Osso occipital

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Osso occipital
Localização do occipital no crânio
Occipital bone close-up lateral animation.gif

Osso isolado
Latim os occipitale
Articulações dois parietais, dois temporais, esfenoide e atlas
Recursos externos
Gray's subject #31 129

Osso occipital é um osso membranoso em forma de disco situado na parte traseira (posterior) e inferior do crânio. Possui uma abertura oval, o foramen magnum, por meio do qual a cavidade craniana comunica-se com a coluna vertebral.

Articulações[editar | editar código-fonte]

Articula-se com os ossos [1] :

Formato[editar | editar código-fonte]

Tem forma trapezoidal e curvada sobre si mesma. É dividido em quatro partes: uma basilar, uma escamosa e duas laterais.

O principal acidente anatômico encontrado é o forame magno, situado ântero-medialmente na base do osso occipital. A região delimitada pelo forame, além de ser o local de comunicação entre a cavidade craniana e o canal vertebral, é também onde a medula espinhal se converte em medula oblonga - contínua com o bulbo do tronco encefálico. Pelo forame magno passam as meninges, raízes espinhais do XI par craniano (nervo acessório), ramos meníngeos do primeiro ao terceiro nervos cervicais, artérias vertebrais e artérias espinhais.

Em outros animais[editar | editar código-fonte]

O osso occipital é parte do endocrânio, a porção mais basal do crânio. Em Chondrichthyes e Agnathas, o occipital não forma como um elemento separado, mas continuam a fazer parte do chondrocranium ao longo da vida. Na maioria dos vertebrados superiores, o buraco occipital é rodeado por um anel de quatro ossos. Basioccipital encontra-se em frente da abertura, os dois exoccipital voltados um para um ou outro lado, e o supraoccipital encontra-se posterior, e faz parte da parte traseira do crânio. Em muitos peixes ósseos e anfíbios, o supraoccipital nunca é ossificado, e permanece como cartilagem por toda a vida. Em formas primitivas o basioccipital e exoccipital é semelhante aos arcos centrais e neurais de uma vértebra, com forma e de uma maneira semelhante ao embrião. Em conjunto, estes últimos geralmente formam um côndilo côncavo único e circular para a articulação da primeira vértebra.

Imagens[editar | editar código-fonte]

Superfície externa. 
Superfície interna sem o frontal e o parietal. 
Sutura lambdoide separando o osso occipital do osso parietal. 
Sutura occipitomastoidea separando o osso occipital do mastoide do osso temporal. 
Corte sagital do crânio. O osso occipital está a direita, em azul. 
Base do crânio. Superfície superior. O osso occipital está, no fundo, em azul. 
Base do crânio. Superfície inferior. 
Membrana tectória, transversal e ligamentos alares. 
Secção sagital mediana através do osso occipital e das três primeiras vértebras cervicais. 
Músculos ligados a parte superior da coluna vertebral. 
Parte superior da medula espinal e partes posteriores e mediais do encéfalo; aspecto posterior, expostos in situ
Músculos da faringe, visto por trás, juntamente com os vasos e nervos associados. 
Protuberâncias internas do occipital. 
Protuberâncias externas do occipital. 

Notas e referências

  1. Portal Saúde Brasil. Osso Occipital. Visitado em 24/06/2010.