Escola 7 de Setembro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
EEEFM 7 de Setembro
Lema Pioneira de Espigão
Tipo Escola pública
Fundação 11 de março de 1973 (41 anos)
Localização Espigão do Oeste, Rondônia, Brasil
Bairro Centro
Endereço Rua Suruí, 2845
CEP 76.974-000
Unidades Sede, mais 4 escolas polo
Cursos oferecidos ensino fundamental, ensino médio, Ensino médio do campo
Orientação religiosa Laica
Diretor(a) Deosmar José da Costa
Vice-diretor(a) Ilca Furtado Cavalcanti
Mantenedor(a) Governo de Rondônia.
Pessoas importantes
Docentes 25
Funcionários 48
Alunos 930 [1] , dos quais:
930 no ensino médio
Área ocupada 4800 
Classes 9
Laboratórios 1
Quadras 1
Mensalidade Pública
Apelido Escola 7
Cores Azul e branco
Afiliações
  • Escola Tancredo de Almeida Neves;
  • Escola Mª Lourenço Cassiano;
  • Escola Aurélio Buarque de Holanda.
  • Escola Maria Rosa
Orçamento anual 2,52 milhões [2]
Página oficial Escola 7 de Setembro
Contato (69) 3481-2652
Classificação
no Enem (2011)[3]

(com 54% de participação)


1º (Espigão do Oeste)
29º (Rondônia)
3 225º (Brasil)


A Escola 7 de Setembro (EEEFM 7 de Setembro - Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio 7 de Setembro) é uma das 416 escolas públicas estaduais de Rondônia, a maior Escola de Espigão do Oeste em número de alunos matriculados[4] e a melhor da cidade, segundo pesquisas de opinião pública. Foi criada, legalmente, pelo Decreto 699 em 11 de março de 1973 e está situada na Rua Suruí, nº 2845, no centro da cidade. Em 2012 passou a atender apenas alunos do Ensino Médio.

História[editar | editar código-fonte]

Em 1970, quando algumas pessoas organizaram um desfile cívico no dia 7 de Setembro, moradores deram conta da necessidade de uma escola na vila de Espigão (atual cidade de Espigão do Oeste), pois o número de crianças em idade escolar estava em torno de vinte e cinco. Então, dona Aurelisa Nogueira Bispo, resolveu ensinar o pouco que sabia a algumas dessas crianças, em sua própria casa. Contudo, antes de finalizar o ano, alguns pais solicitaram ao Sr. Francisco Arruda, agrimensor da firma ltaporanga, colonizadora da região, que intercedesse junto às autoridades competentes, de que fossem tomadas providências para a criação de uma escola. Então em fevereiro de 1971, foi solicitado junto a a professora Marise Castiel, Diretora da Divisão de Ensino do Território Federal de Rondônia, a criação de uma escola na pequena vila de Espigão. Encontraram de início resistência, mas finalmente conseguiram autorização, porém, com a condição de que se responsabilizassem pela escolha da professora e providenciassem o espaço físico para a escola. Assim, foi escolhida para professora a senhora Guiomar Alves Ferreira, que em 1º março de 1971, deu início às aulas em um barraco de madeira lascada, chão batido e teto coberto com tabuinhas, a qual recebeu o nome de Escola Isolada Dr. Rafael Vaz e Silva. Com a crescente demanda de alunos, tornou-se necessária a presença de mais uma professora e, em agosto do mesmo ano, a senhora lsaura Boone, que havia chegado recentemente à Vila, também passou a dar aulas na escola. Em 1972, mais uma professora veio se juntar às pioneiras, a senhora Zilda Alves Azevedo. Ainda em 1972, os irmãos Melhorança, colonizadores da região, sentiram a necessidade de construir uma escola que desse melhores condições aos alunos e professores, pois a existente estava em precária situação. Foi construída então, a Escola Sete de Setembro, a qual entrou em atividade no ano de 1973, como particular, pois o território não autorizára seu funcionamento, ficando então o pagamento das professoras, bem como a merenda e todo o material escolar, sob a responsabilidade da firma colonizadora ltaporanga. A inauguraçao da escola ocorreu em 07 de março, porém, somente em 11 de março do mesmo ano, o Governo do Território de Rondônia concedeu o reconhecimento da escola, quando através do Decreto 699, foi criada legalmente a Escola Sete de Setembro, atendendo alunos de 1ª a 4ª séries. Em 1975, começou a funcionar na escola, estudos referentes a 5ª série e foram contratados professores pelo ex-Território Federal de Rondônia. Em 21 de fevereiro de 1979, através do decreto 993, foi implantado na escola, o Ensino Médio, denominado 2° Grau Magistério, na época. Hoje, a escola conta com alunos matriculados no Ensino médio, além de três escolas-pólo, que oferecem o Ensino Médio no campo nos dristritos de Espigão do Oeste.


Características[editar | editar código-fonte]

A escola possui:

  • Área total da escola é de 4,800 m².
  • 4 Escolas pólo
  • 48 Funcionários (professores, zeladoras, orientadoras, secretários etc.);
  • 9 salas de aula, climatizadas, com capacidade máxima para 950 alunos
  • 1 laboratório de informática, climatizado, com 18 computadores
  • 1 sala de vídeo, climatizada.
  • 1 biblioteca, com sala de pesquisas
  • 1 sala de leitura, climatizada
  • 1 quadra poliesportiva de 880 m²
  • 1 cozinha
  • 1 palco para eventos
  • Pátio de 490 m²
  • 5 salas da equipe gestora, todas climatizadas.

Melhor escola[editar | editar código-fonte]

Na opinião pública, a escola também foi eleita a melhor escola de Espigão do Oeste, segundo uma pesquisa realizada pela PODP, entre os dias 28 e 30 de junho de 2010.

  • Escola 7 de Setembro: 36,2%
  • Escola Jean Piaget: 22,4%
  • Escola Jerris Adriani Turatti: 6,9%
  • Escola Monteiro Lobato: 5,3%
  • Escola Fernanda Souza de Paula: 3%
  • Outras: 15,5%
  • Todas: 2,3%
  • Não sabem: 8,4%
Escola Sete de Setembro em 2011.

Localização[editar | editar código-fonte]

A Escola 7 de Setembro está localizada no centro da cidade. Quando fundada, a escola estava localizada no quarteirão de número 11. Mudando-se para o quarteirão de número 1, (onde hoje é a praça Municipal Nilo Balbinot), alguns anos depois. Hoje a escola está localizada novamente em seu local de fundação.

Alunos da Escola na sala de Leitura.

Alunos[editar | editar código-fonte]

A Escola 7 de Setembro conta com 930 alunos formalmente matriculados em sua rede de ensino. Atendendo exclusivamente alunos do ensino médio (1º ao 3º Ano).

Religião[editar | editar código-fonte]

A religão é dividida em:

50% Católicos; 40% Evangélicos e 10% Não declarados.

Lúcia Tereza[editar | editar código-fonte]

A ex-Prefeita de Espigão do Oeste e ex-Deputada Estadual de Rondônia, Lúcia Tereza, já foi diretora da Escola 7 de Setembro durante sete anos. Ela assumiu o cargo em 1975, no qual permaneceu até 1981, quando foi eleita prefeita de Espigão do Oeste, sendo a primeira mulher a assumir o cargo de prefeita de uma cidade da Amazônia.[5]

Prêmio Gestão Escolar[editar | editar código-fonte]

A Escola 7 de Setembro recebeu em 2010 o Prêmio Gestão Escolar (ano base: 2009), sendo eleita uma das 15 melhores escolas de Rondônia.

JOER 2010[editar | editar código-fonte]

A Escola 7 de Setembro participou em 2010, dos Jogos Escolares de Rondônia, onde obteve diversos resultados.

  • Atletismo - 800 mts rasos: Vanessa Prediger, 3º Lugar;
  • Atletismo - Arremesso de peso: Tainá M. da Silva, 5º Lugar;
  • Xadrez: Vanessa Prediger, 6º Lugar.

Olimpíadas Escolares de Rondônia[editar | editar código-fonte]

Em 2012, as Olimpíadas Escolares de Rondônia, antigo JOER (Jogos Escolares de Rondônia), foram realizados entre os meses de maio e agosto, onde a Escola 7 de Setembro terminou com duas medalhas de ouro e uma de bronze:

  • Xadrez: Vanessa Prediger, 1º Lugar;[6]
  • Futsal: Equipe Feminina, 1º Lugar.[7]
  • Atletismo - Lançamento de Disco: Dionathan Cristian, 3º Lugar;
  • Atletismo - Lançamento de Dardo: Dionathan Cristian, 10º Lugar;
  • Atletismo - Salto em Distância: Ianderson Macedo Santos, 6º Lugar.


Com o resultado alcançado, as alunas/atletas do Futsal e Xadrez representarão Rondônia nas Olimpíadas Escolares Nacionais que será realizada em Cuiabá, entre os dias 25 de novembro e 8 de dezembro.

CONAE[editar | editar código-fonte]

A aluna Andressa Schulz Calado da Escola 7 de Setembro, foi eleita em Porto Velho, no dia 6 de novembro de 2009, a aluna representante do Estado de Rondônia na Conferência Nacional de Educação 2010, e representou o estado na CONAE que aconteceu em Brasília (DF), entre os dias 28 de março e 1º de abril de 2010, que contou com a participação de 2.000 representantes/delegados de todos os estados do Brasil. (Entre pais, professores, alunos, técnicos e gestores)

PISA[editar | editar código-fonte]

Em 2009, a Escola 7 de Setembro, foi uma das 997 escolas públicas e privadas do Brasil a participar do Programa Internacional de Avaliação de Alunos (PISA), que é aplicado a cada 3 anos nos países da OCDE, e em países convidados. Na escola 7, as provas foram aplicadas no mês de maio, para cerca de 30 alunos. No Brasil o programa é coordenado pelo INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas), que tem sede em Brasília.[8]

Conferência Nacional do Meio Ambiente[editar | editar código-fonte]

A Conferência Estadual do Meio Ambiente de Rondônia, que aconteceu em Porto Velho, entre os dias 2 e 6 de março de 2009, para eleger os seus representantes na Conferência Nacional, contou com a participação de estudantes de todo o estado. Espigão do Oeste elegeu 4 dos seus 7 representantes, como delegados do estado de Rondônia. Entre eles, a aluna Daniela Carolina Gabiatti da Escola 7 de Setembro, que representou Rondônia na Conferência Nacional que foi realizada em Brasília, no mês de abril de 2009.[9]

Projetos de Inclusão Social[editar | editar código-fonte]

A Escola 7 de Setembro vem se destacando com ações de inclusões sociais e diversos projetos estão inseridos a comunidade no contexto escolar.[10]

IDEB[editar | editar código-fonte]

A escola 7 de Setembro é uma das 7 escolas de 6º a 9º ano de Rondônia que, segundo projeções, alcançará nota superior a 6,0 em 2019. Em 2005, a escola apresentou um índice de desenvolvimento da educação básica (IDEB) de 4,4. - sendo o 3º melhor de Rondônia. Em 2011 o IDEB da escola foi 4,1.[11]

  • Anos Finais do Ensino Fundamental.
IDEB 2005 IDEB 2007 IDEB 2009 IDEB 2011
4,4 4,0 4,2 4,1
3º melhor de Rondônia 24º melhor de Rondônia 34º melhor de Rondônia 44º melhor de Rondônia

OBMEP[editar | editar código-fonte]

A Escola 7 de Setembro participa regularmente na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas, obtendo diversos sucessos. Desde sua primeira participação na OBMEP, em 2005, até 2014, a Escola 7 conquistou 3 Medalhas de Bronze e 26 Menções Honrosas (o melhor desempenho de Espigão do Oeste e o 22º melhor de Rondônia). Em 2010 foi a 8ª Colocada entre todas as escolas de Rondônia.[12]

Alunos Premiados[editar | editar código-fonte]

Os alunos mais premiados da escola são:

  • Eliton Lopes de Souza: 66º lugar - Menção Honrosa* (2005), 2º lugar - Medalha de Bronze* (2007), 2º lugar - Medalha de Bronze* (2008), 16º lugar - Menção Honrosa (2009), 2º lugar - Medalha de Bronze (2010), 2º lugar - Medalha de Bronze (2011).
  • Kézia Siny Potin: 7º lugar - Medalha de Bronze (2005).
  • Christopher Krause: 44º lugar - Menção Honrosa (2007), 9º lugar - Menção Honrosa (2008), 15º lugar - Menção Honrosa (2010).

* Premiação conquistada em outra escola.

Colocação estadual por nível.

Professores Premiados[editar | editar código-fonte]

Em 2012, Tatiane Lima da Silva, professora de matemática na Escola, foi uma das 20 professoras de Rondônia premiadas na 8ª Edição da Olimpíada, sendo a primeira professora de Espigão do Oeste a conquistar esse feito.[13]

Programa de Iniciação Cientifica do CNPq[editar | editar código-fonte]

A Escola 7 de Setembro conquistou em 2009, referentes a OBMEP de 2008, 2 das 15 Bolsas de Iniciação Cientifica Júnior do CNPq oferecidas em Rondônia. Sendo a única escola do Estado a conseguir esse feito em 2009.[14] Os alunos contemplados foram:

Em 2010, a escola foi contemplada novamente, desse vez com 1 bolsa, devido ao excelente desempenho de:

  • Eliton Lopes de Souza (Pólo: Vilhena).

Alteração da nomenclatura da Escola[editar | editar código-fonte]

Em 2012, o nome da escola sofreu uma pequena alteração oficial, passando de EEEFM Sete de Setembro para EEEFM 7 de Setembro.

Ensino Médio Inovador[editar | editar código-fonte]

A partir de julho de 2012, será implantado na Escola o Projeto Ensino Médio Inovador, onde os alunos terão aulas em tempo integral, 2 vezes por semana. A proposta é revolucionar a educação e reduzir drasticamente a evasão escolar no Ensino Médio em Rondônia, que deverá entrar para a vanguarda, sendo modelo para todo o País. A Escola Sete de Setembro é uma das primeiras de Rondônia, e a 2ª da cidade a implantar o Projeto. Ainda de acordo com o secretário, a intenção é que até 2015, final do mandato do governador Confúcio, pelo menos 80 das 416 escolas da rede estadual tenham implantado a educação integral com atrativos que possam contribuir com a redução da evasão escolar, principalmente no Ensino Médio, onde a cada 100 alunos pelo menos 60 não o concluem.[15]

Eleições[editar | editar código-fonte]

No período eleitoral a Escola abriga 21% dos eleitores de Espigão do Oeste, sendo o maior Colégio Eleitoral da cidade, com mais de 4.588 eleitores aptos a votar em 13 seções.[16]

Diretores da Escola[editar | editar código-fonte]

A Escola 7 de Setembro teve como primeira Diretora, em 1973, a Professora Noádia Maria Franco Márquez. Em 1974, a professora Lúcia Tereza Rodrigues dos Santos assumiu a direção da Escola, acumulando as funções de supervisora rural e professora de História, ficando neste cargo durante sete anos.

  • 2012-2015
    • Diretor: Deosmar José da Costa
    • Vice: Ilca Furtado Cavalcanti
  • 2011 (abril-dezembro)
    • Diretor: Deosmar José da Costa
    • Vice: Ilca Furtado Cavalcanti
  • 2011 (até abril)
    • Diretora: Ilca Furtado Cavalcanti
    • Vice: Vicente da Fonseca
  • 2010
    • Diretor: Alan Francisco Gonçalves de Souza
    • Vice: Ilca Furtado Cavalcanti
  • 2009
    • Diretor: Alan Francisco Gonçalves de Souza
    • Vice: Ilca Furtado Cavalcanti
  • 2007
    • Maristela Brandão de Andrade
    • Adelci
  • 2006
    • Maristela Brandão de Andrade
    • Maridione

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Dados Finais do Censo Escolar 2013 Censo Escolar Ministério da Educação. Visitado em 18 de fevereiro de 2014.
  2. Mínimo investido por ano em aluno do ensino público básico sobe para R$ 2.096 em 2012 custo de cada aluno da educação básica Uol (02 de janeiro de 2012). Visitado em 02 de outubro de 2012.
  3. Médias do Enem de 2011 dos alunos concluintes do ensino médio por escola Inep (22 de novembro de 2012).
  4. Dados preliminares do Censo Escolar 2012 Censo Escolar Ministério da Educação (24 de novembro de 2012). Visitado em 24 de novembro de 2012.
  5. Acessoria particular. 1ª prefeita da Amazônia. Visitado em 30 de novembro de 2010.
  6. Escola 7 de setembro é campeã no futsal Tudo Rondônia (28 de agosto de 2012). Visitado em 03 de setembro de 2012.
  7. Aluna de Espigão do Oeste é Campeã Estadual de Xadrez Tudo Rondônia (24 de agosto de 2012). Visitado em 03 de setembro de 2012.
  8. O Cone Sul. Programa Internacional de Avaliação de Alunos. Visitado em 11 de Setembro de 2012.
  9. O Cone Sul. Conferência Nacional do Meio Ambiente. Visitado em 11 de Setembro de 2012.
  10. SEDUC. Escola 7 de Setembro é destaque em projetos de inclusão social. Visitado em 11 de Setembro de 2012.
  11. Inep. Resultados do IDEB. Visitado em 11 de Setembro de 2012.
  12. OBMEP. Premiados da OBMEP. Visitado em 11 de Setembro de 2012.
  13. OBMEP. Professores Premiados na OBMEP 2012. Visitado em 30 de novembro de 2012.
  14. OBMEP. Programa de Iniciação Científica Jr. Visitado em 11 de Setembro de 2012.
  15. Seminário discute educação integral com foco na qualidade Tudo Rondônia (24 de abril de 2012). Visitado em 02 de maio de 2012.
  16. Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia. Eleitores por local de votação e seção. Visitado em 28 de outubro de 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]