Osso escafoide

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Escafoide
OSSOS DA MÃO
Proximal: A=Escafoide, B=Semilunar, C=Piramidal, D=Pisiforme
Distal: E=Trapézio, F=Trapezoide, G=Capitato, H=Hamato
Gray221.png

Osso escafoide
Latim os scaphoideum, os naviculare manus
Articulações Se articula com cinco ossos
rádio proximalmente
trapezoide e trapézio distalmente
capitato e semilunar medialmente
Recursos externos
Gray's subject #54 221
MeSH A02.835.232.087.319.150.750
Dorlands/Elsevier o_07/12598675

O escafoide é um dos oito ossos que formam o carpo. Seu nome origina-se do grego e significa semelhante ou com forma de um barco ("escafo" = barco + "oide" = semelhança).[1] É classificado como um osso curto e localiza-se lateralmente em relação aos outros ossos do carpo.

No carpo, a fratura do escafoide é a lesão óssea mais frequente, presente em cerca de 60% das fraturas desta região da mão. Esta incidência chegou a 78,8% das fraturas de ossos do carpo em coletânea de publicações encontradas por Amadio & Moran, em um total de 6390 fraturas dos ossos do carpo descritas.[2] [3]

Fraturas[editar | editar código-fonte]

A fratura do escafoide ocorre na maioria das vezes em acidentes com a mão dorsifletida, como em quedas ao solo com a mão espalmada ou por golpes de objetos pesados nesta posição, como por exemplo em goleiros no futebol de salão. Sua principal complicação é a necrose avascular.

Aspectos Vasculares[editar | editar código-fonte]

A circulação interna do escafoide é do tipo recorrente, ou seja, os vaso penetram o escafoide na sua parte dorsal e distal, destes locais correm por dentro do osso no sentido distal para proximal. Nas fraturas do polo proximal do osso, devido à sua anatomia circulatória peculiar, a ocorrência de necrose avascular é maior. A necrose óssea, quando ocorre, é um fator adicional importante para que não ocorra a consolidação deste osso.

Referências

  1. Testut & Latarjet. Tratado de Anatomía Humana. Barcelona:  pp. p.357-366.
  2. Barton. Fractures of The Hand and Wrist. Edinburgh: 
  3. Amadio & Moran. Fractures of The Hand and Wrist. Philadelphia:  pp. p.711-768.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • [1]
  • Fotografia de um escafoide que teve sua circulação injetada com corante e a seguir foi diafanizado. Observam-se os pontos de entrada dos vasos no dorso do escafoide, que foram salientados por flechas vermelhas. Imagine uma divisão da imagem em três partes iguais: estas corresponderão ao 1/3 proximal (no lado direito); ao 1/3 médio ( no centro da imagem); e ao 1/3 distal (no lado esquerdo da foto). A trama vascular corre no sentido ventral e proximal para irrigar o pólo proximal do escafoide; se ocorrer uma fratura mais perto do terço proximal, há possibilidade de necrose avascular desta parte do osso.
Ícone de esboço Este artigo sobre Anatomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.