Osso hioide

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Osso hioide
Close do osso hioide.
Suprahyoid muscles.png

Musculatura ligada ao hioide (linha branca onde está escrito hyoid bone)
Latim os hyoideum
Recursos externos
Gray's subject #45 177
MeSH A02.835.232.409

O osso hioide (pré-AO 1990: osso hióide) (em latim Os Hyoideum) é um osso que fica na parte anterior do pescoço, abaixo do maxilar inferior e à frente da porção cervical da coluna vertebral. Não está articulado com nenhum outro osso, apenas com músculos. É apenas suportado pelos músculos do pescoço. Suporta, por sua vez, a musculatura na base da língua. [1]

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O seu nome deriva da palavra grega hyoeides, que significa "com a forma da letra upsilon" (υ). Em latim Os Hyoideum foi associado ao suporte dos músculos da língua.

Articulações[editar | editar código-fonte]

O hioide não se articula com nenhum outro osso nem da cabeça nem do pescoço. Ao invés disso ele está ligado a diversos músculos do pescoço e cabeça, dentre eles os principais grupos musculares incluem[2] :

  • Músculos da faringe (fazem a constrição e elevam a faringe)
  • Músculos da laringe (ajustam as dimensões da passagem do ar)
  • Músculos infra-hioideos (posicionam a laringe e o osso hioide no pescoço)
  • Músculos conatidos pela fáscia de revestimento (movimentam a cabeça e a extremidade superior)
  • Músculos posturais no compartimento muscular do pescoço (posicionam o pescoço e a cabeça).

Origem embrionária[editar | editar código-fonte]

O osso hioide tem origem embrionária no 2º arco faríngeo, também denominado de arco hioide que surge no início da 4ª semana de gestação.

Ossificação[editar | editar código-fonte]

É ossificado a partir de 6 centros: dois do corpo central e mais um de cada pequeno e grande corno. Começa pelo grande corno ao final da fase fetal e no corpo pouco depois. Os pequenos cornos demoram mais, só ossificando nos dois primeiros anos após o parto. [3]

Formato[editar | editar código-fonte]

Tem a forma de uma ferradura e está suspenso das extremidades dos processos estiloides dos ossos temporais.

Esse osso forma uma lâmina quadrilátera, achatada de frente para trás, alongada transversalmente e apresenta uma concavidade posterior. Dá inserção na sua face anterior aos músculos génio-hioideu, génio-glosso, hio-glosso, milo-hióideo, digástrico e estilo-hioideu; na sua face posterior insere-se o músculo tiro-hioideu.

Reconhece-se, no osso hioide, uma parte média, o corpo, de cada extremidade lateral do corpo partem dois prolongamentos: o grande corno e o pequeno corno.

Grandes cornos

Dão continuidade às extremidades do corpo e terminam por uma estrutura tumefacta , o tubérculo do grande corno.

Pequenos cornos

São pequenos ossículos ovais que se articulam com o corpo e com o grande corno do osso do hióide, ao nível da linha de união destas duas peças esqueléticas . A sua extremidade superior da inserção ao ligamento estilo-hioideu.

Imagens adicionais[editar | editar código-fonte]

Referências