Escalpo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Julho de 2009).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Escalpo é como os índios norte-americanos chamavam o couro cabeludo arrancado ainda com os cabelos. É, também, nome científico do Couro cabeludo.

Considerado pela maioria como um costume genuinamente indígena, arrancar o escalpo foi um costume inserido na cultura americana pelos mexicanos bandoleiros e mesmo por caçadores americanos desejosos de ganhar o dinheiro oferecido pela Pensilvânia para cada índio morto. Os escalpeladores utilizavam-se deste ato como uma forma de provar que de fato tinham matado os índios para fazer jus ao prêmio.

Os índios, em represália a estes caçadores de escalpos, passaram a adotar a mesma estratégia contra seus inimigos e não demorou para o escalpo adquirir para os indígenas mais exaltados e violentos um status de poder, de vitória, de força na guerra, especialmente entre os índios apaches, notadamente violentos na arte de guerrear.

Escalpar ou escalpelar é a retirada de parte ou de todo o couro cabeludo da vítima. Geralmente a vítima escalpada não sobrevivia, mas em alguns casos tal ocorreu.[carece de fontes?]

Ver também[editar | editar código-fonte]