008
  • Taça Monumental "O Século": 1948, 1953
  • Trófeu Bodas de Ouro Athletic Bilbao: 1948
  • Trófeu Teresa Herrera: 1961
  • Trófeu Ibérico Badajoz: 1967, 1970
  • Torneio Internacional de Lourenço Marques: 1969
  • Taça Cidade de Luanda: 1969
  • Trófeu Montilla Morilles: 1969
  • Torneio Cidade S. Sebastian: 1970, 1991
  • Torneio Internacional de Atenas: 1974
  • Torneio Internacional de Caracas: 1981
  • Trófeu Joaquim Agostinho: 1985
  • Torneio de Newcastle: 1992, 2004
  • Trófeu Reebok: 1999
  • Trófeu Teleweb: 2000
  • Taça Peninsular: 2000
  • Troféu Cidade de Vigo: 2001
  • Taça Amizade: 2005
  • Trófeu Colombino: 2006
  • Troféu Cidade de Nova York: 2010
  • Troféu Cinco Violinos: 2012, 2013, 2014

Recordes[editar | editar código-fonte]

  • Maior goleada marcada para as Competições Europeias em casa
Sporting 16 - 1 Apoel Nicosia em 1963/64
  • Maior goleada para as Competições Europeias fora
ÍA Akraness 0 - 9 Sporting em 1986/87
Sporting 3 - 3 Partizan de Belgrado no Estádio Nacional, Jamor, 4 de Setembro de 1955
Martins aos 14 minutos, contra Partizan de Belgrado a 4 de Setembro de 1955 (Martins bisou nesse jogo)

Plantel atual[editar | editar código-fonte]

Legenda
  • Capitão: Capitão
  • Jogador Lesionado: Jogador lesionado/contundido
  • +: Jogador em fase final de recuperação
  • +: Jogador que volta de lesão/contusão
  • Suspenso.: Jogador suspenso


Goleiros
Jogador
1 Portugal Rui Patrício Capitão
22 Brasil Marcelo Boeck
88 Portugal Sérvia Vladimir Stojkovic
96 Portugal Luís Ribeiro
Defensores
Jogador Pos.
3 Brasil Maurício Z
26 Portugal Paulo Oliveira Z
29 França Naby Sarr Z
35 Portugal Rúben Semedo Z
55 Portugal Tobias Figueiredo Z
2 Egito Ramy Rabia Z
41 Portugal Cédric LD
81 Portugal André Geraldes LD
47 Portugal Ricardo Esgaio LD
4 Brasil Jefferson LE
33 Argentina Jonathan Silva LE
Meio-campistas
Jogador Pos.
14 Portugal William Carvalho V
24 Espanha Oriol Rosell V
32 Bulgária Simeon Slavchev V
42 Brasil Wallyson Malmann M
8 Portugal André Martins M
17 Portugal João Mário M
27 Escócia Ryan Gauld M
23 Portugal França Adrien Silva M
43 Portugal Filipe Chaby M
77 Portugal Nani M
Atacantes
Jogador
7 Egito Shikabala
9 Argélia Islam Slimani
11 Espanha Diego Capel
19 Japão Junya Tanaka
36 Portugal Carlos Mané
18 Peru André Carrillo
20 Cabo Verde Heldon Ramos
45 Portugal Iuri Medeiros
10 Colômbia Fredy Montero
Comissão técnica
Nome Pos.
Portugal Marco Silva T

Mercado de transferências - época 2012/13[editar | editar código-fonte]

Mercado de Verão[editar | editar código-fonte]
Entradas
Nome Nacionalidade Idade Clube Anterior Valores do negócio
Labyad  Marrocos 19 Países Baixos PSV Custo Zero
Gelson Fernandes Suíça 25 França Saint-Étienne Desconhecido
Danijel Pranjić  Croácia 30 Alemanha Bayern Munique Custo Zero
Sunil Chhetri  Índia 27 Índia Mohun Bagan AC Custo Zero
Khalid Boulahrouz  Países Baixos 30 Alemanha Stuttgart Custo Zero
Marcos Rojo  Argentina 22 Rússia Spartak Moskva 4M€
Valentín Viola  Argentina 20 Argentina Racing Avellaneda Cerca de 4M€
Miguel Lopes  Portugal 26 Portugal FC Porto Troca
Maurício  Brasil 24 Brasil Sport 950mR$
Weldinho  Brasil 22 Brasil Palmeiras Empréstimo
Saídas
Nome Nacionalidade Idade Clube Destinatário Valores do negócio
Oguchi Onyewu  Estados Unidos 30 Espanha Málaga Club de Fútbol Empréstimo
Diogo Salomão  Portugal 24 Espanha Deportivo de La Coruña Empréstimo
André Santos  Portugal 23 Espanha Deportivo de La Coruña Empréstimo
Evaldo  Brasil 30 Espanha Deportivo de La Coruña Empréstimo
Valeri Bojinov  Bulgária 26 Itália Lecce Empréstimo
João Pereira  Portugal 28 Espanha Valência 3.600.000€
Jaime Valdés  Chile 31 Itália Parma FC 1.800.000€
Alberto Rodríguez  Peru 28 Portugal Rio Ave Custo zero
Matías Fernández  Chile 26 Itália Fiorentina 3.000.000€

Jogadores e Treinadores Notáveis[editar | editar código-fonte]

Fernando Peyroteo é o maior goleador da história do Sporting

TOP 10 Goleadores[21]

TOP 10 Jogadores com mais jogos[22]

Órgãos Sociais[editar | editar código-fonte]

À data de 29 de março, 2013.[23]

Direcção
Assembleia Geral
Conselho fiscal e disciplinar
Sociedade Desportiva de Futebol, S.A.D.
  • Presidente: Bruno de Carvalho
  • Vice-presidente:
  • Presidente da assembleia geral:
  • Vogais:
Treinadores, Adjuntos, Gerentes
  • Treinador: Marco Silva
  • Adjuntos: Nélson Caldeira e António Vieira
  • Preparador de guarda-redes: Nelson Pereira
  • Analista: Miguel Moita
  • Treinador Juniores: por definir
  • Roupeiro: Paulinho
  • Director Desportivo: Augusto Inácio

Presidentes[editar | editar código-fonte]

À data de 29 de Março, 2013.[24]

Modalidades[editar | editar código-fonte]

Atletismo[editar | editar código-fonte]

Sendo o clube mais representado nos Jogos Olímpicos de Atenas, esta secção do Sporting Clube de Portugal, liderada pelo Prof. Mário Moniz Pereira, é responsável por grande parte dos títulos conquistados pelo clube ao longo dos seus 100 anos de história.

Andebol[editar | editar código-fonte]

O Andebol de Sete foi iniciado no Sporting em 1950 e rapidamente criou raízes profundas no Clube ao ver a conquista do Campeonato Nacional em 1952. Transformou-se na grande potência do Andebol português no período de 1966 a 1973, em que foram conquistados sete Campeonatos Nacionais em oito possíveis.

Futsal[editar | editar código-fonte]

O Futsal foi iniciado no Sporting em 1985 ainda com a designação de Futebol de Salão. Partindo com a conquista do primeiro campeonato português realizado da modalidade, o Sporting conquistou, até à data, 11 campeonatos nacionais, 4 taças de Portugal e 4 supertaças.

Hóquei em Patins[editar | editar código-fonte]

No Hóquei em Patins o Sporting foi uma das melhores equipas do mundo entre finais dos anos 1970 e início dos anos 1980 com uma Taça dos Campeões Europeus (1977), três Taça das Taças (1981, 1985 e 1991) e uma Taça CERS (1984). Em 2005, a modalidade extingiu-se, tendo sido retomada em 2010. A época de 2011/12 foi marcada pela subida à 1ª Divisão.

Polo Aquático[editar | editar código-fonte]

O Sporting Clube de Portugal foi o primeiro clube a vencer o Campeonato Nacional de Pólo aquático em 1922, feito que veio a repetir por quatro vezes, sempre na década de vinte do século passado. Dessas equipas fez parte um atleta que viria a ser por duas ocasiões e durante 11 anos, presidente do clube, o Comandante Joaquim Oliveira Duarte.

Após um interregno de mais de 70 anos, em que esta modalidade esteve arredada da prática sportinguista, em 2002/2003 ressurgiu uma equipa senior formada por jogadores maioritariamente provenientes das Escolas de Pólo do Estádio Universitário de Lisboa. Em simultâneo foi criada a escola de pólo aquático do Sporting, ainda na piscina do antigo estádio José de Alvalade, dando saída desportiva aos jovens que não integravam as equipas de competição de natação e mostravam maior apetência para as modalidades colectivas.

Superleague Fórmula[editar | editar código-fonte]

Trivia[editar | editar código-fonte]

O Sporting Clube de Portugal é tão grande que as suas fronteiras transbordaram a realidade com a criação do Sporting Virtual no mundo virtual, Second Life

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Sporting Clube de Portugal

Referências

  1. Estádio José Alvalade - História (em português europeu). Sporting Clube de Portugal. Página visitada em 29 de março de 2013.
  2. Condecorações (em português europeu). Sporting Clube de Portugal. Página visitada em 29 de março de 2013.
  3. 1981 - O Agradecimento do País (em português europeu). Centenário Sporting (25 de Setembro de 1981). Página visitada em 29 de março de 2013.
  4. Sporting chega aos 100 mil sócios (em português europeu). DN Desporto (29 de novembro de 2009). Página visitada em 29 de março de 2013.
  5. Ranking Mundial de Torcidas (em português). Chance de Gol (1 de agosto de 2014). Página visitada em 2 de agosto de 2014.
  6. Recordes Olímpicos (em português europeu). Sporting Clube de Portugal. Página visitada em 29 de março de 2013.
  7. Primeiros Tempos [ligação inativa] (em português europeu). Sporting Clube de Portugal. Página visitada em 29 de março de 2013. Cópia arquivada em 26 de Setembro de 2007.
  8. O Símbolo do Centenário [ligação inativa] (em português europeu). Sporting Clube de Portugal. Página visitada em 29 de março de 2013. Cópia arquivada em 2 de abril de 2010.
  9. a b História das Camisolas (em português europeu). Sporting Clube de Portugal. Página visitada em 29 de março de 2013.
  10. Sporting - Equipamento do Sporting nos anos 1990 - verde branco (em português europeu). Verde Branco. Página visitada em 29 de março de 2013.
  11. História dos Fundadores (em português europeu). Sporting Clube de Portugal. Página visitada em 29 de março de 2013.
  12. Viana Taurino Club, acesso em 4 de Maio de 2014
  13. História das camisolas, acesso em 4 de Maio de 2014
  14. Estreia das camisolas listadas
  15. Página oficial do Sporting Condecorações, acesso em 4 de Maio de 2014
  16. Página oficial do Sporting Condecorações, acesso em 4 de Maio de 2014
  17. Site SAPO, página disponível em 1º de Maio de 2014
  18. Site oficial do Sporting, citando a BBC, página disponível em 1º de Maio de 2014
  19. Sporting Atletas da Selecção, página disponível em 2 de Maio de 2014
  20. Plantel Época 2012-2013 (em português europeu). Sporting Clube de Portugal. Página visitada em 25 de janeiro de 2013.
  21. http://en.wikipedia.org/wiki/List_of_Sporting_Clube_de_Portugal_players
  22. http://en.wikipedia.org/wiki/List_of_Sporting_Clube_de_Portugal_players
  23. Órgão Sociais (em português europeu). Sporting Clube de Portugal. Página visitada em 29 de março de 2013.
  24. Presidentes (em português europeu). Sporting Clube de Portugal. Página visitada em 29 de março de 2013.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Pinto, Rodrigo; Farinha, Fernando; Morgado, Carlos. In: Pires, Fernando. Sporting Clube de Portugal: a história, os triunfos e as imagens de todos os tempos (em português europeu). col: Livro de Ouro, Lisboa: Diário de Notícias, 2000. 205 pp. Página visitada em 29 de março de 2013.